Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

[RESENHA] Na Minha Onda - Laura Conrado / Globo Alt


Na Minha Onda - Laura Conrado


Sinopse: Vitória é uma cantora talentosa que esteve no topo do sucesso há cinco anos. Mas agora ela está arrasada: ficou desempregada, voltou a morar com os pais e ainda tem que aceitar o triunfo de Carol Laine, sua amiga de infância e antiga companheira musical, que seguiu em carreira solo e está se tornando uma das mais comentadas artistas da Bahia. Porém, mesmo Vitória tentando se esconder a todo custo, Carol Laine a procura com um convite: ela quer que as duas voltem a trabalhar juntas e que ela participe de um reality show sobre sua vida. Isso significa, também, estar mais próxima de Lucas, o primo e assessor de Carol, por quem Vitória mantém uma paixão secreta há anos. Mesmo parecendo uma proposta irrecusável, é difícil engolir a mágoa, ficar à sombra de Carol Laine e ainda encarar os reveses da fama: a exigência de estar sempre linda e em forma, as fofocas da imprensa de celebridades, a perseguição de um fã maníaco e misterioso e a dúvida sobre as amizades serem apenas por interesse. Em meio a tantos sentimentos conflitantes, Vitória terá que responder: vale a pena voltar a esse mundo onde o ego das pessoas parece controlar tudo?
Postada Originalmente no blog ESTANTE DIAGONAL
Vitória Prata vive e respira música. Desde que se entende por gente transforma sentimentos, circunstâncias e barulhos em composições maravilhosas, um trabalho feito com todo seu coração que encontrou no caminho alguém com quem compartilhar, uma amiga, Carol Laine. Juntas sentiram o gostinho da fama, viajaram, foram bajuladas, tiveram sucesso, entretanto ser uma dupla não era exatamente o sonho de Vitória e visando alcançar seus objetivos, se mudou da Bahia para São Paulo e partiu a luta. Só que nada saiu como planejado e Vitória foi obrigada a ver seu sonho desmoronar dia após dias e ainda que relutante precisou voltar para a casa de seus pais com as mãos vazias. Só que retornar para Bahia tem outras surpresas para Vitória, sua amiga, aquela com a qual ela rompeu para seguir carreira solo está fazendo um sucesso tremendo, toda a Bahia canta suas canções, o Brasil clama por sua presença e como se isso não bastasse, Carol Laine está mais linda do que nunca. E tudo bem, desde que elas não se reencontrem, desde que ela não descubra seu fracasso... Só que o destino não anda tão bonzinho assim com Vitória e antes que ela possa fazer uma oferenda a Iemanjá reforçando seu pedido, Carol Laine está batendo em sua porta.
“Quando se tem esperança, é fácil desejar felicidade a outras pessoas. Mas e quando seus sonhos se esvaem e sua vida se torna um acúmulo de fracassos, como é que se faz para se manter próxima da sua melhor amiga quando é na vida dela que seus sonhos estão sendo realizados? Como acompanhar alguém que vive um sucesso absurdo enquanto sua vida naufraga feito o Titanic?”
Não sei nem por onde começar a falar sobre a obra. São tantos assuntos, reviravoltas e preciso ser cuidadosa para não soltar spoilers... Socorro. Tinha que ser uma obra da autora Laura Conrado, para vir tão cheia de emoção, misticismo, suspense e ainda assim ser fofa.

Vitória Prata é uma baiana arretada, cheia de sonhos, força de vontade e determinação. Foi munida de todas essas qualidade e boa música que partiu rumo a São Paulo em busca de uma carreira de sucesso. Tudo que ela almejava era ser capaz de encontrar uma gravadora, tocar suas composições, alcançar a tão sonhada FAMA, dinheiro, o business e todas as vantagens que ser famosa proporciona, só que não foi exatamente assim que as coisas aconteceram. São Paulo na verdade se revelou um banho de água fria. Por cinco anos ela tentou, por cinco anos buscou por uma misera chance, mas nada aconteceu e quando o dinheiro acabou, quando as dividas cresceram, não restou alternativa a não ser voltar para casa de seus pais.
“(...) Você é a melhor saudade que cultivei, porque até a sua falta me inspira.”
Aos vinte e seis anos, sem saber o que fazer, que direção tomar, que caminho tentar, o desespero se torna sua companhia, e a luz de Vitória se apaga um pouco mais a cada dia. A menina vibrante e sonhadora perde espaço para uma mulher triste, amargurada, que vive choramingando pelos cantos e desabafando em um “caderninho/diário”, só que quando a gente pensa que ela vai definhar de vez, o passado bate a sua porta, Carol Laine quer retomar a amizade, mais que isso, ela quer uma nova chance para a dupla, oferecendo a Vitória uma nova opção, ainda que não seja exatamente o caminho que ela desejava e de quebra ainda reencontra Lucas, seu amor de infância, mas jamais revelado e correspondido. Sentiu o que vem pela frente? Exatamente, agora acrescente ai um perseguidor, inseguranças, competição, egocentrismo, inveja, ganância, arrogância...
“— A gente nunca conhece uma pessoa de verdade, Vitória. As pessoas se escondem em si mesmas, em máscaras, convenções sociais, personalidades... Relações são sempre uma caixinha de surpresas.”
NA MINHA ONDA é uma bela história sobre sonhos, amizade, deslumbramento, insegurança e perdão. Um por trás dos bastidores, onde a FAMA não é assim tão bonita. O que mais amei na história foi o toque verossímil, é fácil identificar as situações reais, principalmente no modo como à autora abordou o sucesso e a maneira como ele influencia nas decisões, pensamentos e atitudes de quem esta ao redor, acabando com a autoestima, criando inseguranças, a sensação de que nada nunca será bom o suficiente. Levando-nos a abrir mão de nossa própria essência apenas para conseguir ser parte de um seleto grupo que na verdade não nos ama, não nos respeita, apenas tolera para ficar em evidencia.
“(...) Dizem que costumamos ver o mundo conforme a nossa própria realidade. Como ela é boa, acredita na bondade das pessoas. Quem tem amor a oferecer, crê que também irá encontrar o amor. Que tipo de pessoa eu sou para acreditar que preciso ser perfeita para encontrar o amor?”
Outro ponto que atraiu minha atenção foi toda a musicalidade, cada canção abordada, principalmente uma composição especial “FILME DE AMOR” que a autora Laura Conrado fez em parceria com a cantora Flávia Ellen, o que me leva diretamente para o romance da trama... LINDO, principalmente pela bela mensagem deixada – Quem te ama, vai te amar pelo que você é, pelas imperfeições, pequenos defeitos que te tornam única. A perfeição absurda está apenas na sua cabeça e ela oculta o teu verdadeiro EU, não mude para agradar, seja apenas você e VIVA.

Enfim, NA MINHA ONDA é uma história sobre situações cotidianas, que com certeza te marcará de alguma maneira, mesmo com todo o drama, a obra é leve, divertida e você se pegará lendo com sotaque baiano, desejando conhecer essa terrinha maravilhosa, tão rica em cultura e sabores. Bahia ai vou EU! LAURA CONRADO acertou mais uma vez, ela sabe dosar cada elemento, como nos envolver e nos deixar com aquele gostinho de quero mais e mais. Com personagens intrigantes, cenários paradisíacos e muito amor, essa obra ganhara um espaço em seu coração.


Ficha Técnica:
Romance, literatura nacional | Globo Alt | 2017 | 1° Edição | 288 Páginas | Cortesia do Blog Amigo | Classificação: 4/5 | SKOOB
Compre aqui: Amazon - Saraiva - Cultura - Travessa - Folha

Até a próxima! Beijo.

CONVERSATION

1 comentários:

  1. Que resenha bem escrita, como todas as outras suas que já li. Meus parabéns.

    Fiquei interessado no livro, tem uma boa temática. Realmente, a fama não é feita só de risos e holofotes, há um lado difícil, que pela sua resenha, o livro explora e aborda bem. Quero ler esse livro ainda.

    Um abraço, Dieison. do Rio Grande do Sul.

    ResponderExcluir

Back
to top