Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

[RESENHA] O Garoto dos Meus Sonhos - Lucy Keating / Globo Alt



O GAROTO DOS MEUS SONHOS - Lucy Keating

Sinopse: O garoto dos meus sonhos não pode ser real. Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art... e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é... Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?
Postada originalmente no blog ESTANTE DIAGONAL

SKOOB ❤ AMAZON  COMPARE&COMPRE 

Alice está acostumada com a presença constante de Max em sua vida, eles são inseparáveis desde a infância, compartilhando aventuras inimagináveis, momentos de diversão, uma parceria que vai além de mera amizade, se transformou em amor. Porém, Max não é real, ou assim Alice sempre pensou, ele é o garoto de seus sonhos, a pessoa que sempre esperou por ela após um dia estressante, que domina seus pensamentos e torna sua existência mais colorida, mas se ele é invenção de sua mente, a junção de tudo aquilo que ela sempre admirou e desejou, porque é que ela o está vendo parado na porta da sala de aula?

“Há tantas maneiras diferentes de amar alguém...”

O GAROTO DOS MEUS SONHOS se mostrou totalmente diferente daquilo pelo qual eu estava esperando.  Alice está enfrentando outro processo de mudança em sua vida, o primeiro grande impacto foi quando sua mãe abandonou sua família e partiu atrás de satisfação profissional. E a segunda é se mudar para a casa que avó materna deixou de herança. Uma jovem estudiosa, sonhadora, mas carente. E por mais que se faça de forte e que mantenham um bom relacionamento com seu pai, o fato de ter sido abandonada por sua mãe deixou algumas cicatrizes. Seu maior refúgio é Max, o garoto dos seus sonhos, o ser que está sempre presente, que a apoia, compreende, cuida, que jamais a machucaria ou deixaria, aquela pessoa que se tornou seu porto seguro e mesmo que ele surja apenas durante a noite, em meio a seus sonhos, sua presença é palpável, quase que real, algo que ela almeja na vida. Ainda que possa parecer insano, uma parte de seu coração sabe que ela precisa encontrar alguém real, mas ninguém seria bom o suficiente quanto Max. E quando ela se depara com um jovem idêntico a ele em sua nova escola, Alice tem certeza que não pode ser apenas uma coincidência.

“Eu o inventei. Pelo menos é isso que sempre disse a mim mesma. A mistura de todas as adorações da infância combinadas em um cara perfeito. O problema é que eu estava errada.”

Alice tem medo de viver a realidade, ela está tão apegada a sua vida paralela que os sonhos proporcionam que teme não ser feliz fora daquilo, tanto que para sua vida, ela passa a sonhar com ele acordada também, esperando que o garoto se materialize bem diante dos seus olhos e quando isso de fato acontece... É ladeira abaixo. O Max que ela tanto esperava se mostra um estranho.

“(...) Estou começando a perceber que talvez eu nunca o tenha conhecido. Não por completo de qualquer forma. E que sonhos e realidade estão longe de ser a mesma coisa.”

Eu gostei da escrita da autora, do modo como ela nos deixa em suspense, buscando por respostas, tentando compreender se o que está acontecendo é real ou apenas um sonho. Conforme os capítulos passavam mais curiosa me tornava sobre o porquê dos sonhos rotineiros, sobre como aqueles dois jovens tiveram suas vidas conectadas ainda que jamais tivessem se conhecido. E foi exatamente neste ponto que me frustrei. É importante frisar que o livro é fofo, viciante e que nos prende mais a cada capítulo, mas pra mim não foi o suficiente. A autora tinha um tema maravilhoso em mãos, algo ousado, diferente, que poderia ter sido mais bem explorado, mas ela optou por manter a história rasa, o mistério todo fica para o final e então você pensa... É isso? Mas não serei apenas carrasca, preciso dizer que amei o relacionamento entre pai e filha, e a maneira como a autora abordou uma das consequências da perda em uma idade tão pequena, outro ponto que chamou minha atenção foram às amizades, os personagens secundários que trouxeram leveza e diversão para a história.

“(...) Os sonhos eram onde eu poderia sempre contar em ser feliz... onde sempre podia contar com ele.”

Portanto, mesmo com todas as ressalvas sobre os pequenos furos na trama, eu indico sim a leitura, principalmente se você estiver à procura de um romance leve, despretensioso, que vai te divertir e criar aquela sensação de curiosidade. De fato é um livro para passar o tempo e entreter.



Capa linda, diagramação como sempre impecável, Globo Alt sempre arrasa em suas edições.

Até a próxima! Bye.
Image and video hosting by TinyPic

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top