Romance Com o Duque, Col. Castles Ever After, Vol. 1 - Tessa Dare

Sinopse: “Izzy sempre sonhou em viver um conto de fadas. Mas, por ora, ela teria que se contentar com aquela história dramática.” A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai. Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida. Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa. Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque...
 SKOOB ❤ AMAZON ❤ COMPARE&COMPRE 

Oi gente! Animadas para mais um romance delicioso?

Eu não sabia em qual item do desafio encaixar esse livro, porque afinal, ele pode ser adequado para vários itens. Então tente encaixar esse livro na sua lista de leituras sem demora. Esse é um conselho de amiga antes mesmo de você ler a resenha! 

O segundo item do desafio cumprido é: ler um romance histórico que o mocinho ou mocinha tenha uma cicatriz. E foi uma bela surpresa encontrar isso nesse livro.

Izzy Goodnight era uma mulher romântica. Filha que um famoso escritor. Os livros de seu pai eram como fantasias: um homem contanto histórias para sua filha na hora de dormir. Dentro dele existia vilões, um mocinho e uma mocinha apaixonados e muitas, muitas aventuras. E isso fez que os leitores vivessem e atuassem essa história, vestindo figurinos, criando festivais e tendo um lema: Não Duvide! Mas isso é só o que restou para a “pequena” Izzy. Uma saga que não foi terminada porque seu pai falecera, deixando todo o legado a um primo distante e mal, colocando a nossa protagonista no olho da rua.

Depois de passar uns dias de favor em alguns lares, sem saber o que fazer da vida, ela descobre que seu padrinho deixou uma herança, e agora virou a proprietária de um belo castelo. E é para lá que Izzy vai com suas poucas roupas e pertences, parte para o seu novo lar. Acontece que ao chegar ao distante castelo Izzy descobre duas coisas: O castelo não é tão belo assim, e ele já possui um dono.

“Existem coisas na natureza cuja beleza vem de sua estrutura delicada e simetria perfeita (...) e existem as coisas que são lindas por seu poder natural e por sua recusa em serem dominadas (...). Aquele homem diante dela? Ele pertencia, sem nenhuma dúvida, à segunda categoria.”

Ransom não era um homem amável. Pelo contrário, com certeza, é o duque mais mal-humorado, cínico, boca suja e turrão que já li. Vivia há quase um ano completamente perdido e abandonado naquele castelo tenebroso. Depois de sofrer um baque em sua vida, ficando com uma cicatriz horrorosa no rosto, e mais algumas peculiaridades, o duque de Rothbury não queria mais fazer parte da sociedade. Ficava naquele castelo sozinho, bebendo e se lamentando e não queria ser incomodado.

Izzy e Ransom não chegaram a uma conclusão. O castelo estava há gerações na família do duque e jamais foi vendido. Para Izzy o castelo não só foi vendido, como deixado para ela de papel passado. E por mais que o castelo não seja acolhedor e inabitável, é a única casa que tem e decide ficar. O único problema é convencer o cara mais mal educado e sedutor que Izzy já conheceu deixá-la ficar.

“Você pode me carregar para fora, se quiser. Mas eu vou voltar. De novo e de novo. Quantas vezes forem necessárias. Porque agora este é o meu castelo. E eu não vou embora daqui!”.

Com o passar dos dias, o duque não queria saber como ou porquê, mas não poderia ter a mulher mais cheirosa e deslumbrante no mesmo teto que ele.  Há muito tempo que não se entregava aos desejos da carne e era uma tortura não provar essa tentação. Ao ver do duque, aquela mulher sozinha, protagonista de histórias infantis, nada mais era do que a mulher mais adorável e desejável do mundo. Por isso ela precisava ir embora, rápido.

““Srta. Goodnight, eu sou um homem que passou muito tempo na solidão. Você é uma mulher indefesa e sedutora. Preciso soletrar? Você corre P-E-R... igo.”Ela abafou uma risada.“Sua capacidade de soletrar é um pouco assustadora.””

Por mais que queira contar tudo desse livro maravilhoso, é claro que não posso. Mas foi uma bela surpresa como disse no início. Não só porque o duque tem o rosto com cicatrizes, mas sim porque esse com certeza é um dos melhores romances que li na vida. Ele é bem mais sensual do que os romances de época comuns, e mil vezes mais divertido do que muitos que já li por aí. Há muito tempo não me encantava assim por um romance. Li rápido, correndo, desesperadamente e me arrependi. Queria ter lido devagar, sem pressa, saboreando as palavras e rindo feliz com todas as trapalhadas da Izzy e de toda a imoralidade de Ransom.

E de tudo isso ficou uma lição clara para mim: Não duvide!


Romance com um duque é o primeiro livro da série Castle Ever After da autora Tessa Dare e pode ser lido separadamente e fora de ordem. Todos eles contam a história de uma moça que recebeu um castelo de herança do padrinho mais querido da Inglaterra, quiçá do mundo!

Sobre a série:

1 – Romance com o Duque
2 – Diga Sim ao Marquês
3 – A Noiva do Capitão



Saiba mais sobre o desafio – CLIQUE AQUI

Sugestões de leituras para cada meta – CLIQUE AQUI

3 Comentários

  1. Oi Carol, esse romance é um amorzinho e se tem uma coisa que eu gosto é de romances fofos e se for de época então nem se fala rs <3 A leitura do livro é muito fluida e assim como você quando percebi já tinha acabado e eu tava querendo mais. Tessa é uma autora incrível e gostei muito de todos os livros dela que li até hoje e todos tem cenas sensuais bem construídas. Uma coisa que me chamou a atenção nessa história, foram os fãs do pai dela que se vestiam a caráter e iam atrás dela, me lembrou os jogos de RPG (não jogo mas sei que as pessoas se fantasiam nos eventos né? haha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili! Exatamente! Tessa Dare é maravilhosa. Escreve muito bem e envolve o leitor perfeitamente.
      Eu também imagina os fãs do tipo cosplay. Se vestem e interpretam os personagens!
      Amei demais!

      Excluir
  2. Eu só amo esse livro, li logo que foi lançado e já reli mais uma vez, gosto também do segundo, embora nem tanto quanto do primeiro. Já comprei o terceiro na pré-venda e já me disseram que é o melhor de todos. Ansiedade explodindo!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...