[RESENHA] Amor Real - Sophia G. Paiva (Maratona Setembro Nacional)



Amor Real - Livro #1
Sinopse: Maria Eduarda leva uma vida comum, para não dizer tediosa tendo como objetivo de vida água quente no chuveiro. Entre muitos banhos gelados, filmes românticos e um chefe pé no saco, a única coisa que ela acumula são relações amorosas desastrosas, já não sabia quando foi que teve um namorado para chamar de seu. Até que um dia, um curioso e-mail surge em sua caixa de entrada, o remetente era desconhecido, mas o conteúdo que a deixou extremamente curiosa. O que ela não sabia era que isso mudaria completamente sua vida. Uma porta para seu futuro se abre e quando ela entra, arrisca-se em uma aventura sem volta. Embarque com Duda em uma nova e desastrosa experiência, onde não há limites para boas risadas e descubra que às vezes se arriscar em caminhos imprevisíveis pode sim valer a pena.
 SKOOB ❤ AMAZON ❤ FÍSICO 



Divertido, irreverente, original e muito bem escrito, é assim que começo a falar de uma das melhores leituras que fiz no ano até o momento. Amor Real me surpreendeu do começo ao fim, com um enredo dinâmico, fluido e viciante não vi as horas passarem e quando me dei conta já estava chegando ao final da obra e a única coisa que eu conseguia pensar era: Não, por favor, não termine, não quero dizer tchau, quero ler mais e mais.

AMOR REAL nos conta a atrapalhada e linda história de Maria Eduarda, ou melhor, da Duda, uma menina mulher vibrante, hilária, maluquinha, com pensamentos divertidíssimos e atitudes nem sempre muito bem pensadas. Ela fala o que pensa e vive se metendo em situações inusitadas e confusões. Não por ser uma pessoa ruim, jamais. Duda tem um lado puro, uma inocência de menina por trás da mulher de vinte e sete anos que trabalha como contadora no escritório do seu melhor amigo Farofa, opa quero dizer Fábio. Duda está passando por um longo período de seca, e bota longo nisso, tadinha até eu fiquei com pena, não pensem que isso acontece por ela ser feia ou sem jeito, apesar de ser desastrada, Duda é uma mulher bonita, só que não teve nenhuma sorte em sua vida amorosa. E como se não bastassem todas as suas neuras e humor contagiante, eis que Duda recebe em plena sexta-feira um e-mail completamente inesperado, em seu conteúdo uma declaração de amor repleta de saudade, e culpa e o remetente Léo Dias. Só tem um problema, quem é Léo Dias e por que ele enviou uma declaração de amor justo para ela?

“Definitivamente eu precisava tomar uma atitude!Três semanas!Três sextas-feiras!Três mensagens!Três e-mails misteriosos!Três declarações de amor!Por que eu nunca recebi uma declaração dessa?”

Bastaria uma resposta informando que o e-mail foi endereçado para a pessoa errada. Duda poderia ignorá-lo, fazer de conta que não o havia lido, só que um e-mail se transformou em muitos outros, chegando sempre nas sextas-feiras e como quando Duda esta envolvida nada é convencional, se prepare para rir muito, mas muito mesmo, porque entre todas as possibilidades possíveis, Duda vai fazer justamente o impensável. Eu nunca pensei que e-mails pudessem gerar tanta desordem.

“— Eu não sei, estamos em uma era tão moderna que certamente já existem e-mails no além, ou seja, lá onde ele esta."

E é em meio a muitas confusões, suposições e acertos, que nossa atrapalhada e maluquinha protagonista vai descobrir o verdadeiro significado do amor, mas não pensem que estamos falando de um romance convencional, porque pessoal, não é.

“— Você não é um espírito — falei em voz alta. (...) Eu não conseguia falar mais nada, meu olhar era ora para ele e ora para seu cartão, foi quando então algo mudou em seus olhos.”

A verdade é que fiquei realmente surpreendida pela leveza da história, pela escrita fluida e situações divertidas, foi uma leitura que me distraiu, me fez esquecer os problemas e tudo o mais, uma leitura que me prendeu do inicio ao fim, me deixando com um sorriso nos lábios a cada novo capítulo. Os personagens secundários são muito bem construídos, divertidos, atrativos e carismáticos, o enredo original está tão bem encaixadinho e escrito que em muitos momentos me senti a melhor amiga da Duda, como se ela estivesse conversando comigo.

Eu pensei em escrever esta resenha de diversas maneiras, mas descobri que nenhuma delas independente do quanto me esforçasse faria jus a obra e o quanto eu a amei. Eu me recuso a dar spoiler, a entregar qualquer fagulha da história, porque foi maravilhoso ler e me surpreender, por esta razão não vou me prolongar e me estender sobre a trama, apenas pedirei para que você leia.

Então, se você está procurando por uma leitura rápida, leve e fofa, para te animar e descontrair, AMOR REAL é a leitura perfeita, te garanto que vale muito a pena.

Mega ansiosa para ler o segundo livro. Necessito de mais, muito mais.

Parabéns Sophia G. Paiva, ganharam minha admiração, respeito e espaço eterno na estante.



P.S. Apaixonada pela capa linda e diagramação simples e muito bem feita.

Até a próxima! Bye.
Image and video hosting by TinyPic

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top