[RESENHA] Quando o Amor Bater à Sua Porta – Samanta Holtz / Editora Arqueiro.





QUANDO O AMOR BATER À SUA PORTA, Você vai deixá-lo entrar? - Samanta Holtz

Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.
* Cortesia enviada pela editora parceira. 
 SKOOB  AMAZON  COMPARE&COMPRE 


Foi impossível não me sentir inspirada e arrebatada para o meio de uma jornada em busca de auto-descobrimento, aprendizado e amor. Uma jornada essa, onde nem mesmo nossa teimosa protagonista algum dia se imaginou fazendo. Descobrindo que a verdadeira força e as respostas mais verdadeiras para nossos questionamentos mais insanos, estão dentro de nós mesmos. Basta ter coragem para aceitá-las e ousadia para recebê-las de braços abertos.

O que é o AMOR? Juro, sempre pensei ter uma reposta na ponta da língua para essa pergunta, mas ao ler QUANDO O AMOR BATER À SUA PORTA, notei que o amor é tudo e nada, que cada um sente em uma intensidade e o vive a sua maneira. Amor é universal, indecifrável, misterioso e ousado, repleto de surpresas inimagináveis.

“O infinito não pertence ao futuro, ele pertence ao presente.”

Malu Rocha é uma aclamada autora de romances. Aos vinte e nove anos sua vida pessoal é bem diferente das suas personagens. Uma mulher que preza por sua privacidade, seu espaço, um pouco solitária, fria, um tanto hipócrita – já que em seus livros exala amor e quando é confrontada sobre o que ele realmente significa para si mesma, se exaspera e foge. Malu é uma descrente, deixou de acreditar na força desse sentimento, tornou-se arisca, arredia, talvez até pudesse classificá-la como amargurada, ríspida. Ela está tão focada em manter a fachada de independente e autossuficiente que no percurso se esqueceu de quem realmente é, e do quanto a vida pode sim ser colorida e calorosa.

Se a culpo? Jamais. A vida realmente cobra seu preço. As perdas, as feridas do passado, as cicatrizes da alma, modificam uma pessoa. É difícil superar e às vezes é inevitável se manter firme naquilo que parece perfeito apenas nas páginas de um livro. Malu é totalmente dedicada a sua carreira, ela se perde na escrita e esse amor na construção de suas histórias é notório. E eu amei acompanhar essa paixão da personagem, assim como seu amor por seu avô e a relação linda que eles possuem.  Entretanto sua vida está prestes a sofrer uma reviravolta e tudo que ela defende com tanta força está para ser questionado e levado ao limite.

“Quantas vezes você disse “eu te amo” não porque sentia, mas porque precisava ouvir o mesmo de volta?”

Luiz Otávio sofreu um acidente, suas memórias foram esquecidas, sua última fagulha de esperança está em um papel que indica que ele teria um encontro com a autora Malu Rocha e é lá que ele busca a primeira pista para descobrir quem ele é.

Quando Malu se depara com aquele estranho batendo em sua porta, todos os sinais de alerta acendem em sua cabeça, porém existe algo sobre aquele desconhecido que desperta nela um sentimento de comprometimento, como se ela tivesse a obrigação de ajudá-lo. E não pense que será algo que ela aceita facilmente, Malu tenta repeli-lo a todo custo. Ela está acostumada a afastar as pessoas. Porém, Luiz Otávio mesmo sem memória, sem se conhecer e saber nada sobre sua história e vida, é dono de uma determinação, obstinação e carisma fora do normal. Ainda que esteja diante de situações que nos arrancam lágrimas, pela fragilidade do momento e dificuldades que precisa enfrentar no seu dia a dia, Luiz mantém o sorriso fácil, e a fé de que irá se recuperar e encontrar seu caminho.

“Porque é o amor que dá razão a tudo. Seja na união e um casal, ou na conquista dos seus sonhos.”

QUANDO AMOR BATER À SUA PORTA é muito mais que apenas um romance. Ele fala sobre escolhas, perdão, segundas chances, medo de ser feliz. Este livro nos convida a conhecer dois seres opostos que juntos despertam o melhor e o pior um no outro. Que trazem a tona o que estava adormecido e esquecido. Oculto pela amarga realidade de histórias como a minha e a sua, que não são descritas nas páginas de um livro com frequência.

"A vida é feita dos momentos que vivemos. Se serão eternos ou passageiros depende apenas da importância que damos a eles."

Malu não me conquistou de cara, sua frieza e muitas vezes a aspereza de suas ações me irritaram. Mas, a partir do momento que desconstruí a imagem da profissional em busca do final perfeito para sua história e passei a moldar uma nova mulher com os pequenos vestígios de vulnerabilidade e generosidade que ela nos permitia vislumbrar, criei um vinculo intenso com ela. Admirando, respeitando e torcendo para que sua jornada em busca de desvendar o final de sua protagonista, se tornasse muito mais enriquecedora e prazerosa para si mesma. E não me decepcionei, muito pelo contrário, fui surpreendida pela intensidade do momento e tão sugada e drenada que acabei me encontrando também. O romance é tão gradual, acontece aos pouquinhos com pequenas atitudes, ensinamentos, descobertas e toques que vão muito além do físico e alcançam o emocional. Existe uma ligação, uma amizade e então... O passado volta a bater na porta e ameaçar tudo que foi construído e amadurecido.

Você deve ter notado que essa não foi uma resenha convencional. Não fui capaz de ser normal, previsível e metódica diante deste livro.  Porém, do fundo do meu coração espero ter despertado em vocês curiosidade para conhecer essa leitura maravilhosa.

Com um enredo leve, inspirador, repleto de reviravoltas, cenas intensas e amor a cada virar de página, Samanta Holtz me conquistou totalmente e conseguiu me prender do começo ao fim da história. Por isso deixo aqui minha INDICAÇÃO.



A Editora Arqueiro, parabéns. Amei a delicadeza da capa. Diagramação simples e muito bem feita.


Até a próxima! Bye.
Image and video hosting by TinyPic

CONVERSATION

6 comentários:

  1. Ual, que resenha linda.
    Justamente por ter saído do convencional ela me tocou e, se antes eu já estava super ansiosa para ler este livro, agora ele foi para o topo do MUST READ!
    Ainda não li nada da autora, apesar de um um de seus livros aqui, mas tenho certeza que independente de qual livro dela eu resolver pegar primeiro, valerá a pena.
    Estou muito curiosa e ansiosa para ler Quando o Amor Bater a sua Porta.

    Super beijo,
    May - mayeosvicios.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, May.
      Obrigada pelo carinho, fico feliz que tenha gostado da resenha.
      Essa obra realmente é linda e tenho certeza que irá te tocar. Da autora só li esse por enquanto, mas estou ansiosa para conhecer todos os demais títulos. Beijooos.

      Excluir
  2. Que bom que gostou e fez uma resenha tão inspiradora instigando em mim a vontade de lê-lo o mais breve possível. Comprei esse livro na Bienal e aproveitei que a Samanta estava lá e peguei o autografo, ela é uma fofa e confessso que tinha comprado o livro pela capa, já que ainda não li nada da autora! Agora estou ansiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooi Josy <3
      O livro é muito inspirador. O que mais me atraiu nele, foi o fato dele nos levar a questionar nossas próprias escolhas. Ele nos tira da zona de conforto. Ali no comecinho eu fiquei com bastante raiva da protagonista e confesso que fiquei com medo de não gostar do livro, mas conforme a leitura seguiu e passei a conhecê-la melhor, foi inevitável não me apaixonar. Beijos.

      Excluir
  3. Querida Biia,

    Como começar a escrever o comentário para uma das resenhas mais lindas que já li sobre um dos meus livros? <3 Devo lhe dizer... QUE BOM que você não foi metódica e convencional :) Suspirei aqui lendo as reflexões que você construiu a partir da mensagem do livro, das suas impressões, dos sentimentos e descobertas que ele provocou em você!

    Não sabe quanto fico feliz, feliz demais em saber que a leitura foi tão especial e tocou fundo seu coração, levando-a a uma jornada de autodescoberta semelhante à da Maria ao longo da leitura! Isso, pra mim, é sempre o mais importante :)

    Muuuita gratidão por você ter se dedicado a postar algo tão bonito sobre minha história!!!

    Beijo enorme,
    Sam :***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Samanta <3
      Não consigo mensurar o tamanho da minha emoção ao ler suas palavras. Fico imensamente feliz em saber que gostou. Escrevi essa resenha logo após concluir a leitura e permiti meu coração falar, Quando o amor bater à sua porta é uma leitura inspiradora e reflexiva e me tocou profundamente. OBRIGADA.

      Excluir

Back
to top