AUTORAS QUE AMAMOS: Entrevista Janice Diniz


Chegueiii...

Dá para acreditar que já estamos no final da nossa semana especial? Passou tão rápido.

E para fechar com chave de ouro e deixar aquele gostinho de quero mais, temos ela, a autora dos Cowboys mais lindos e quentes da literatura nacional. Janice Diniz.

Eu estou completamente encantada com o carinho e a gentileza com a qual essa autora me tratou, fora que a entrevistá-la foi divertidíssimo. Espero que assim como eu, vocês se apaixonem por essa mulher guerreira.


ENTREVISTA


1 – Quem é Janice Diniz? E o que ela mais ama fazer? O que a faz feliz?

R: É a minha melhor companhia kkkkk Ela ama escrever e coincidentemente é o que a faz mais feliz.

2 – Durante o processo de criação/produção, qual o momento mais difícil para você?

R: É a parte que antecede à escrita, quando as ideias estão muito soltas e vagas ainda, então eu preciso me concentrar bastante para encadeá-las no momento certo de acontecer na trama. Se eu não tiver o timing exato, perco o efeito do suspense e da importância do fato para o enredo todo, ou seja, não posso antecipar nada antes de determinado evento, tampouco estender muito a intriga ao ponto de tornar o leitor disperso, perdê-lo, e perder um leitor é ele fechar o aplicativo para fazer outra coisa que não seja continuar a ler o meu livro. A trama tem de ser construída pouco antes da sua escrita, de forma a pegar o leitor num abraço apertado sem direito a olhar para o lado, algo bem sedutor e possessivo kkkkkk

3 – Você possui algum ritual (Para antes, durante ou depois), da escrita? Se sim, qual?

R: Não tenho ritual, mas algumas manias. Por exemplo, não escrevo calçada kkkk No inverno, só de meias. Mas meus pés têm de estar fora de tênis, sapato, chinelo, ou seja, livres para voar kkkk Abro o texto e imediatamente o dicionário on-line, se estou sem internet, não escrevo. Preciso de uma segunda opinião quanto às dúvidas ortográficas e não consigo deixar para saná-las depois, na revisão, tem que ser na hora. Ouço a playlist da história, mas na maior parte das vezes estou com os fones sem música nenhuma, me envolvo tanto com a trama que não percebo que a música acabou kkkkk Outra mania doida: não falo com ninguém sobre cenas que ainda não escrevi. Fazia isso e acabava não escrevendo, a ideia perdia toda a emoção.

4 – Escrever para você significa?

R: Significa dar vida ao meu mundo interior, viver duas vezes mais que as outras pessoas que não são artistas ou leitoras.

5 – Entre seus livros, qual foi o mais divertido, gostoso de escrever e qual foi o mais difícil, mais complicado?

R: Eu me divirto escrevendo, mas também choro, em quase todos chorei em alguma parte, que vergonha kkkk Mas o que eu mais me diverti escrevendo foi Sexo com Amor. Todos os meus livros têm partes bem fáceis de escrever e outras complicadas, que me exigem mais concentração e neurônios. Mas o mais difícil foi Loucamente Teu, porque ele foi escrito ao mesmo tempo em que era postado no Wattpad, então não tive tempo para polir o texto, trabalhá-lo como gosto de fazer. Preciso de um tempo pra mim, de certa reclusão interior para escrever e, só depois, quando tudo está pronto, poder entregar ao público. No entanto, Loucamente Teu foi postado diariamente e na íntegra, o que me desgastou muito emocionalmente.

6 – Se pudesse dar vida a um dos seus personagens, a qual daria? E por quê?


R: Max Bernard. Ele é o tipo de cara que você quer ao seu lado, é protetor, simples, trabalhador, autêntico, sexy, fiel, carinhoso e bom de cama kkkk Superou o seu terrível passado e se tornou um pai e marido maravilhoso. Gosto também das patadas que ele dá sem se importar com etiqueta ou comportamento social kkkk Só quem o conhece sabe a que estou me referindo, ele é um legítimo bruto selvagem, uhu! Amo de paixão o Max!

7 – Você possui algum lema, alguma frase que te inspire?

R: “Aguenta o tranco, fia!” kkkkk

8 – Janice, ama ler?

R: Amo ler livros bons.

9 – Se não fosse autora, você seria?

R: Roteirista de cinema.

10 - Pense e responda:

Amor: Muito famoso e pouco conhecido.
Paixão: Escrever.
Desejo: Fome.
Vida: Madrasta carinhosa ou mãe cruel, pode escolher.
Morte: Deixar de acreditar.
Sonho: Melhor dormindo. Não sou mais sonhadora; sou realista.
Liberdade: Tentar viver do seu próprio jeito.
Tristeza: o mel da alma.
Felicidade: café com leite
Seu lugar favorito no mundo: onde estou agora.


Obrigada por essa entrevista tão criativa e gostosa de responder.

CONHEÇA SUAS OBRAS


SÉRIE MATARANA

Terra Ardente - Compre
Céu em Chamas - Compre
Fogo no Cerrado - Compre 

SÉRIE COWBOYS DE SANTA FÉ - Fanpage

Profundo Amor - Compre
Apaixonadamente Teu - Compre
Loucamente Teu - Compre
Eternamente Teu - Compre

SÉRIE HOMENS DE NEGÓCIOS

Cicatrizes não mentem - Compre

DUOLOGIA ERÓTICA

Sexo com Amor - Compre
Sexo com Amor 2 - Compre

Acompanhe a autora e fique por dentro de todas as novidades - Fanpage 

E com essa entrevista linda, encerramos nossa semana AUTORAS QUE AMAMOS, espero que tenham gostado e curtido cada autora que passou por aqui. Se gostou não deixe de comentar e nos diga qual autora você gostaria que fosse entrevistada na Segunda Semana AUTORAS QUE AMAMOS, sua opinião é muito importante para nós.


Até a próxima! Bye.


CONVERSATION

8 comentários:

  1. Os livros da Janice são tão apaixonantes, cada livro que leio me apaixono mais, meu primeiro amor foi Clint de Sexo com amor, mas ultimamente o que mais conquistou meu coração o laçou de vez foi Franco da Trilogia de Matarana. Mas digo você nunca se apaixonará só por um cowboy de Janice Diniz, você se apaixonará por todos, sim terá seus preferidos, mas apaixonará por todos, até pelos vilões! kkkk
    Janice Diniz foi uma das melhores pessoas que conheci nessa vida de livros. Indico a todos que conheço os "filhos" dela. Adorei a entrevista! <3

    ResponderExcluir
  2. Gosto de muitas (os) autoras (es), porém a Janice tem o dom nato da escrita (envolvente, cativante, apaixonante...) Nos leva não só a amar todos nossos "brutos" selvagens "mocinhos" ou "bandidos" (é, quem lê adota todos rs), mas também as suas companheiras (mulheres de personalidade e muita fibra). Obrigada por compartilhar o seu belo mundo interior com suas "cowgirls/cabritinhas" que aguardam ansiosamente e INTENSAMENTE pelo mais novo membro da família ;)

    ResponderExcluir
  3. encerraram com chave de ouro! Janice é minha diva, amo cada trabalho dela, ela é genuína, verdadeira e escreve com paixão. cada personagem com sua personalidade, tão marcante, tão única e tão humana. isso é o que me encanta nos livros da Janice. não tinha autora melhor para encerrar a semana especial. e mal posso esperar pra ler outro livro da minha diva <3

    ResponderExcluir
  4. Não poderiam ter terminado com uma pessoa melhor, o meu amor, amizade e admiração pela Janice foram instantâneos, ela me cativou e me deixou sem fala quando comecei a ler Apaixonadamente Teu, e daí por diante não consegui parar mais.
    Ela é super especial e simples assim como as respostas dela na entrevista acima, não tenho palavras de agradecimento para dizer quando ela escreve livros tão maravilhosos.
    Ps: A mulher é uma máquina kkkkk!
    Enfim, aprecio sem moderação o trabalho desta pessoa maravilhosa, e estou ansiosa para os seus próximos trabalhos.

    ResponderExcluir
  5. Hoow mulher inteligente. Diva. Caubóis é com ela mesmo. Não preciso nem falar aqui da admiração e carinho que tenho para com ela. Parabéns pelos livros e principalmente pela escrita. Te love.

    ResponderExcluir
  6. Amei a entrevista!
    É uma grande alegria saber mais sobre o processo criativo e opiniões desta autora maravilhosa.
    A Janice Diniz é uma grande escritora, seu estilo é único. Seus cowboys brutos, cheios de personalidade e ao mesmo tempo sensíveis, inserido em histórias envolventes e com um humor especial, conquistaram meu coração.

    ResponderExcluir
  7. Amei a entrevista!
    É uma grande alegria saber mais sobre o processo criativo e opiniões desta autora maravilhosa.
    A Janice Diniz é uma grande escritora, seu estilo é único. Seus cowboys brutos, cheios de personalidade e ao mesmo tempo sensíveis, inserido em histórias envolventes e com um humor especial, conquistaram meu coração.

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigada pelo convite para participar dessa entrevista tão criativa, colegas! E um agradecimento muito especial às minhas norinhas que amo de montão, li emocionada os comentários tão cheios de carinho! Amo vocês!

    ResponderExcluir

Back
to top