[RESENHA] Como se Apaixonar - Cecelia Ahern / Editora Novo Conceito

18 novembro 2015





Como se Apaixonar - Cecelia Ahern


Sinopse: "Momentos são preciosos; às vezes eles se demoram e, em outras ocasiões, são passageiros, mas, ainda assim, muito pode ser feito durante eles; você pode mudar de ideia, pode salvar uma vida e pode até se apaixonar.” Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?
P.S. Livro recebido em cortesia pela editora parceira.

 SKOOB  AMAZON  COMPARE&COMPRE 

Eu costumo dizer que a leitura é algo muito especifico de cada pessoa. Porque em minha humilde opinião os livros tendem a conversar conosco em momentos diferentes e de maneiras diferentes, até por que, já pensou que chato seria se todos gostassem e interpretassem tudo da mesma maneira?

Estou falando isso em função de que quando recebi o livro COMO SE APAIXONAR e comecei a ler, fui até o capítulo três e não consegui me envolver, abandonei e li outra obra, então determinada o peguei novamente e BOOM, recomecei a leitura, me envolvi, fiquei encantada e agora ao finalizar posso dizer que amei.

Cecelia tem uma maneira muito particular em sua escrita, algo que é dela e que sempre vem estampado em seus livros: ela sempre aborda temas impactantes, com frases de efeito algumas até tidas como autoajuda. Não que isso me incomode, para ser honesta, amo quando os livros nos deixam mensagens para reflexões, leituras que nos acrescentem algo além do que apenas as palavras escritas no texto. E este livro cumpre esse papel.




Em COMO SE APAIXONAR, conheceremos a histórias de duas pessoas que se conheceram diante de uma situação complexa, unidas pelo acaso, mas que conseguem salvar um ao outro. Christine e Adam.

Christine é uma personagem forte, inteligente, capaz de nos surpreender por suas facetas e ensinamentos divertidos. Com um coração enorme e uma alma generosa ela tende sempre a querer ajudar os outros e por muitas vezes acaba se colocando em segundo plano, talvez isso aconteça até por seu medo de encarar os próprios problemas, mas quem nunca?

“Às vezes, quando você vê ou vivencia algo muito real, fica com vontade de parar de fingir. Você se sente um idiota, um charlatão. Fica com vontade de afastar-se de tudo o que é falso, seja algo inocente e inofensivamente falso ou algo mais sério; como seu casamento. Isso aconteceu comigo.”

Adam é misterioso e apesar da carga que ele carrega, dos problemas que o acometeram no passado, ele é um ser único, cativante, divertido, com um senso de humor admirável.

Adam estava prestes a cometer suicido quando conheceu Christine que conseguiu chegar a tempo de impedi-lo de cometer tal delito contra si mesmo. Mas não pense que foi só isso, Adam ainda não está salvo por “completo”, agora eles possuem um trato, e ela terá que se esforçar para provar para ele que a vida vale a pena e que todas as dores e problemas podem sim ser superados. Mas será que todos os seus esforços darão certo?

"A vida é uma série de momentos e momentos sempre mudam, assim como pensamentos, negativos ou positivos."

Ao longo do livro conheceremos mais de cada um e suas histórias. Aprendendo que julgar não deveria ser uma opção, mas que a compreensão e pequenos gestos fazem sim toda a diferença em uma vida. Também somos capazes de ver o quanto, pequenos momentos, pequenos gestos mesmo que pareçam insignificantes aos nossos olhos, pode ser a salvação para outro alguém. E em minha opinião uma das lições mais valiosas, aprendemos como recuperar o amor próprio, o amor pela vida e descobrir como se apaixonar pela vontade de se viver a cada dia.

"E, às vezes, quando você testemunha um milagre, passa a acreditar que tudo é possível."

Mesmo sendo uma história delicada, abordada de maneira sutil, com um misto delicioso de romance, amadurecimento, cenas hilárias e muitas cenas divertidas, com personagens bem construídos e um enredo fascinante abordando um assunto tão complexo quanto o suicídio, somos sugados para o meio de uma trama repleta de emoções e reflexões valiosas para se levar a vida inteira.

O livro está lindo, a capa é fofa, a diagramação simples e linda, a fonte da escrita é grande e bonita, eu amei os destalhes do livro, além claro de todo o carinho que a editora dedica a seus parceiros sempre, como com essa velinha linda que recebemos junto com o livro.





Ainda que este não seja meu livro preferido da autora, eu recomendo sim, se não conseguir ler de primeira, de mais uma chance a obra, você pode acabar se surpreendendo assim como eu.

Até a próxima! Bye.
Image and video hosting by TinyPic

Um comentário

  1. Gente, eu acabei de ler e resenhar esse livro e sai por ai via skoob vendo as resenhas... Ainda não achei uma negativa. Concordo com tudo o que você disse, a Cecelia foi ótima nesse livro, misturou humor, realidade e o improvável para contar uma história com um tema delicado como o suicídio.

    Adorei sua resenha concordo com cada palavra!

    Eu amei esse livro. Achei que a Cecelia misturou o real com o improvável de forma magistral, dos 3 livros dela que li esse foi o melhor. Adorei como ela começa cada capitulo, como a Christine é altruísta e humana. Amei o Adan, ri e chorei porque não sou de economizar lagrimas e sorrisos. O livro me arrebatou, adorei sua resenha!

    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por