[RESENHA] Apenas Um Ano - Gayle Forman / Editora Novo Conceito






APENAS UM ANO - Gayle Forman

Sinopse: Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro. Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.
P.S. Livro cortesia da editora parceira.

SKOOB AMAZON  COMPARE&COMPRE



IMPORTANTE, CONTÉM SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO “APENAS UM DIA”

Quando terminei de ler Apenas Um Dia eu fiquei desesperada, alucinada e incrédula com o final. Eu necessitava ler Apenas Um Ano e descobrir como a história intensa e envolvente de Allyson e Willem terminaria. Entretanto quando recebi o livro não sei o que aconteceu, eu travei. Não consegui pegá-lo para ler, fiquei com medo de me decepcionar, com receio de que a continuação não alcançasse minhas expectativas e que manchasse meu amor pelo primeiro livro. Mas fui forte e persistente e enfim o li. Não vou mentir e dizer que me surpreendeu e que fiquei em êxtase, na verdade me senti um pouquinho desapontada.

APENAS UM ANO, é contada através dos olhos de Willem. E se inicia exatamente vinte e quatro horas após o termino do primeiro. O dia seguinte, ao dia especial na França/Paris que Willem passou com Allyson – ou Lulu, como ele a chamava. E é exatamente neste ponto que fiquei frustrada, eu queria a continuação da história, saber como esse casal reagiria após o reencontro no final do primeiro livro e então... Voltamos no tempo.




Não que o livro seja ruim, muito pelo contrário, é fascinante conhecer o outro lado de Willem, conhecer seus segredos, desvendar seus mistérios e descobrir do que ele realmente estava fugindo naquele dia. O que aconteceu para que ele abandonasse a Lulu. Mas então ficamos apenas nisso, assim como na segunda parte de Apenas Um Dia, somos transportados para o ano em que nossos protagonistas estiveram afastados, agora tendo a oportunidade de saber tudo o que aconteceu com Willem e a maneira como ele lidou com as consequências do dia mais intenso e marcante de sua vida.

“Não sabemos que queremos algumas coisas até o dia em que as perdemos. Outras pensamos querer, mas não entendemos que já as temos.”

Apenas Um Ano, é uma história linda sobre amadurecimento, descoberta e crescimento. Willem após acordar com a memória confusa e nublada, aos poucos vai tendo lapsos do que lhe aconteceu ao dia anterior, aos poucos se lembra de sua Lulu, e ainda que saibamos que ele não chegará a tempo de encontrá-la antes que ela parta achando que ele a enganou, nos pegamos prendendo a respiração e torcendo para que a história fosse diferente. Mas assim como Allyson, Willem não a esquece com o passar dos dias, e ele parte numa jornada por sua busca e acaba se auto-conhecendo, descobrindo muito mais sobre si mesmo, amadurecendo e ainda nos presenteia com a bonita história de amor entre seus pais.

“Naquela ocasião, não entendi. O amor não é algo que se protege. É algo que se arrisca”.

O que mais me encanta em Apenas Um Dia e Apenas Um Ano, é o poder da autora de nos apresentar um romance que foi construído e solidificado com a distância, com personagens tão diferentes e complexos. Com histórias que são contadas paralelamente e que vem a se cruzar ao longo do percurso. Mas que lutam pelo mesmo propósito, O AMOR e neste percurso acabam descobrindo muito mais sobre si mesmos e nos proporcionam lições valiosas.

“Foi apenas um dia e apenas um ano. E talvez um dia seja o bastante. Talvez uma hora seja o bastante. Talvez o tempo não tenha nada a ver com isso.”

Após ler os dois livros cheguei a conclusão de que a autora gosta de nos fazer sofrer, de nos deixar com as emoções em frangalhos, roendo as unhas, a prova disso é que o final desta amada história não se dá no segundo volume. Mas nada de tristeza, ela escreveu um conto que contém mais ou menos quarenta páginas, chamado APENAS UMA NOITE e lá ela conta como essa maravilhosa história de amor verdadeiro termina, dando final a este enredo incrível. Ansiosa é pouco para ler.




Bom, acho que preciso parar por aqui, não posso falar muito sobre o livro porque qualquer informação acaba por ser um grande spoiler. Mas posso garantir que a leitura vale muito a pena. Gayle mais uma vez nos apresenta uma obra repleta de reflexões e frases ainda que simples carregadas de significados e mensagens importantes para nos passar, nos levando a refletir e analisar nossas próprias vidas e escolhas. Sua escrita fluida e envolvente nos proporciona uma leitura rápida e prazerosa.

Parabéns a editora pela capa linda, quem leu os dois volumes da obra sabe o quanto, cada pequena imagem significa para a história.




Conheça o primeiro livro Apenas Um Dia – CLIQUE AQUI.


Até a próxima.
Image and video hosting by TinyPic

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top