Séries : 1ª Temporada de Reign ( Reinado)

14 novembro 2015



Alguém já ouviu falar de Mary, a Rainha da Escócia?

 A série descreve a história de Mary Stuart da Escócia e seu caminho até o poder, iniciando com sua chegada à França com 15 anos e seu noivado com o Príncipe Francis. Acompanhada de suas três melhores amigas, Mary precisa sobreviver às intrigas, inimigos e forças obscuras que tomam conta da corte francesa.

Presta atenção nesses figuros! Oh, God!

Depois de The Tudors, esta é minha série favorita do gênero. Não é surpresa para ninguém que sou extremamente apaixonada por História, principalmente, de pessoas tão intrigante como Mary e Rei Henry da França.

A Warner tem o poder mágico de criar histórias que te fazem ficar louca.


Com seis anos de idade, Mary ganhou seu direito legítimo ao trono, após seu pai Jaime V falecer. A mão de Mary foi prometida ao filho de Henrique VIII – o famoso The Tudors. Mas o parlamento não apoiou a ideia. Com isso, a guerra entre os dois países era constante.

Para salvar Mary das ameaças dos ingleses, sua mãe Marie de Guises, a levou para a França com a promessa de casamento com o filho do Rei Henry II, Francis.

Quando Mary completa 15 anos e já tem idade para se casar, ela é levada do convento para a corte para conviver com os cuidados de Catarina de Médice, a esposa do Rei Henry. E vou te contar uma coisa, se eu tivesse uma sogra como essa mulher (risos eternos) eu largaria minha coroa, fugiria da França e dava um pé na bunda do príncipe Francis. A mulher é pior que o capeta, embora muitas vezes, eu senti compaixão por ela, mas foi bem pouco, que fique claro.



Disputas políticas, religiosas, traições e muita confusão lhe aguardam nesse seriado.

No meio disso tudo, há uma coisa que me balançou um pouco. Várias e várias vezes eu torci para que Bash, o filho bastardo do Rei ficasse com Mary, mas como todos sabem da história, não é nenhum spoiler, é claro que Mary se casa com Francis. Só que eu não acho que ele seja um homem com H maiúsculo, entende?

No meio de toda disputa, corações partidos, intrigas... Mary também seria herdeira legitima do trono inglês. E o Rei Henry quer porque quer, que Mary assuma o trono após a morte de Maria I, filha do casamento católico de Henrique VIII. Mas, como nem tudo são flores, ao invés disso quem assume é a famosa Elizabeth I, irmã de Maria I porém do casamento protestante de Henrique e Ana Bolena, tão conhecida quanto Mary a Rainha branca da Escócia.

Não quero prolongar muito, mas ressalto que a série é muito bem planejada, com atores incríveis e apaixonantes que farão vocês suspirarem e desejarem ter vivido naquela época. Bom, parando para pensar, acho que não ( risos). Eu certamente teria minha cabeça decapitada pelo Rei se eu dissesse que ele é um zé mané. Vai por mim, o Rei Henry se acha o fodão, e eu acho isso um porre, principalmente quando ele surta e começa a dar uma de sadomasoquista. Christian Grey acharia isso um despautério. ( Espero que ele nunca saiba kkkk ).
Na Foto, Rei Henry dando uma de fodão em cima de uma das servas. Ele cismou que ela é sua Rainha, pra verem o nível de loucura do cara ( risos eternos)

Finalizando, eu amei a série. Já estou começando a segunda temporada. Como eu sei como a história termina ( porque eu fiz minha lição de casa no colégio rsrs), meu coração tá apertadinho. Não vou falar o que é, pois seria um mega Spoiler. Vejo vocês na 2 Temporada de, Reign.


Beijos,


 

Um comentário

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por