[RESENHA] O Caminho Para Casa - Kristin Hannah / Editora Arqueiro

20 março 2017




O CAMINHO PARA CASA - Kristin Hannah / (Relançamento com capa nova).

Sinopse: Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis. Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar. Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou coragem para perdoar. O caminho para casa aborda questões profundas sobre maternidade, identidade, amor e perdão. Comovente, transmite com perfeição e delicadeza tanto a dor da perda quanto o poder da esperança. Uma história inesquecível sobre a capacidade de cura do coração, a importância da família e a coragem necessária para perdoar as pessoas que amamos.
 SKOOB ❀ AMAZON ❀ COMPARE&COMPRE 

Acredito que jamais serei capaz de expressar o quanto este livro é incrível. O CAMINHO PARA CASA é uma leitura intensa, repleta de reviravoltas, dramas e relações familiares. Que explora amizade, amor, perdão, superação, segundas e terceiras chances. Uma história sobre as curvas traiçoeiras da vida, abrir mão, sacrificar, confiar e ser capaz de buscar o melhor caminho em meio a tanta dor. Eu terminei a leitura em prantos, com uma vontade imensa de ter mais e mais da história, de poder conviver mais um tempinho com aquelas pessoas e de ter certeza que enfim estava tudo bem. Atribuo essa necessidade a meu total encantamento e envolvimento com os personagens e seus dramas, com o fato de meu coração estar tão estilhaçado e ainda assim tão repleto de esperança.

Alguns caminhos estão destinados a se encontrarem, se entrelaçarem e aguardarem saber se permanecerão assim, ou se em determinado momento terão que seguir lados opostos. Pessoas improváveis, que por diferenças sociais jamais teriam a oportunidade de se conhecerem, mas que a vida os colocou cara a cara e traçou um destino traiçoeiro.

"Uma sensação curiosa tomou conta de Lexi. Era como o leve bater de asas de passarinho, uma emoção tão estranha que ela não a reconheceu de imediato.  Esperança."

Conheça, Jude uma mãe exemplo, que vive para sua família, principalmente seus filhos, um casal de gêmeos. Forte, carinhosa e dona um coração generoso, ama sem medida e mesmo que em determinados momentos os sufoque com excesso de zelo, o faz querendo acertar. Zach é um garoto inteligente, bonito, popular, cativa a todos com sua doçura e jeito fácil de levar a vida, já sua irmã Mia se sente intimidada por sua presença imponente, tímida, com dificuldades de socialização, prefere ser invisível a atrair atenção para si, já se enganou com as pessoas e não está disposta a se machucar novamente, porém uma jovem simples, dona de um passado doloroso e repleta de cicatrizes emocionais chega a cidade, ela é a Lexi, uma menina bonita, de personalidade forte e senso de humor peculiar, alguém por quem vale a pena deixar as barreiras caírem e se arriscar, e é exatamente isso que Mia faz. Lexi e Mia se tornam amigas inseparáveis, ambas despertam o melhor na outra. Acolhida no seio familiar, Lexi está encantada com a família de seus novos amigos, eles são tudo que ela nunca pode ter e está feliz em poder receber um pouquinho daquilo.

"Apagara da memória a maioria dessas experiências, mas, quando tentava resgatá-las,quando um dos psicólogos da rede publica de saúde a obrigava a fazer isso, ela se lembrava de estar com fome, molhada e de tentar alcançar uma mãe bêbada demais para ouvi-la ou drogada demais para se importar com o que quer que fosse. Lembrava-se de passar dias em um cercadinho sujo, chorando e esperando que alguém desse conta da sua existência."

Planos começam a serem feitos, sonhos compartilhados e a felicidade que paira sobre eles é inegável, mas algumas escolhas, atitudes impensadas ou impulsivas podem desmoronar tudo que foi construído ao longo do tempo, levando para longe aqueles que tanto se amaram.

“Jude se lembrou dessa dor. Toda mulher já sentiu alguma versão dela: o fim do primeiro amor. É quando se aprende, de uma vez por todas, que o amor pode não ser permanente.”

Como gostaria de ter um dom especial e ser capaz de colocar em palavras meus sentimentos, de que pudessem me olhar nos olhos e enxergar tudo aquilo que não estou sendo capaz de falar. Essa obra foi uma leitura surpreendente, tão carregada de emoções, tão conflitante e intensa que por mais que queira compartilhar com vocês o que tanto me tocou não posso. Me recuso a soltar spoilers, deixar escapar qualquer detalhe que possa entregar algo do que está por vir. Mas vocês precisam saber, MARAVILHOSO. É um livro arrebatador.

“– Desculpe-me por demorar tanto para chegar até aqui. Eu… me perdi – disse ela finalmente.”

Foram muitos os pontos altos do enredo, ele está muito bem construído, desenvolvido com maestria e dosado na medida perfeita. Os personagens despertam sentimentos conflitantes, os amamos, os odiamos, ficamos com raiva, queremos pegar no colo, torcemos... é uma verdadeira batalha emocional. E como se tudo isso não fosse o bastante a autora ainda aborda um tema tabu: Será que a justiça é para todos, ou somente para aqueles que podem comprá-la? O que é justiça? Existe certo ou errado? Existe um culpado?

O fato é que O CAMINHO PARA CASA, me revoltou, angustiou, me tirou do chão e me deixou em frangalhos. Culpa da Kristin Hannah que escreve com a alma, dona de uma sensibilidade impar, com timing perfeito, narrativa expressiva, envolvente, fluida e viciante. Que história incrível.

Não preciso nem dizer o quanto recomendo não é?

Deem uma chance, leiam essa obra e se preparem para chorar, sorrir e ficar querendo mais.


Até a próxima! Bye.

Image and video hosting by TinyPic

2 comentários

  1. Oi Bia, tua resenha entregou tão pouco da história mas veio tão carrega de sentimentos que não deu outra e tô aqui cheia de curiosidade pra ler rsrs :) Ainda não li nada da Kristin e tenho curiosidade sobre algumas de suas histórias que sempre rendem boas resenhas, vou incluir mas esse livro a lista interminável de livros que quero ler e espero poder lê-lo logo logo :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooiii Lili. Não consegui colocar mais sobre a história, por puro medo de soltar spoilers, de entregar algo importante. Fico feliz que tenha compreendido e captado a essência, é muita emoção, pode confiar que a leitura será intensa e surpreendente.
      Beijooooooooooos

      Excluir

© BLOG ATITUDE LITERÁRIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por