Blogueira? Leitora? Imparcial? Puxa-saco?

12 abril 2016


Olá, pessoas!


Não sou de criticar ou trazer até vocês resenhas negativas. Se eu gosto de algo eu compartilho, indico e recomendo. Se não, apenas fico quieta e pronto. Como blogueira tento ler de tudo e o máximo que consigo dentro do meu limite de tempo e disponibilidade - infelizmente é pouco -, mas mesmo assim me obrigo a abrir mão de sono e tempo livre. Não estou reclamando, muito pelo contrário, eu AMO essa parte da minha vida, amo o blog e amo resenhar.

Por que estou aqui falando tudo isso? Porque tem pessoas que não respeitam opiniões alheias. Gente, meu intuito aqui não é, e nunca será trazer algo apenas para AGRADAR a autores e editoras. Minha meta quando abri o blog, era o de poder ajudar a divulgar a literatura, incentivar a leitura, seja ela nacional ou não e propagar meu amor pelos livros. Mas como já disse antes, nenhuma resenha ou post, pode ser tido como verdade absoluta.



Ler é algo muito PESSOAL, um livro iniciado hoje pode não me agradar, o que me fará abandoná-lo. E esse mesmo livro pego em outro determinando momento da minha vida, terá o poder de me levar as lágrimas e me fazer refletir inúmeras vezes. Assim como, eu posso "odiar" um livro e você "amar" o mesmo, ou vice -versa. Portanto, nunca julgo um livro como ruim antes de pelo menos tentar lê-lo duas vezes, porque acredito que nossas emoções e circunstâncias influenciam e muito em nosso julgamento, assim como a maturidade e crescimento. Gostos mudam, as pessoas mudam. Ninguém é obrigado a gostar de tudo. Mas, é sua responsabilidade expressar sua opinião com respeito.

Os livros possuem uma forma única de nos envolver em uma névoa de emoções; raiva, tristeza, dor, alegria, angustia, aflição e por ai vai. Quando nos damos conta, estamos torcendo, vibrando ou apenas chorando por aquilo que não aceitamos. Nos envolvemos e sofremos com cada enredo.

A leitura é para ser prazerosa, algo que te faça viajar, esquecer do mundo a sua volta. Ela proporciona lições valiosas e experiências únicas, que você por si não teria como, mas que através daqueles personagens é capaz. A leitura precisa te libertar, te fazer voar, sonhar, ser capaz de te transportar para um novo mundo paralelo. Um cantinho só seu. Se você se emocionou, chorou e sorriu, parabéns ao autor, porque ele acertou em cheio no seu propósito e sua leitura valeu a pena.

A questão é, não importa o gênero, não importa se é autor conhecido ou um anonimo, não importa o lugar ou o formato do livro, o que realmente deve ser levado em consideração é se o enredo foi capaz de te envolver, se a história de alguma forma te fez refletir e te conquistou. 

Um livro não é apenas um conjunto de palavras reunidas em páginas brancas ou amarelinhas. Um livro é a porta para explorar suas emoções, te curar, te libertar, ser seu ponto de fuga ou por que não um porto seguro? 

Apenas lembre-se de não ter medo e aproveitar ao máximo essa experiencia viciante, e de respeitar a individualidade e gosto de cada um. Na dúvida leia sempre mais de uma resenha, procure blogs com opiniões diferentes ou pegue o livro e LEIA, tirando assim suas próprias conclusões. 

O importante é SER FELIZ.

Um verdadeiro leitor é aquele, que não tem medo de deixar que as emoções contidas nas páginas dos livros, o transformem. - F. P. Rozante -



Até a próxima! Boa Leitura! Bye.

Image and video hosting by TinyPic

5 comentários

  1. Bom dia, como vai? Entendo sua chateação e acho que cada um tem sua opinião acerca de algumas coisas. Um livro que seja bom para mim pode não ser bom para você e vice-versa, isso depende de como o lemos. Quando resenhamos sobre ele, é importante que as editoras e autores e até mesmo quem são fãs dos livros entendam que a opinião é compartilhada com a melhores das intenções e que eles precisam respeitar. Se ele não gostou, paciência.
    É complicado, mas o nosso intuito aqui é compartilhar nosso amor por livros e linda, você faz isso muito bem!
    Adorei o post!
    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Exatamente. Cada pessoa ao ler, vai interpretar e sentir de maneiras diferentes. Nosso intuito é apenas espalhar o amor pelos livros e incentivar a leitura. <3

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Sábias palavras!
    Este é um meio complicado, os autores, em sua maioria não sabem receber críticas, mesmo aquelas construtivas.
    Acham que pelo fato do blogueiro ser "apoiador da literatura nacional" não podemos jamais falar que um determinado livro não nos agradou.
    Mas é como você disse, o livro que não me agradou hoje, pode me levar as lagrimas amanhã.
    è claro que não ninguém vai escrever uma resenha falando que odiou o livro que o autor não sabe escrever, ai já é inaceitavel, mas quando fazemos um blog, nos comprometemos a não mentir para o leitor.
    Ótimo post!

    www.detudopouco.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Bia, adorei!
    Acho que deve ser assim mesmo!
    No meu blog eu digo absolutamente o que penso!
    Tenho parcerias e tals, e em nenhum momento vou passar algo aos leitores que não veja minha sincera opinião! Mas é MINHA opinião, né?
    O livro pode provocar inúmeros sentimentos em inúmeras pessoas!
    Somos diferentes!

    ResponderExcluir

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por