Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

[RESENHA] A Conquista, Amores Improváveis, Vol. 4 - Elle Kennedy | Editora Paralela


Saudade. É esse o sentimento que me domina ao escrever essa resenha. Confesso que me despedir de uma Série que veio a se tornar uma das minhas preferidas, está sendo bem difícil. Não estava preparada e acho que jamais estarei, porque ler o que é bom, o que inspira, o que ensina, me leva a refletir, sempre irá me marcar.

Ao contrário de seus amigos Tucker é um cara de origem humilde, tranquilo, reservado, um jovem centrado, que tem como objetivo se formar, voltar para sua terra natal – Texas - e montar o próprio negócio. Ele também não gosta de se gabar de suas conquistas, costuma ser bem discreto sobre com quem se relaciona e nutre ocultamente o desejo de se casar e formar a própria família. Se for bem honesta ele é o namorado perfeito, tem tudo aquilo que sonhamos encontrar. Apesar de amar o hóquei, não pretende seguir carreira como jogador profissional, Tucker quer uma profissão mais segura, quer investir em algo, só que ele ainda não sabe no que.
Sabrina é uma jovem tida como arrogante, competitiva e de personalidade forte, mas o que ninguém imagina é o que essa jovem enfrenta em sua casa. Ela tem consciência de que seu futuro depende inteiramente dela mesma, tem suas metas e objetivos muito claros, e não pretende sair do caminho que traçou para si. Para isso ela vem se desdobrando em dois empregos e infinitas horas extras, ela precisa dos recursos e não irá permitir que nada, nem ninguém a distraia... Até que ela conhece o Tucker e tudo foge de seu controle.

“Meu objetivo, um dia, foi ter sucesso. Não tinha percebido que o sucesso não estava em diplomas bolsas ou realizações, mas nas pessoas que tive a sorte de encontrar na vida...”

Antes mesmo de começar a ler o livro, nutria um ranço da Sabrina em função de sua aparição nos livros anteriores. Convenhamos que ela fez um ótimo serviço para parecer venenosa e difícil de engolir. Aí, começo a conhecê-la, a verdadeira, não apenas aquilo que ela quer mostrar, e me deparo com sua realidade, lutas, uma família desestruturada, abusiva e muitos sonhos por se realizar. Ela é o tipo de protagonista real, que batalha dia após dia, que luta de verdade, que precisa enfrentar altos e baixos – muitos baixos -, em busca de algo a mais para sua vida. Sua beleza é inegável, sua inteligente aguçada, sua determinação ferrenha, e suas inseguranças e dúvidas totalmente compreensíveis. Quando me dei conta, já a admirava grandemente e estava encantada por sua força. No lugar dela não sei como me comportaria, não acredito que teria a mesma reação, o mesmo entusiasmo, a mesma dedicação. Já Tucker é... incrível, aquele ser que ilumina onde está, que trás generosidade, tranquilidade, paz ao seu redor. Ele é paciente, está sempre presente para quem precisa. chega como um refrigério, se doa por completo e é esse zelo, respeito e carinho que conquistam Sabrina e nós leitores que passamos a suspirar aqui do outro lado.

“Não é só a beleza, embora isso não atrapalhe. É... é... droga, não sei nem explicar. Ela tem essa casca dura, mas por dentro é mole feito manteiga. Vejo lampejos de vulnerabilidade naqueles profundos olhos escuros e tudo o que quero é... cuidar dela.”

O casal mais improvável. Vítimas do acaso, do erro mais acertado. Protagonistas de um romance lindo e envolvente que cresce e conquista a cada página. Eles são mais do que aparentam, ambos são pés no chão e as diferenças que a principio parecem os tornar repelentes um para o outro, apenas os completam – um encaixe perfeito -, um florescer, o nascer de uma relação intensa e por diversas vezes complicada, mas linda e envolvente.

“Então o problema não é o dinheiro. Não importa se a carteira da pessoa tá cheia ou vazia. Todo mundo se machuca. Todo mundo se apaixona. Somos iguais. E o seu passado, com quem você mora, de onde veio, isso não importa. Você tá criando o seu próprio futuro, e quero ver onde a estrada vai te levar.”

O que mais amei na leitura é que Elle Kennedy mudou totalmente o enredo em relação aos livros anteriores e isso para mim tornou a história especial. Deixando de lado os jovens populares, pegadores, galinhas, cheios de confiança, aqui nos deparamos com um cara mais tranquilo, família, responsável, carinhoso, generoso e romântico. Uma protagonista que nos cativa aos poucos, uma quebra das primeiras impressões, a desconstrução de uma imagem deturpada. Às vezes é preciso pausar, modificar, recomeçar, ajustar os sonhos a nossa nova realidade, isso não quer dizer que estamos desistindo, os deixando de lado e sim que estamos buscando alternativas. É difícil acreditar que temos opções, que podemos sair da nossa zona de conforto, que nada precisa ser exatamente como planejamos para que seja perfeito, mas acredite, pode sim e a experiência do caminho será ainda melhor do que o destino – a realização.

“Você não está sozinha. E você não está arrastando ninguém para buraco nenhum. Tô aqui com você, Sabrina. Em cada passo do caminho.”

Eu amei, mais que um romance os livros de AMORES IMPROVÁVEIS falam de amizade, alicerce, de lutar pelos sonhos, pelo que se acredita, sobre confiar em si mesmo, acreditar, arriscar, amar e viver. A vida não possui um enredo, ela é toda cheia de altos e baixos, reviravoltas e a cada dia nos deparamos com novos desafios e é isso que encontramos aqui, o cotidiano, jovens tentando se encontrar, descobrir qual seu lugar no mundo, lidando com adversidades, batalhando por algo maior. Discutimos temas tabus, quebramos paradigmas e tudo isso regado a muita diversão, diálogo inteligentes, sensualidade, provocações, idas e vindas.

Acho que já ficou claro, mas irei reforçar. AMEI cada livro da série, conhecer cada personagem e viver cada romance. SUPER INDICO, recomendo a leitura. Espero poder conhecer mais obras da autora e voltar a me apaixonar.

SOBRE A SÉRIE:

A Série AMORES IMPROVÁVEIS é formada por quatro livros, sendo eles: O Acordo, O Erro, O jogo e A Conquista. Segundo informações, a autora pretende lançar um novo livro – um bônus -, aguardando ansiosamente que seja confirmado. Cada livro narra a história de um casal diferente e pode sim serem lidos separadamente ou fora da ordem de lançamento, entretanto eu recomendo que você os leia em sequência, assim evitará alguns spoilers e fará um melhor aproveitamento da leitura.


CONFIRA AS RESENHAS:
O Acordo – AQUI
O Erro – AQUI
O Jogo – AQUI
A Conquista


A CONQUISTA - Amores Improváveis, Vol. 4 - Elle Kennedy

Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.
Ficha técnica:
Romance | Editora Paralela | 2017 | 1º Edição | 336 Páginas | Cortesia | Classificação: 5/5 | SKOOB
COMPRE AQUI: AmazonCulturaFolhaSaraivaSubmarinoTravessa


Até a próxima! Bye.

CONVERSATION

2 comentários:

  1. Bia sua linda estamos em completa sintonia, senti o mesmo que ti durante a leitura. Sabrina foi mais uma surpresa boa e eu amo quando o autor consegue reconstruir um personagem a meus olhos, eu não curtia ela e tava com receio dessa história, mas ler a história dela me deu uma nova perspectiva e terminei achando ela forte e inspiradora, sonha alto, se diverte e como presente ganhou Tucker haha, que personagem é Tucker, só podia ser inventado rsrsr. Essa virou a segunda história favorita nessa série <3 Ameeei a resenha e a série, também tô com saudade já, mas o bom é que temos ela na estante pra reler e reler :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Lili. Exatamente, ela chega e se revela tão inspiradora, determinada, corajosa e forte que se tornou impossível não se encantar com ela. Já Tucker... suspiros, quem não quer encontrar alguém assim? Amei essa série, com certeza me marcou como leitora. Beijos

      Excluir

Back
to top