Inspiração, Série Inspiração, Vol. 1 - Gisele Souza


Sinopse: Para Layla Bonatti, não havia pessoa mais importante do que o seu irmão, Lucas. Após sucessivas perdas, tomou a responsabilidade de criá-lo como um filho e teve que deixar de lado seus sonhos, anulando a própria vida para que pudesse educá-lo da melhor maneira. De suas paixões perdidas, apenas uma lhe restou: a música. Com ela deixava que seus sentimentos transbordassem em forma de canção. Mesmo depois de anos, o medo de perder alguém que amava ainda assombrava seu coração, assim decidiu não se envolver com ninguém. Porém, ela não contava com as surpresas do destino: um amor que abalaria suas convicções, um desejo irresistível capaz de desmoronar suas barreiras. Com o fantasma do passado ainda presente, Layla terá que lutar com seus medos para poder viver integralmente esse sentimento. Será que, apesar de toda a dor, poderá finalmente abrir o seu coração para um intenso romance?

 SKOOB  FANPAGE  AMAZON  CHARME 
(...)Você é minha inspiração. Acho que cada um tem a sua

Inspiração é um livro intenso, forte e envolvente. É impossível lê-lo sem se emocionar e ficar com o coração acelerado. Com personagens bem construídos, um enredo arrebatador e uma trama de tirar o fôlego, somos sugados pela imperfeição perfeita de um romance, com uma pitada de drama, deslumbrante.

Todos sonhamos em viver um amor que possa ser capaz de derrubar todas as nossas barreiras e inseguranças. Um amor que nos transporte para um universo paralelo, que devolva esperanças e que sirva como apoio e alicerce. Aquele tipo de amor que é capaz de enxergar além do que apenas estamos dispostos a deixar transparecer. Que nos toque a alma. Mas, todos também sabemos que a caminhada até encontrá-lo não é fácil e que nem todos são presenteados com a chance de encontrá-lo.

Quantos muros você tem erguido ao seu redor? O muro do medo? O muro da dúvida? O muro da autodepreciação? O muro da culpa? O muro da insegurança? O muro da anulação? O muro do comodismo? O muro da rotina? O muro do nunca mais vou me machucar? Pois é, e não pense que com o passar dos anos e das responsabilidades esses muros vão sendo derrubados, muito pelo contrário, eles só aumentam. Tendem a nos deixar ainda mais trancafiados e aprisionados.

Layla é uma mulher que precisou aprender a driblar as dificuldades, se esquivar das pedras e seguir em frente mesmo após sofrer grandes rasteiras da vida. Aos 27 anos, ela é uma mulher guerreira, determinada, inteligente e de personalidade forte. Responsável por criar o irmão mais novo e colocá-lo no caminho do bem, oferecendo a ele o melhor, na medida do possível, o amor incondicional que ela tem por ele é digno e de nos deixar com lágrimas nos olhos. E para isso ela não mede esforços, se desdobra em dois empregos e se preocupa sempre em apoiá-lo e incentivá-lo. Ela o quer feliz e realizado, e esta aparentemente é sua principal meta na vida. Outra característica da personagem é que a medida que ela faz de tudo pelo irmão e pelos amigos, ela se anula. Layla mesmo sem querer se coloca em segundo plano, tende sempre a se anular e deixar de lado. Ela não consegue enxergar isso, para ela tudo bem, desde que as pessoas a sua volta estejam felizes.

''Mas aí está o problema, você não acredita em si mesma. Luta por todos a sua volta, porém se acostumou demais a se anular.”

Bruno é médico, um homem devoto a sua família, lindo, responsável, com um coração generoso, mas nosso amado galã também é um tantinho arrogante e pretensioso. Mas, calma isso ocorre apenas no inicio, é nítido o quanto o personagem amadurece e se transforma com o desenrolar da trama. Deixando de ser apenas o Dr. Delicia e passando a ser o homem certo, com atitudes mais altruístas e força para devolver a chama da vida e esperança, para aquela que ele tanto aprende a amar.

"Eu não sou convencido, Anjo. É que os fatos não mentem, com a altura dos seus gritos de prazer dá pra saber que eu sou muito bom de cama".

Layla e Bruno tem tudo para dar certo, mas também tem tudo para dar errado. Bruno fica hipnotizado pela voz de Layla, assim que a escuta cantar no bar onde trabalha, o momento é tão intenso e devastador, fazendo com que ele sinta, como se ela estivesse cantando apenas para ele. A atração entre eles é enérgica, alucinante, eles são sugados em direção ao outro como imãs, claro que a intensidade assusta a ambos.

''Ao seu lado me libertei e pude conhecer a mim mesma. Tive a chance de me amar. Você é minha inspiração. Acho que cada um tem a sua.''

Bruno é um mulherengo, no principio ele pensa apenas que pode ser atração esse sentimento, mas ele vai descobrindo que não, que Layla é diferente de todas as outras, que ela é especial. Layla não quer se envolver, ela não consegue se imaginar perdendo mais alguém na vida, sabe que se isso acontecer não será capaz de se levantar novamente. Mas, por mais que ambos lutem contra, é impossível resistir. Sim meus caros leitores, quando o amor chega (estou falando do amor verdadeiro, daquele que pouco encontramos hoje), não se tem muito que se fazer, a não ser, se render e deixar que a vida siga seu curso.

"Eu tenho um pequeno problema. Quando quero uma mulher, eu a tenho. Não importa quanto tempo demore, e enquanto você estava naquele palco, tão linda, decidi que você ia ser minha.”
 “Querido, senta e espera.”

Inspiração sem trocadilho nenhum é um livro inspirador sobre a vida, escolhas e caminhos que se entrelaçam pelo destino. Um livro que nos mostra que sim, todos podemos ter um momento de fraqueza, que tudo bem dividir o fardo às vezes. Um livro sobre recomeços, relações familiares e claro muito amor.

Não posso deixar de falar sobre como é apaixonante ver, que as histórias dos personagens secundários não passam despercebidas. A autora tomou cuidado para deixar tudo redondinho e entrelaçado, nos atiçando a querer saber mais sobre cada detalhe e próximos lançamentos.

Uma salva de palmas para a playlist. Gente! Linda é pouco para descrever.

Gisele Souza, sempre me impressiona por sua sensibilidade e maneira leve de escrever e tratar assuntos muitas vezes tidos como tabu. Ela se envolve com as palavras e quando leio sinto como se ela estivesse ali narrando cada fato, derramando cada sentimento.

Então, é isso. Sem mais delongas vou me despedir por aqui. LEIAM o livro e se apaixonem, vale muito a penas mesmo.

Até a próxima! Bye.

2 Comentários

  1. Resenha perfeita!!!

    Estou mais ansiosa ainda por ler esse livor *-*

    parabéns :)

    Beijos
    Ana Salamoni

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...