Dominados


Sinopse: Dominados - Laura Diniz está concorrendo a um cargo na diretoria da Construtora Marcos Delacox. Henrique Farias também. Laura Diniz é orgulhosa, ambiciosa, poderosa e viciada em desafios. Henrique Farias também. Laura Diniz é uma dominatrix fatal. Henrique Farias é um dominador intenso. O JOGO DE PODER E SEDUÇÃO SÓ ESTÁ COMEÇANDO... 
❤ SKOOB ❤ AMAZON ❤ FÍSICO 






Sabe aqueles livros que não sabemos como resenhar? O tipo de livro que não conseguimos descrever o quanto são fantásticos? Dominados é este livro.

DOMINADOS é intenso em todo o sentido literal da palavra. É o tipo de livro que tem um enredo forte, com muitas emoções conflitantes, que sacode, que surpreende, que suga, seduz, fascina, que nos deixa com os pelos dos braços arrepiados e coração palpitando como se fosse ser arrancado do peito. Um livro que não vem apenas no intuído de entreter, ele vem para deixar ensinamentos e nos mostrar que para conhecer verdadeiramente uma pessoa é preciso conseguir enxergar por trás de sua mascara habitual.

Laura Diniz é o tipo de personagem feminina que quase não temos o prazer de encontrar por ai. Forte, destemida, determinada, guerreira é uma mulher que sabe o quer e que luta por isso com todas as suas forças. E em contra partida, uma personagem misteriosa, que ainda que de modo imperceptível em alguns momentos nos dá um vislumbre de certa vulnerabilidade e insegurança. Uma Dominatrix isso mesmo minha gente, com direito até a um submisso exclusivo e muito bem mandado, ela gosta de ter controle sobre sua vida pessoal, gosta da segurança de estar no comando e isso se reflete em todos os aspectos de sua vida. Preciso mencionar o quanto fiquei surpreendida e encantada por encontrar uma personagem principal negra, que nasceu pobre, que sofreu preconceito, mas que venceu, se superou, foi à luta e se tornou uma das melhores profissionais em sua área e ainda por cima cria sua irmã rebelde como se fosse sua filha?

"Eu sabia o valor da vida. Só sabe disso quem a perdeu, e foi o que me aconteceu: perdi a minha própria vida inúmeras vezes, e continuei viva."

Henrique Farias é um homem inteligente, que sabe o que quer, que quebra o estereótipo de personagem erótico que vem com a bagagem de um passado cheio de dramas. Ele é um homem com boa base familiar, que não tem medo de ir a luta e se esforçar para sempre estar se superando. Lindo, forte e humano, ele cativa. Um dominador natural, algo que está nele, não algo que ele se impôs para se proteger, ele apenas é e pronto. Com uma personalidade marcante e sedutora.

"Eu não funciono direito gostando de alguém, Laura. Por isso que evito ao máximo. Sou muito egoísta, não consigo não estar sempre no topo, sempre no comando. É a minha personalidade".

Ambos são iguais e ao mesmo tempo completamente diferentes. Dominadores natos, fortes, teimosos, orgulhosos e que jamais aceitam perder. E que se pegam presos em meio a uma confusão sem tamanho, tendo que disputar por uma importante vaga na empresa em que trabalham, trabalhando lado a lado.

Agora me explica como duas cabeças duras desse tipo farão para conviver sem se matarem? É uma constate disputa pelo poder, é um verdadeiro duelo de gigantes. E é ai que a verdadeira história começa a se desenrolar.

Uma disputa profissional. Uma aposta ousada. E um constante ponto de interrogação, quem será o vencedor?

Conforme vamos lendo a obra, passamos a ter vislumbres de quem realmente é Laura Diniz, o que a levou a agir da maneira como ela age. Seu passado é aterrorizante e doloroso, sua história é marcada por acontecimentos terríveis que nos mostra que toda a casca durona é na verdade um meio de defesa, a maneira como ela conseguiu se proteger e seguir em frente, independente de ser certo ou errado.

''Muita gente falava, gritava, bebia, dançava e se divertia como se não existisse amanhã. E talvez o amanhã não existisse para ninguém. Ou para algumas pessoas. Ou para mim. Em contrapartida, talvez existisse para todo mundo. É a grande dúvida do ser humano: não sabemos o que vai nos acontecer. Por mais que tentássemos controlar as coisas, nada, de fato, está sob nosso controle. ''

Laura me assustou em muitos momentos da trama, me deixou com raiva, com vontade de socá-la, de chegar ao ponto de torcer para que ela perdesse e fosse posta em seu devido lugar, mas conforme fui desvendando mais dela e a maneira como somos capazes de ver seu amadurecimento e crescimento ao longo da trama é fantástico. Laura na verdade é apenas uma mulher que precisava se dar uma nova chance, que precisava arrancar até o último caco do seu coração quebrado e permitir que ele se curasse e cicatrizasse verdadeiramente. Uma mulher que buscava por compreensão.

"Não me arrependo de ter dito a verdade. Ninguém deveria se arrepender de ser sincera."

Henrique é o personagem que cativa de cara, ele é um homem tão forte, intenso, humano, com um coração imenso. Sábio e exatamente o que Laura precisava para que fosse curada. Um homem que não baixasse a cabeça para seus caprichos, que não aceitasse suas merdas e sempre disposto a bater de frente com ela e fazer com que ela mesma se questionasse, se avaliasse, se criticasse e assim encontrasse em si mesma, o que falta para voltar a ser feliz.

As cenas entre os dois são sempre impecáveis, as conversas, a maneira como precisam trabalhar lado a lado e aprender a conviver, Henrique foi guerreiro, porque o mulherzinha difícil, mas no final você descobre que a vitória não está em quem realmente ganhou a vaga e sim em tudo que aprenderam durante a batalha. As cenas eróticas foram... Não encontro uma palavra exata para descrevê-las, foi tentar sensacional, mas é ainda mais que isso.

DOMINADOS surpreende por ser um livro sobre romance BDSM, erótico e que tem muito conteúdo, personagens bem construídos, enredo bem fundamentado, cenários detalhados, diálogos ricos, com tudo na medida perfeita, é sagaz, sarcástico, divertido, ousado e quente.

Apesar de ser um livro grande, a leitura foi extremamente rápida, o que prova o quanto a escrita da autora é fluida e envolvente. Mila Wander me surpreendeu muito com este belo romance, e provou que merece o título de uma das melhores autoras nacionais deste país. Nenhuma obra dela é igual à outra e falo isso porque já li Despedida de Solteira e o Safado do 105 e por mais que queira compará-los é impossível encontrar semelhanças.

Então se você curte um romance com cenas eróticas, que trate muito além apenas dos termos físicos, com grande teor emocional esta obra foi escrita para você. Leia sem medo.

Até a próxima! Bye.
Image and video hosting by TinyPic

3 Comentários

  1. Omg, que lindo! Fiquei muito honrada, Bia!
    Obrigada, de coração!

    Adorei sua resenha e adorei mais ainda saber que curtiu a leitura! <3
    Um beijo bem grande!!!! VALEU!!!

    ResponderExcluir
  2. A Mila é demais mesmo... Sou fã dela a cada livro me surpreendo mais...

    ResponderExcluir
  3. Eu conheci seu trabalho através do Safado do 105! Amei! Sou sua mais nova leitora fiel!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...