[RESENHA] Rendição (Livro 1 - Trilogia Surrender) Maya Banks / Editora Leya

08 junho 2015


Classificação: 4/5
Sinopse: Em sua sensacional trilogia erótica, Breathless, a autora best-seller do The New York Times, Maya Banks, testou os limites do desejo. Nesta nova coleção, a trilogia Surrender, só há uma coisa a fazer: ultrapassá-los. E nunca as consequências da descoberta do prazer foram tão irresistivelmente convidativas, surpreendentemente íntimas e totalmente inesperadas... Josslyn encontrou perfeição uma vez, e ela sabe que não vai encontrá-la novamente. Viúva, ela procura a única coisa que seu amado marido, Carson, não pôde dar a ela: dominação. Solitária e em busca de uma saída para seu luto, Joss encontra um clube exclusivo, que recebe pessoas a fim de realizarem suas fantasias mais hedonistas. Ela nunca imaginou que encontraria lá o único homem que tem sido, por muito tempo, sua fonte de conforto e desejo secreto: o melhor amigo de Carson. Dash viveu uma situação insustentável por anos, apaixonou-se pela esposa de seu melhor amigo, mas reprimiu essa atração. Tudo começa a mudar quando ele encontra Joss em um clube dedicado aos mais obscuros limites do desejo. Por que ela estaria num lugar como aquele? Ela faz alguma ideia de onde estaria se metendo? Mas Joss sabe exatamente aquilo que quer e precisa! Para Dash só resta uma alternativa: se ela quer dominação, ele é o único homem que vai guiá-la por este mundo. O único que vai tocá-la, apreciá-la, amá-la... E o único a quem ela vai se submeter para sempre!
 Skoob ❤ Compare & Compre ❤ Amazon


Uma história de superação e recomeços


É sempre complicado ser imparcial ao resenhar algum livro da Maya Banks, são muitos os leitores que não gostam de sua escrita ou a maneira como ela desenrola seus enredos, mas para mim ela sempre arrasa. Sim, sou uma fã incurável da autora e amo todos os seus livros, alguns mais e outros menos, entretanto minha admiração por sua escrita não diminui, seja lendo seus romances eróticos ou os históricos.

Rendição é um livro intenso sobre confiança, entrega física e emocional, com um enredo que vai além do romance e da relação BDSM, abordando o quanto é difícil seguir em frente após uma perda dolorosa, enfrentar seus medos, conviver com as consequências de suas escolhas e recomeços.


Após perder Carson, o amor da sua vida, melhor amigo e porto-seguro, em um acidente, Josslyn guarda seu luto a três anos. Decidida a recomeçar e apenas voltar a viver, já que julga impossível voltar a amar, e ser abençoada pelo sonho que era seu casamento com Carson, ela se despede do ex-marido e toma a importante decisão de guardar em seu coração a imagem dele alegre e vivo e não de sua lápide no cemitério.

Determinada Josslyn vai atrás de realizar sua fantasia mais oculta, uma que o marido nunca foi capaz de realizar devido a seus traumas de infância. Joss quer ser dominada, ela quer conhecer o universo BDSM.

Dash era o melhor amigo de Carson, um homem leal, bonito e com um segredo. Desde que conheceu a esposa de seu melhor amigo é apaixonado por ela. Um amor proibido, impossível, mas que sempre fez seu coração bater mais rápido e se sentir culpado por desejá-la.

Desde a morte de Carson, Dash se manteve ao lado de Joss, prestando a ela todo seu apoio e cuidado, fazendo o possível para mantê-la segura e confortável, ajudando-a a passar por esse momento conturbado.

O que Dash não esperava era encontrar Joss no The House, uma casa de pratica BDSM. Ele fica furioso e sem pensar a leva embora, aproveitando a oportunidade e a situação em si, Dash se declara e junto com sua declaração, faz uma proposta tentadora.


— Esperei muito tempo por você, Joss. Pensei que você nunca seria minha e aceitei, porque você e Carson eram felizes. Mas, como você mesma disse, ele se foi e eu esperei uma eternidade pelo momento certo, até você estar pronta. Talvez tenha esperado demais, ou talvez o momento certo tenha chegado. Mas se acho que vou ficar de lado e permitir que outro homem coloque as mãos no que considero meu, você está enganada.
No inicio Joss se sente perdida, sempre viu Dash como o melhor amigo do marido, e então ele virou seu amigo e agora tem medo de estar traindo Carson. Mas sua hesitação, logo se transforma em determinação, e Joss passa a enxergar Dash como o amante que poderia realizar todas as suas fantasias, o homem capaz de trazê-la de volta a vida. E é a partir dai, que esse casal passa a viver uma intensa história de confiança e entrega, ambos tentando deixar o passado para trás e seguir em frente, desejando mais que tudo serem felizes.


Pela primeira vez em três longos anos, ele a fez se sentir viva, feminina, desejada. Linda. Ele a fez se sentir linda.

Mesmo que a história seja, um pouco previsível, eu amei o desenrolar e a forma como Dash lutou para conquistar Joss, o modo carinhoso, possessivo e mandão dele, a maneira como ele estava sempre se preocupou com ela, a forma como ambos foram descobrindo o verdadeiro amor um no outro, uma luta diária para conseguir transpor todos obstáculos dessa relação. Não nego que teve momentos em que desejei juntar os dois e bater suas cabeças uma na outra, porque olha... Que casal mais teimoso e orgulhoso.

Apesar de Rendição não ser o melhor romance da autora, ainda assim é uma história emocionante e envolvente. Um livro cativante que irá sugar sua atenção e te fazer desejar ler mais e mais a cada página. E é por essas e outras razões que estou mais que ansiosa para ler o próximo romance da trilogia SUBMISSÃO.






Até a próxima! Bye.





Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por