RESENHA: Egomaníaco – Vi Keeland | Editora Charme


Vi Keeland já provou que veio para ficar, ter seu lugar cativo em nossos corações e de lá jamais sair. A verdade é que sua escrita é simples, a narrativa envolvente e seus enredos leves, divertidos e com aquela pitadinha de emoção que só torna tudo ainda mais interessante. Aquela ótima opção para curar uma ressaca literária, entreter e relaxar. E EGOMANÍACO chegou só para provar isso mais uma vez.

Emerie investiu todo seu dinheiro em seu sonho. Ter seu próprio escritório, um local bonito, bem posicionado, onde poderá oferecer a seus clientes o conforto que merecem. Formada em Psicologia, escolheu como ramo de atuação a terapia de casal, ela ama o que faz, acredita de verdade em relacionamentos, na família e que quando duas pessoas realmente querem, podem ultrapassar qualquer diferença e fazer dar certo. Uma jovem dedicada, determinada e simples, que vive um amor não correspondido, mas que mesmo assim, não abala sua confiança na luta em ajudar a restaurar relacionamentos. Se já posso tecer um comentário, diria que quem perde é o infeliz do amigo, que não sabe enxergar as qualidades e a beleza da jovem.

"Ele era como uma droga - eu sabia que não deveria, mas o vício se forma rapidamente."

Drew é a definição perfeita da palavra EGOMANÍACO. Advogado bem-sucedido, ganha rios de dinheiro ajudando seus clientes a se divorciarem e acredite, não há nenhum remorso no processo, ele literalmente em todo o sentido da palavra, não acredita em relacionamentos e pior, não acredita no AMOR. Bonito, inteligente e cheio de si, ele sabe o quão irresistível é, a atração que desperta por onde passa e como um bom solteiro, não hesita e tirar proveito da situação. Mas, tudo fica as claras, é só uma noite, sem cobranças, sem expectativas, sem envolvimento. E tudo estava caminhado perfeitamente bem, até que ele retorna de férias e descobre que seu escritório que está em reforma, possui uma nova “dona”.

“Ele é muito gracioso. Eu não sabia se já tinha pensado em um homem como gracioso. Lindo, sim. Gostoso, talvez. Mas gracioso se encaixava bem para descrever Drew Jagger; nenhuma outra palavra faria jus a ele.”

Eles são completamente OPOSTOS. Um não poderia discordar mais do outro, mas ainda assim... Não tem jeito, quando é pra ser, até as geleiras descongelam. Que LEITURA deliciosa, Vi Keeland tece esse efeito sobre nós. Drew é todo poderoso, de presença imponente, com uma personalidade sarcástica, debochado, que fala o que pensa, avesso a relacionamentos, mas que não é apenas um rostinho bonito, por trás de toda a fachada ego maníaca existe um homem machucado, marcado por um passado doloroso e que mantém tudo bem oculto, provavelmente como meio de defesa. Já Emerie é toda gentileza, otimismo e coração grande. Uma jovem sonhadora, que acredita nas pessoas, no amor, no se doar, em realmente ser um ser humano melhor a cada dia e contribuir para que as pessoas encontrem um amanhecer mais brilhante. Uma jovem doce, capaz de se sacrificar pelos outros e que no final se busca um amor e a própria felicidade.

Uma atitude impulsiva, um convite impensado, uma convivência no mínimo exótica, e nó desequilíbrio que eles encontram o caminho mais acertado. Da amizade, o amor. Dois caminhos que se cruzam pelo acaso, diferenças que somam. Dois jovens que enxergam a vida de maneira diferente, mas que no final vivem algo único e precioso. Tinha tudo para dar errado, mas em meio a diálogos inteligentes, provocação e muita sedução, o resultado não poderia ser diferente. E nem mencionei a surpresa deliciosa que encontramos ali no meio... nível de fofura nas alturas.

“Você é a cor no meu mundo preto e branco. Antes de conhecer você, eu não entendia porque as coisas não funcionavam com qualquer outra pessoa. Mas eu entendo agora; é porque elas não eram você.”

Só não dei cinco estrelas para o livro, porque apesar de ter amado, ele segue o mesmo tom de todos os livros da autora, o que não é um defeito, ou prejudica a leitura, ele apenas não choca, ou “surpreende”, porque durante todo o desenrolar do enredo, tem aquela pulguinha da previsibilidade e a gente caminha para o desfecho já esperado. Mas ainda assim, RECOMENDO muito, é realmente uma leitura divertida, apaixonante e viciante.

A Editora Charme arrasou mais uma vez. Capa linda, diagramação impecável e um livro que mais parece um pedacinho de amor. Obrigada!



EGOMANÍACO - Vi Keeland


Sinopse: Na noite em que conheci Drew Jagger, ele tinha acabado de invadir meu novo escritório na Park Avenue. Liguei para a polícia antes de atacá-lo com minhas novas habilidades de Krav Maga. Ele me conteve com rapidez e depois riu, achando graça da minha tentativa de agressão. Claro que meu invasor tinha que ser arrogante. Mas, no fim, ele não era um invasor. Drew era o proprietário legítimo do meu novo escritório. Ele estava de férias enquanto seu elegante espaço era reformado. E foi assim que um golpista conseguiu me enganar alugando para mim o escritório que não estava realmente disponível para aluguel. Perdi dez mil dólares. No dia seguinte, depois de horas na delegacia, Drew ficou com pena e me fez uma oferta que não pude recusar: em troca de atender seus telefonemas enquanto sua secretária estivesse fora, ele me deixaria ficar até encontrar um lugar novo. Provavelmente, eu deveria ter ficado agradecida e mantido a boca fechada quando ouvia o conselho que ele dava aos seus clientes. Mas não conseguia deixar de expressar minha opinião. Nunca esperei que meu corpo reagisse toda vez que discutíamos. Principalmente quando parecia que era só isso que conseguíamos fazer. Nós dois éramos totalmente diferentes. Drew era amargo, bravo, lindo pra caramba e destruidor de relacionamentos. E meu trabalho era ajudar as pessoas a salvar seus casamentos. A única coisa que tínhamos em comum era o espaço que estávamos compartilhando. E uma atração que estava sendo difícil de negar a cada dia que passava.
Ficha técnica:
Romance | Editora Charme | 2018 | 1º Edição | Páginas | Cortesia | Classificação: 4/5 | Onde encontro: SKOOBAMAZONLOJACHARME

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

2 comentários

  1. Oi Bia, eu comprei três livros da Vi em sequência, O Chefão, Engano irresistível e Egomaníaco e esse foi o que mais me ganhou <3 Eu ri e me apaixonei por esse casal e mesmo com esse tom um tanto quanto previsível que você disse bem, a trama encanta e essa capa é um escândalo haha... Gostei da resenha e do livro ;)

    ResponderExcluir
  2. Oooi Lili. Exatamenteeeeeeee, ele é maravilhoso e nos deixa apaixonadas. Amo a escrita da autora e sempre irei ler tudo que ela lançar kkkkkkkkkkkkk Beijooooooos

    ResponderExcluir