[RESENHA] Esplendor da Honra - Julie Garwood | Universo dos Livros | #DesafioHistóricoseEu2 - Meta 6



Esplendor da Honra - Julie Garwood

Sinopse: Julie Garwood, aclamada autora best-seller do The New York Times, demonstra sua maestria em narrativas medievais neste clássico do gênero, que inclui uma rede de conspirações, vinganças e muitos amores proibidos! Na corte feudal inglesa, a dócil Lady Madelyne sofre com as excentricidades cruéis do irmão, o Barão Louddon. No entanto, durante a vingança contra um crime sórdido, o Barão Duncan de Wexton – o Lobo – comanda seus soldados contra Louddon. Como prêmio, ele captura Madelyne. Todavia, quando Lobo pousa o olhar sobre a orgulhosa beldade, é to-mado por um sentimento que jamais sentira e jura protegê-la com sua própria vida. Assim, em seu castelo de pedras, ele prova ser honrado. Agora que a paixão entre ambos se tornou inevitável, será que eles darão uma chance ao destino e se entregarão de corpo e alma a esse amor arrebatador e selvagem?
Oi Amores! Como vocês estão? Estou ótima, e super feliz com as minhas leituras!

Eu já mencionei o quanto ando viciada, louca desvairada por guerreiros highlanders, né? Mas esse romance não se passa na Escócia, mas ainda assim é um guerreiro. Nesse romance, apesar de se passar na Inglaterra, não tem os salões londrinos ainda, porque afinal de contas, estamos em 1099, e essa é a meta: Ler um romance de época que se passe fora dos salões londrinos.

A editora Universo dos Livros relançou O Esplendor de Honra, da autora Julie Garwood, e eu fiquei muito feliz. Assim, muito mais pessoas poderiam conhecer um romance tão lindo e doce. Então, bora começar!

Dois clãs inimigos declararam paz em frente ao rei. Mas um homem é bom, o outro feriu a irmã do outro. Um deles jurou vingança.

Quando Duncan foi pego em uma emboscada por Louddon, Madelyne, não pensa duas vezes e salva Duncan de uma morte dolorosa. Louddon e Madelyne são irmãos, mas ele é o próprio diabo. Ela tem medo dele e já planejava fugir das mãos loucas do irmão. O que não contava é que quando salvasse um homem, seria sequestrada!

Duncan foi salvo por alguém que jamais imaginaria. Madelyne mostrou honra e atuou de forma mais altruísta que Duncan jamais tinha visto. Mas mesmo assim, sua atitude não foi capaz de fazer Duncan mudar de ideia! Ele tiraria Madelyne das mãos de Louddon, isso já estava decidido.
“A irmã do demônio não era nem agradável, nem bonita. Era magnífica.”
Madelyne era uma mulher bondosa e justa. Jamais demostrava sentimentos. Mesmo os mais profundos ficavam guardados em seu coração. Seu rosto era impassível. Essa era sua defesa. Por anos, aprendeu que quanto mais demonstrasse medo, mais seu castigo seria pior. Não estava entendendo porque o Barão de Wexton a sequestraria. Ela não imaginava que Duncan estava se vingando de seu irmão.
“– Você não pertence a Louddon, Madelyne. De hoje em diante você pertence a mim. Entendeu?”
O certo é que por mais que Madelyne quisesse deixar as terras do Barão, mais segura se sentia. Lá podia ser ela mesma. Se soltar. Ser feliz. Não precisava ser a mulher sem sentimentos mais. Podia mostrar sua força, e que força essa mulher tem! Antes, achava que Duncan era um homem horrível como seu irmão, era considerado o guerreiro mais habilidoso do rei. Temido por todos. Mas aos poucos entende que Duncan era um homem íntegro, justo e que ama sua família e seu clã. Por isso, quando fica sabendo que seu irmão a quer de volta, fica preocupada, e não que sair do lado de Duncan, de jeito nenhum!
“– Você me capturou, Duncan. Essa foi uma decisão sua – anunciou. – Agora eu tenho uma decisão minha para lhe comunicar. Vou continuar raptada. Estou sendo clara nessa questão? ”
Sabe aqueles livros que te prendem do início ao fim? Daqueles que te envolvem, te encantam? Esse é um caso raríssimo de livro encantador, daqueles sem limites!

Julie Garwood é uma autora formidável. Umas das mais talentosas escritoras de romances de época. Ela mistura todos os itens para que sua obra seja inesquecível! Ri muito com as trapalhadas da Madelyne, de como Duncan caía como um patinho nas mãos dela... A autora sabe dosar muito bem o erótico, o divertido e o drama, todos com pitadas precisas para se tornar seu livro favorito!

Ficha Técnica:
Romance de época | Universo dos Livros | 2017 | 1° Edição | 416 Páginas | Classificação: 5/5 | SKOOB
Compre aqui: Amazon - Saraiva - Cultura - Travessa - Folha

Amo Esplendor de honra do fundo do meu coração! 



DESENVOLVIMENTO DO DESAFIO HISTÓRICO & EU – 2º Edição

1 – Ler um romance histórico que esteja empacado em sua estante ou leitor digital. O Último dos Canalhas - Loretta ChaseCONFIRA A RESENHA.
2 – Ler um romance histórico que tenha flores na capa.
3 – Ler um romance histórico que seja o primeiro de uma série – Codinome Lady V - Lorraine HeathCONFIRA A RESENHA
4 – Ler um romance histórico que seja seu primeiro contato com o autor/autora.
5 – Ler um romance histórico onde o mocinho ou a mocinha tenha alguma cicatriz - Romance Com o Duque – Tessa Dare CONFIRA A RESENHA
6 – Ler um romance histórico que a capa não tenha te agradado, que você não gostou - Atraída por um Highlander - Maya Banks - CONFIRA A RESENHA.
7 – Ler um romance histórico que lhe foi indicado por alguém.
8 – Ler um romance histórico que tenha virado filme ou série de TV, ou que o enredo tenha os dois temas.
9 – Ler um romance histórico que o mocinho seja Visconde.
10 – Ler um romance histórico onde o mocinho ou a mocinha não seja da nobreza.
11 – Ler um romance histórico onde a mocinha tenha filhos – Sedução da Seda – Loretta Chase CONFIRA A RESENHA.
12 – Ler um romance histórico que se passe fora dos salões londrinos.
Beijos e até a próxima!

CONVERSATION

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, li esse livro há pouco tempo e sua resenha já me fez ter vontade de reler <3 Eu amei essa história do inicio ao fim e Julie vem ganhando seu espaço nas minhas autoras favoritas. Madelyne tem uma personalidade forte e adorável, Duncan é maravilhoso, o vilão é louco e odiável, e a autora inseriu personagens secundários bem cativantes, gostei de todos e desejei que todos tivessem seus próprios livros pra eu poder acompanhar mais de todos :D
    A capa da Universo tá muito bonita, mas achei a sua foto com as duas edições linda ;) Amei a resenha e sobre ser louca por livros de Highlander (eu tb), eu acho que uma vez que se começa a ler esse gênero não se larga mais haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili! Obrigada pelo carinho de sempre!
      Estou viciada por highlanders! Todos fortes e rudes e ao mesmo tempo doces e leais! NÃO CONSIGO RESISTIR!
      Também gostei da nova capa mas acho a primeira edição tão Linda!
      Beijos!

      Excluir

Back
to top