[RESENHA] Segredos de Uma Noite de Verão, Série Quatro Estações do Amor, Vol. 1 - Lisa Kleypas / Editora Arqueiro

12 julho 2016




Segredos de Uma Noite de Verão, Série Quatro Estações do Amor, Vol. 1 - Lisa Kleypas

Sinopse: Primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, esta é uma emocionante história de uma jovem que sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar. Lisa Kleypas é autora da série Os Hathaways, com mais de cem mil exemplares vendidos no Brasil. Seus livros já foram traduzidos para 28 idiomas. Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar. Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle. No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso.
 SKOOB ❤ AMAZON ❤ COMPARE&COMPRE 
Definitivamente personagens com o nome de Simon deveriam vir com um sinal de alerta, RISCO DE SE APAIXONAR perdidamente.

Annabelle está em sua quarta temporada e a essa altura já sente o fantasma da solteirice a rondar. Após a morte de seu pai, a situação financeira de sua família tem entrado em um estado alarmante, sua única esperança é conseguir um bom casamento, de preferência com um nobre da aristocracia, porém ela não possui nenhum dote. Por ser uma jovem de beleza admirável propostas indecorosas não lhe faltam, mas Annabelle se recusa a aceitar qualquer uma, mesmo que esteja ficando desesperada. Cansada de ficar a margem dos salões nos bailes, Annabelle nota que não é a única na mesma situação e movida pela necessidade se aproxima das outras três jovens, o que não esperava é que as jovens fossem tão interessantes e que juntas criariam uma grande amizade. Eis que nasce as Flores Secas, um grupo determinado e unido para ajudar umas as outras a conquistarem seus casamentos.

“ O amor era um luxo que nunca havia se permitido sentir esperanças de ter, algo claramente supérfluo uma vez que a sua sobrevivência estava sempre em pauta.”

Simon Hunt é um emergente, um industrial, empreendedor com um timing perfeito para os negócios. Filho de açougueiros, conquistou sua fortuna trabalhando e por não possuir títulos, não é visto com bons olhos, perante a sociedade e muito menos tido como um bom partido para as jovens debutantes. Um homem de aparência rústica, bela, forte, sarcástico e determinado, Simon não se importa com o que pensam sobre ele. Porém, existe uma jovem que o tenta além da razão... Annabelle, aquela que despertou nele um desejo indomável e que jamais foi capaz de esquecer. O problema é que ela jamais o verá como um potencial pretendente, entretanto sua vida está em declínio e ele poderá se tornar sua única opção.

“— Me deixe mimá-la. Me deixe tomar conta de você. Você nunca teve em quem se apoiar, teve? Eu tenho ombros fortes Annabelle.”

Ao longo da trama, temi que ambos os personagens falassem, ou se comportassem de maneira que não conseguiria perdoar depois. Já que ambos são teimosos, orgulhosos e donos de personalidades fortes. Annabelle me irritou profundamente, com uma postura toda birrenta e cheia de cinismo ela prefere seguir sofrendo e se ater a julgamentos descabidos, ao invés de tentar enxergar o outro lado da história, entretanto com o passar das páginas e à medida que a conheci melhor, compreendi seu posicionamento e inseguranças. Se pararmos para analisar a época em que vivia, tudo que estava passando e precisando enfrentar é difícil se imaginar tomando decisões contrárias a dela. Já Simon, sofreu tanto com os que se dizem nobres, e as malditas convenções sociais que está se tornando um semelhante, usando dos mesmo julgamentos e acusações. E como ocorreu com Annabelle, eu também o compreendi, ainda que isso não tenha amenizado vinha vontade de bater em ambos.

"Era uma lei da natureza, só os mais fortes sobreviviam, e os mais fracos deveriam ficar fora do seu caminho."

Definitivamente Lisa Kleypas tornou-se uma de minhas autoras preferidas da vida. O que mais me chamou a atenção neste livro, foi à leveza de seu enredo. O fato de a autora ter apresentado quatro jovens totalmente opostas, mas que ainda assim encontram um equilíbrio perfeito entre elas e criaram uma amizade sólida e verdadeira. Além, de apresentar jovens irreverentes e fortes. Que estão excluídas da sociedade não por serem consideradas feias, tímidas e sem graça, mas sim por serem ousadas e inteligentes, uma com grande dificuldade financeira, outra por sua gagueira e duas jovens criadas fora dos padrões esperados. A autora foi sábia na criação do enredo, trazendo a tona à importância que se dava e ainda se dá as aparências e o status social. Assim como dar ênfase no crescimento da classe burguesa em contrapartida com o declínio da aristocracia londrina, mostrando que um título sozinho não garante fortuna eterna.

Fui totalmente arrebatada pela obra, me senti envolvida pela trama desde o início e li em apenas um dia. Foi maravilhoso acompanhar a construção do romance e a maneira como ambos lutavam para se repelir, e quanto mais tentavam se afastar, mais firme o sentimento se enraizava. Assim como foi bonito acompanhar todo o processo de amadurecimento e crescimento dos personagens, eles tiveram que enfrentar muitos obstáculos, se reinventar, se moldar a uma nova realidade e isso me cativou. O final me levou a lágrimas, jamais imaginei que a autora fosse trazer aquele toque de intensidade e fiquei com o coração na mão, por isso digo, Lisa tem uma capacidade imensa de nos tocar, envolver e conquistar.



Abordando temas como amizade, superação, recomeços, abuso e amor, Lisa Kleypas nos levou por uma montanha russa de emoções. Com uma escrita irreverente, divertida e fluída SEGREDOS DE UMA NOITE DE VERÃO é uma leitura deliciosa e fácil, que me deixou ansiando por muito mais e louca para ler o próximo livro da série. Podem me julgar, mas gostei mais de Simon e Annabelle do que Cam e Amelia, do livro Desejo à Meia-Noite, ainda que ame essa série da autora também.

Quanto à capa só posso dizer LINDA, amei. Mais uma vez a Editora Arqueiro fez um excelente trabalho na diagramação da obra, simples e delicada.

Sobre a série:



1 – Segredos de Uma Noite de Verão
2 – Era Uma Vez no Outono
3 – Pecados no Inverno
4 – Escândalos na Primavera


Apesar de cada livro ser protagonizado por um casal diferente, e você poder lê-los de modo independente, eu recomendo que os leia em sequencia para melhor aproveitamento da série.

Até a próxima! Bye.

4 comentários

  1. Oi Bia, deveria vir mesmo com uma aviso kkkkk adorei!
    Já tinha visto algumas resenhas que me fizeram querer ler esse livro, a sua está muito bem escrita e só reforçou a minha vontade de ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Pri. Eu sou totalmente suspeita para falar né? Mas, amei. Super recomendo. Acho que você irá se apaixonar também. Beijooos e obrigada pelo carinho.

      Excluir
  2. Oi Bia, Lisa é realmente ótima né, tô tentando ler tudo que for ou foi lançado dela, por que eu realmente acho linda a maioria de sua histórias, já li os Hathaways, A Protegida e dois livros dessa série, todos lindos rsr. Vi algumas resenhas de pessoas que não gostaram de Annabelle e por consequência do livro, mas eu consegui entendê-la e Simon compensa tudo, vc tem toda razão sobre o aviso do nome Simon rsrs. Amei sua resenha <3 ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii... Simmm, também vi várias pessoas reclamando dela, mas mesmo tendo ficado irritada com ela, a compreendi. Penso na época, no contexto e com o decorrer da história e seu amadurecimento acabei me encantando. No final, acabei acaindo de amores total pelo livro. Beijos.

      Excluir

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por