[COLUNA LITERÁRIA] #DesafioHistóricoseEu - Segunda Meta

17 fevereiro 2016


Oi gente linda! Tudo bem com vocês?


Eu estou ótima, e muito feliz por ter lido um livro delícia como Entre o Amor e a Vingança. E esse foi meu segundo tópico do #DesafioHistóricoseEu : Ler um livro histórico com a temática casamento.


Venha conferir de pertinho...



ENTRE O AMOR E A VINGANÇA - Sarah MacLean


Sinopse: O que um canalha quer, um canalha consegue... Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury. Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres. Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança – o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles……até mesmo seu coração.
 SKOOB ❤ AMAZON ❤ COMPARE&COMPRE 

Ai, você que não leu, vai pensar: “Mas é sobre casamento?” Todo mundo sabe que geralmente os livros históricos terminam com um casamento feliz. A mocinha e mocinhos felizes da vida. Mas temos vários livros que o casamento de conveniência faz parte do pano de fundo da história.

E o casamento de conveniência é, sim, a premissa desse livro, junto com a vingança. Aliás, uma coisa é complemento da outra: se não tiver casamento, não tem vingança, e se não tiver vingança, não teria casamento. Mas bora começar do começo!

 Michael Bourne herdou o título de marquês aos 16 anos, e sua vida começou a desmoronar. Aos 21 anos, perdeu tudo! Todas as propriedades, bens, dinheiro, tudo em um jogo de cartas. O cara saiu somente com a roupa do corpo, uma moeda e a promessa de vingança!
Após anos, Bourne é conhecido como um ex nobre, que saiu da sociedade, e se juntou a turma do entretenimento, sendo um dos sócios do cassino, ou casa de jogos, mais famosa de Londres, o Anjo Caído! Todo mundo sabe que Bourne é louco para colocar as mãos nas terras de Falconwell, sua antiga propriedade. E é exatamente o que o pai de Penélope anunciou que colocaria no dote de sua filha.


“Eu jamais… jamais… irei me casar com alguém como você. Você se esqueceu de tudo o que foi? De tudo o que você poderia ter sido? Parece ter sido criado por lobos.”

Penélope está em sua oitava temporada, e foi vítima de um rompimento de um noivado em sua primeira, e ela virou da mais cobiçada moça, a solteirona que os rapazes procuravam pelo seu dote. Ela sempre disse não a eles. Ela queria mais do que um casamento de conveniência e um noivo interesseiro. Mas quem pareceu? Seu amigo de infância Michael, marquês de Bourne.

Ele a “sequestrou” e intimou: O casamento ou a ruina sua e de sua família! A escolha foi clara para Penélope. Michael não era o mesmo rapaz que conheceu no passado. Esse cara se tornou Bourne, um homem sombrio, atormentado, e querendo vingança de todas as formas, mesmo que nisso, sacrifique a felicidade dela.

Penélope, como todas as mocinhas de época é obrigada a seguir convenções, a fazer escolhas pensando na família, mas mesmo assim, sendo obrigada a um casamento sem amor, sem carinho, sem nada do que sonhava em um casamento, ela ainda via o lado bom da coisa. Ela poderia ter aventura, ela poderia viver.


“Foi parte do nosso acordo. Você me prometeu na noite em que concordei me casar com você. Disse-me que eu poderia ter a vida que quisesse, as aventuras que desejasse. Você me prometeu que me permitiria explorar, que assumir o título maculado de marquesa de Bourne poderia arruinar minha reputação, mas me daria o mundo.”


Tive muita raiva de Bourne e confesso que livros que contém vingança como contexto nunca me agrada, porque sempre todas as partes saem ferida! Não é diferente nesse livro. Ele magoou pessoas, e mesmo fazendo algumas concessões, seu objetivo de vida era fazer o mal. Porém, mesmo com todas essas coisas que poderiam tirar o brilho do livro para mim, foi o que mais me emocionou! Não é fácil deixar suas frustrações, mágoas, e ressentimentos para trás, mas com o amor podemos tudo e qualquer coisa!

É tão gostoso de ler, apesar da vingança pairar no ar, o livro é leve e divertido – do jeito que adoro! E a escrita dessa autora é tão fluída, que você não para de ler um minuto apenas. Já tinha lido um romance anterior dela, e posso garantir para amantes dos romances épicos, que ler Sarah Maclean é obrigatório e super satisfatório!!!

Sem contar como é delicioso perceber e ver o amadurecimento e envolvimento dos personagens! Super recomendo!


Todos os livros da série Clube dos canalhas, já foram todos lançados pela Editora Gutenberg. Cada livro tem protagonistas diferentes e devem serem lidos na ordem de publicação, porque pode conter spoilers do casal anterior.



Gostaram? Já estou me preparando para a terceira meta, ansiosa para mostrar para vocês qual foi minha escolha.

Agora me contem, qual livro escolheram para cumprir o segundo desafio?

Não conhece o #DesafioHistóricoseEu?

Então clique AQUI e confira as regras e como participar.
Para conferir a primeira meta cumprida clique AQUI.

Até a próxima! Bye.


Um comentário

  1. Li todos os livros da série, terminei "Nunca Julgue uma Dama pela Aparência" ontem amei todos os livros, mas como você tenho ressalvas por muitos personagens. Bourne com certeza é um deles, também tive muita raiva da Mara em mais da metade do livro por acreditar que ela tinha senso de justiça distorcido, mas ai nos cinco últimos capítulos ela ganha totalmente meu coração. Assim só posso dizer que me apaixonei pela séria e que a Sarah ganhou um cantinho no meu coração junto com a Julia Quinn e a Lisa Kleypas!

    ResponderExcluir

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por