[RESENHA] Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar – Trilogia Os Números do Amor, Vol. 1 – Sarah MacLean / Editora Arqueiro

08 junho 2016





Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar – Trilogia Os Números do Amor, Vol. 1 – Sarah MacLean

Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.
Livro cortesia da editora parceira.

SKOOB AMAZON COMPARE&COMPRE

O amor é um sentimento complicado, não é como se pudéssemos descrevê-lo ou explicá-lo. Para mim, ele é um sentimento que nasce com a convivência, com o tempo, à medida que desvendamos o outro, que passamos a admirá-lo, respeitá-lo, que passamos a confiar e não ser mais capaz de imaginar sua vida longe da pessoa em questão. Porque apenas o pensamento desta hipótese o fere. E pela primeira vez, encontrei exatamente este sentimento, explanado nas páginas de um livro.

 Lady Calpúrnia, ou Callie, para os mais próximos é a filha mais velha de um Conde, foi criada com esmero e rigidez para que se transformasse em um exemplo de conduta perfeita, aos olhos da sociedade. Entretanto, nem mesmo sua impecável reputação que é capaz de causar inveja a um santo e bons modos foram capaz de lhe conseguir um matrimônio. Aos 28 anos, dez anos após sua apresentação oficial, ela é considerada uma solteirona. Tida como feia e fora dos padrões de beleza, fizeram com que ela passasse anos sendo ignorada, deixada de lado sem receber convites para dançar, com propostas de casamento odiosas, feitas apenas por aqueles que se interessavam por seu dote, sendo passiva. Porém, Callie está cansada de ser passiva, ela deixou de ser a menina deslumbrada e está determinada a viver, a ter experiências que façam sua vida valer a pena, algo que a faça se sentir livre pela primeira vez. É então, que com a ajuda indireta de seu irmão, ela lista nove desafios, itens que deseja cumprir, nem que para isso precise manchar sua reputação. Determinada ela parte em busca de sua felicidade e realização, buscando cumprir o primeiro item que irá lhe oferecer coragem o suficiente para seguir em frente com sua lista ousada. Beijar... Apaixonadamente, não qualquer pessoa, mas sim, o maior libertino de Londres, o único homem que ela sempre sonhou em beijar, aquele que roubou seu coração no passado Gabriel, o marquês de Ralston.
"A aventura faz valer a pena a experiência decepcionante."

Gabriel St. John, ou Marquês de Ralston, é um sedutor e famoso libertino. Um homem sagaz, atrevido que não acredita no amor, já que nunca o presenciou e o pouco que presenciou o fez acreditar que amor trás devastação. Rico, solteiro e lindo, Gabriel sempre atrai muita atenção da sociedade, atenção essa nem sempre positiva.  Com a inesperada notícia que possui uma irmã mais nova, agora ele precisa inseri-la na sociedade e conseguir com que ela seja aceita. E para isso irá precisar da ajuda de uma Patrona, que venha a ser um exemplo a ser seguido, com uma reputação imaculada, e a resposta bate em sua porta de maneira inesperada e com um pedido ousado... Lady Calpúrnia.

“— É um jogo perigoso o que você joga, sua atrevida. E sou um oponente formidável.”

Callie é tão doce, inteligente e vibrante que mesmo quando ela se descreve como sem graça, eu não conseguia imaginá-la assim. Ela passou tanto tempo acreditando ser inferior, ser merecedora das críticas, que mesmo que lhe doa que as pessoas a menosprezem, ela não se defende. Ela se cala. Porém, ela é a heroína da história. Callie é cheia de vida, de sonhos, uma romântica incurável e quando decidi tomar o controle de si mesma e partir em busca de descobrir quem realmente é, ela se torna grande, aventureira, atrevida e corajosa. Eu vibrei com cada conquista, com cada item que era riscado de sua lista e me deslumbrei com o modo como Callie amadurecia, evoluía e se tornava mais bela. Gabriel é ousado, desafiador e em muitos momentos irritante, mas possui um coração grande, uma alma gentil. Ele é o gatilho que faltava para Callie, ele a provoca, a desafia, instiga, enfurece, mas ao mesmo tempo protege, cuida e passa a se deslumbrar com a maneira como ela se empertiga toda e vai atrás do que quer. A premissa do livro deveria ser: A beleza está nos olhos de quem vê, pois à medida que Gabriel, passa a enxergar Callie com os olhos do coração, com os olhos de admiração, respeito e carinho, tudo muda. A pequena sem graça se transforma na linda e atrevida jovem fascinante. Foi maravilhoso acompanhar o crescimento do amor, a maneira como ocorreu à aproximação, a forma como a cada item cumprido, mais próximos um do outro ficavam.

“O amor não é unilateral e egoísta. É pleno e generoso, e modifica a vida da melhor maneira possível. O não destrói. Ele cria.”

NOVE REGRAS A IGNORAR ANTES DE SE APAIXONAR é uma leitura avassaladora. Capaz de arrebatar seu coração e te deixar com um sentimento imenso de saudade quando se chega ao fim. Uma história de amor, determinação, força e descoberta da verdadeira beleza. A autora foi brilhante em seu posicionamento, na forma como trabalhou uma sociedade preconceituosa e personagens tão irreverentes. Com uma escrita fluída, um enredo envolvente, uma trama viciante é impossível não se sentir arrebatado por esta obra, que é puro romance, diversão e amadurecimento. Assim como, ficou difícil controlar a ansiedade pelos próximos volumes da série que estão por vir.



Se recomendo a obra? Acho que ficou bem claro meu posicionamento. SIM, não só recomendo, como deveria ser leitura obrigatória a todos os amantes do gênero, e para todos aqueles que ainda não tiveram coragem de se aventurar pelos romances de época. Amei e favoritei.

Sobre a trilogia:


Dez Formas de Fazer um Coração Derreter – Contará a história de Nick, irmão de Gabriel.

Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir – Contará a história de Juliana, irmã de Gabriel. (Alguém arrisca um palpite de quem seja o felizardo).

Apesar de cada obra narrar a história de um casal diferente, recomendo que os leia em sequencia, já que os personagens estão interligados. Assim terá um melhor aproveitamento da leitura.


Até a próxima! Bye.


Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por