RESENHA: Volte Para Mim - Paola Aleksandra | Planeta de Livros Brasil (#DesafioHistóricoseEu3 - Meta 7)


Certa vez me perguntaram o que LER significava para mim? Confesso que não respondi na lata, primeiro fechei os olhos e permiti que minha mente buscasse a resposta lá no meu coração. Ler para mim, significa viver várias vidas em apenas uma, viajar no tempo, no espaço, em mundos não desbravados, significa pensar, sonhar, realizar, cura, libertação, desafio. Significa que o amanhã é sim, uma linda caixinha de surpresas. É engraçado dar tanto significado a algo assim, que aparentemente é apreciado pela minoria, mas que tem tanto a entregar. E quando li VOLTE PARA MIM, apenas concretizei que naquele dia dei a resposta certa. Através das páginas deste livro, viajei, sonhei, me permiti mais que ler, sentir. E quando conclui a leitura estava inundada de esperança e fé.

Brianna cresceu em um lar de amor, cercada por uma família cheia de histórias que a levaram a desejar ter suas próprias aventuras para contar, mais que ouvir, ela queria viver, participar. A grande responsável por seu deslumbramento é sua mãe, uma mulher de beleza refinada com sangue escocês correndo em suas veias, que deixou sua terra natal para se casar com um Inglês. No entanto, Brianna é herdeira de um ducado e isso lhe atribui responsabilidades, como ser apresentada em seu début e arranjar um casamento favorável. Porém, aos dezesseis anos e cheia de sonhos isso é a última coisa a qual quer pensar e aparentemente tudo bem, já que não existe uma pressão rigorosa para que ela escolha um pretendente logo em sua primeira temporada. Entretanto, na noite em que tudo parecia certo, segredos e mentiras são revelados, colocando em risco o poder de escolha e tudo que a jovem sempre acreditou. Em meio ao desespero e aparente descontrole, Brianna toma uma decisão – fugir para Escócia onde seu avô vive, deixando para trás tudo e todos.

“A raiva é cruel. Ela me leva a repudiar cada escolha que fiz nos últimos anos e a questionar o destino por macular minha família. Mas a esperança é ainda mais letal. Tal emoção é forte o suficiente para mover montanhas. Então meu coração se agarra a ela, afastando os resquícios de escuridão e dor.”

Liberdade... Liberdade de escolha, de pensar, de querer, de desejar. Liberdade para sentir, querer e ser. Apenas liberdade. Não é isso que todos queremos afinal? É esse sentimento avassalador que toma a mente de uma jovem sonhadora, cheia de anseios e desejos, disposta a aproveitar o melhor do mundo. Brianna é apenas uma menina buscando por si mesma, por seu espaço, por seu direito de decidir o que é melhor para sua vida. Mas, aos dezesseis anos por volta de 1815 isso não era exatamente bem visto, principalmente para uma mulher. Contra tudo e contra todos, ousou, fugiu para a casa do avô buscando por respostas, por aquietar a sua alma e por onze anos se entregou a essa nova experiencia. Desbravou um novo mundo, um lugar de beleza exuberante, de cultura rica, mas ao qual jamais foi capaz de preenche-la por completo. É chegada a hora de voltar para casa e para as consequências de sua escolha.

“Todos carregamos culpas e ressentimento. Quando alimentamos a dor, ela cresce, nubla nossa visão e torna nossos dias mais e mais solitários. Mas, quando aliviamos o fardo, seja perdoando o passado ou compartilhando nossos medos com alguém que amamos, a vida fica mais leve. Os problemas, as dores e as mágoas sempre existirão. Assim como nossa capacidade de superar as dificuldades da vida e seguir em frente.”

Uau... Sim, essa será sua reação ao concluir a leitura. Brianna é o tipo de protagonista intensa, que mergulha de cabeça naquilo que acredita e deste modo nos faz sentir suas emoções a flor da pele. É difícil falar dela, pois ela é o coração do enredo e qualquer descuido resultaria em spoiler, mas tentarei mesmo assim. Brianna é cheia de vida, em busca de si e de seu lugar, ao mesmo tempo que luta com as consequências de sua escolha, escolha essa que afetou não somente a ela, como a todos que a cercavam. Com certeza não podemos dizer que sua caminhada foi fácil, e seu retorno permeado de obstáculos, onde nada mais é como era antes. Brianna é muito humana, e isso é o que mais nos aproxima dela. Ela erra, se machuca, se magoa, tem medos e inseguranças, e acima de tudo, quer acertar e acompanhar todo esse crescimento é avassalador e emocionante. A relação com sua família é o que mais me conquistou ao longo da leitura, eles possuem um vinculo muito forte, mas acabou sendo rompido, deixando um elo aberto. E para ser capaz de reconstruí-lo será necessário perdão, mais que perdoar uns aos outros, perdoarem a si mesmos.

“A luz ilumina seus olhos e o que vejo neles é exatamente o que sinto: confusão, medo, desejo e amor. Não tem como negar que ainda estamos ligados um ao outro. Esse tipo de sentimento não morre, nem quando o destino o força a fazê-lo.”

Notaram que até aqui não mencionei o romance? Pois bem, não irei entrar em detalhes, mas direi que no mínimo é inspirador, um tipo de amor que foi estilhaçado em milhares de pedaços, que não pode apenas ser colado, precisa ter o barro amassado e remodelado. Dai você consegue compreender a dimensão do quanto não será simples. Jovens marcados por suas dores, abandono e medo. Que por tanto amar temem se machucar.

“(...) às vezes precisamos sair da nossa zona de conforto para encontramos novas maneiras de sobreviver.”

VOLTE PARA MIM é uma história arrebatadora que fala sobre relações familiares e recomeços. Que nos faz refletir sobre o que realmente é essencial e importante nas nossas vidas. Que aquece o coração. Com um enredo que ao mesmo tempo que transborda emoção é leve, com diálogos divertidos e muito bem empregados, cenários primorosamente explorados, nos permitindo visualizar aquelas belas paisagens com riqueza de detalhes e personagens muito bem desenvolvidos, fica difícil não se surpreender e suspirar. Já vou pedindo desculpas a vocês meus leitores, pois tenho consciência de que não fiz jus a obra e que por mais que tenha buscado as melhores palavras e a melhor forma de transmitir a minha experiencia de leitura, falhei miseravelmente. Estou a duas semanas lendo e relendo, reescrevendo essa resenha e confesso que nada parece ficar bom o suficiente. Mas deixo aqui meu pedido para que leiam, para conheçam a narrativa brilhante, dessa autora que dá seu primeiro passo para uma carreira de muito sucesso.


É muito importante frisar que a obra é mais que um romance histórico. Que a autora de fato trouxe uma nova proposta, explorando muito mais o ambiente familiar, as escolhas e as consequências do que o romance em si, e isso em nenhum momento diminuiu a grandiosidade da obra, muito pelo contrário, nos faz ansiar ainda mais pelo final feliz, pois o colocou em uma nova perspectiva do que poderia ou não acontecer.

PAOLA é única, compará-la é traçar um perfil que irá limitar seu talento, quando na verdade em sua escrita encontrei sua própria voz - a PAOLA, uma autora que exala aquilo que acredita, que aborda temas como família, fé e amor. Que é capaz de envolver o seu leitor em um abraço de conforto e esperança. Que muito pesquisou para entregar um enredo rico e cheio de pequenos detalhes que fizeram total diferença na leitura.



VOLTE PARA MIM - Paola Aleksandra

Sinopse: "Aos dezesseis anos, Brianna Hamilton fugiu da Inglaterra para a Escócia, abandonando sua família e as obrigações como herdeira de um duque. Em meio aos prados escoceses, a ovem encontrou refúgio e descobriu mais sobre a mulher que desejava ser. Mas, onze anos após a fuga, uma dolorosa verdade fará com que ela deseje nunca ter partido. Voltar será como relembrar o passado, a fuga, o medo e as escolhas que precisou fazer. E, enquanto luta para reconquistar seu lugar junto à família, Brianna precisará superar Desmond Hunter, melhor amigo e primeiro amor, que anos atrás ela escolheu deixar para trás. Volte para mim é um romance arrebatador sobre recomeços, sentir-se inteira e, acima de tudo, confiar no amor. ".
Ficha técnica:
Romance Histórico | Planeta de Livros Brasil | 2018 | 1º Edição | 304 Páginas | Cortesia | Classificação: 5/5 | SKOOB  - AMAZON


Essa leitura cumpre a minha sétima leitura para o #DesafioHistóricoseEu3 e corresponde a meta – QUE SEJA UM LIVRO ÚNICO.

Para saber mais sobre o Desafio e todas as suas metas – CLIQUE AQUI – lá você encontrará o passo a passo de como participar, regras e como concorrer aos prêmios. Você também encontrará um post com sugestões de leituras para que se cumpra cada meta – AQUI.

Saiba como está o andamento do projeto e quais as minhas leituras até o momento - AQUI.

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

6 comentários

  1. Boa noite!
    Que resenha linda essa! Ainda não li o livro, mas essa foi a melhor resenha que li dele até agora.
    ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooii. Acho que meu coração perdeu uma batida. Obrigadaaaaaaaaa, fico muito feliz por ter conseguido te tocar com ela. Esse livro é lindo e muito inspirador. Se tiver a oportunidade, leia. <3 Beijos

      Excluir
  2. Dizer que estou emocionada é pouco! Obrigada pelo carinho e por essa resenha tão linda. Sério, você me pegou de jeito ao falar sobre a família e a liberdade - são pontos, para mim como autora, que torcia para que vocês amassem tanto quanto eu ♥
    E obrigada também por falar sobre a importância de entender que cada autor ter sua própria voz. Eu escrevo da maneira que sou, sobre o que acredito e sobre o que quero levar para o mundo. Sou eu e saber que você viu isso me deixa ainda mais emocionada.
    Obrigada mesmo, por tudo!

    PS. Coloquei um pedaço da sua resenha na minha página de autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooiii, Pah. Ao escrever a resenha, revive toda a emoção que senti ao ler seu livro. É uma responsabilidade tão grande resenhar o livro de uma das pessoas que mais me inspiraram na minha caminhada como blogueira e que tanto me ajudou como autora que temi muito não entregar algo lindo.
      Amei seu livro, Brianna é tão forte e disposta a aprender. E o romance é... apaixonante. Tudo sobre este livro é lindo e me sinto honrada em ter recebido, lido e me apaixonado.
      Todo sucesso do mundo. Beijoooos

      Excluir
  3. É a primeira vez que leio resenha sobre este livro que até então não conhecia. E gostei bastante da sua resenha fiquei bem curiosa para ler. É um tema que gosto bastante.
    Abraços!

    www.vancarlos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Van. Se tiver a oportunidade leia sim. É uma história linda e muito bem construída. De quebra a autora é também uma bloigueira maravilhosa e que merece ser prestigiada e reconhecida pelo talento único.
      Beijoooos

      Excluir