Codinome Lady V – Os Sedutores de Havisham, vol. 1 – Lorraine Heath | Editora Gutenberg ( #DesafioHistóricoseEu4 – Meta 2 ).

Se existe algo que sempre encontramos nos romances de época é a difícil luta das mulheres por espaço e voz. Elas são sobrepujadas, objetivadas, algumas vezes discriminadas e têm seu papel reduzido a quase nada perante uma sociedade machista e autoritária, que as enxergam apenas como um meio para o fim. Por essa razão nos depararmos com um livro que tenha como plano de fundo essa sociedade do século XIX, sendo “desafiada” por uma jovem determinada, diria até que ousada, buscando acima de tudo por igualdade é resultado certo de uma leitura divertida, reflexiva e apaixonante.

Minerva não é como as demais jovens, e tão pouco deseja o que as mesmas querem. Já está em sua sexta temporada e segue solteira, não por falta de pretendentes, mas sim, pela falta de qualidade dos mesmos. Filha de um emergente que fez fortuna se tornando um dos homens mais ricos de Londres, foi presenteada com um dote extravagante e muito atrativo, o que se tornou uma benção... e maldição. Os homens que a cortejam – geralmente cavalheiros com títulos -, estão em busca apenas de seu dinheiro, pouco se importando em conquista a futura noiva, e Minerva deseja mais.

"– Você não tem nada de tola. Você sabe o que quer. Existe um homem, em algum lugar, que vai adorar sua personalidade e a enxergará como algo mais do que um enfeite".

Infelizmente, não muito contrário aos dias de hoje, existe um “padrão” de beleza imposto pela sociedade e Minerva entende que não possui o que é preciso para atrair a atenção de um homem, e para completar sua lista de “defeitos” é inteligente demais, defende suas ideias, debate com afinco sobre temas diversos, tais como política, ciência e economia, é cheia de vida, vontade de se desafiar e descobrir o novo, o que vai contra tudo que deveria ser – recata, delicada, austera -, recusando assim sucumbir a um casamento arranjado, tratado apenas como um negócio. Ela busca mais, sabe que merece encontrar o amor, mas também entende que talvez ele nunca chegue. Entretanto, existe algo que ela pode desmistificar, aquietar o desejo que tanto martela em seu íntimo, - os prazeres da carne, ela só precisa de uma noite, um único disfarce, um codinome e nada mais será como antes.

“(...) Você é uma combinação de ousadia e timidez que eu acho irresistível. Para não falar da paixão que existe entre nós.”

CODINOME LADY V, vai muito além de apenas um romance e entrega mais do que imaginamos ao ler sua sinopse e devo atribuir essa faceta a nossa protagonista. Minerva desafia a sociedade sem medo das represálias, é uma romântica, mas uma com o pé no chão, que não se impressiona com facilidade. Forte e decidida ela luta pelo que quer e o mais lindo, foi educada para ser assim, sua família a ama em sua totalidade, exatamente como ela é, e compreendem sua necessidade de recusar a cada pretendente interesseiro. A verdade é que para Minerva, um casamento só deveria acontecer se fosse por amor, ela nutre o desejo de ser amada, almejada, que alguém a escute e valorize seu senso de humor, que a enxerguem além de apenas sua aparência e dote. Ashe, ou duque de Ashebury, é um dos homens mais cobiçados de toda Londres. Dono de um passado triste, marcado pelas perdas, ferido por uma culpa antiga que o assola. É um homem de olhar sensível, muito responsável e dono de uma beleza inquestionável. Ele e Minerva jamais trocaram mais do que algumas palavras educadas ao longo dos bailes da temporada e por essa razão ela não consegue acreditar quando em sua noite de aventura desperta o interesse do mesmo. Apesar da atração que sentem um pelo outro, a noite está bem longe de terminar e suas vidas jamais serão as mesmas. Até porque, algumas intenções podem não ser tão honestas assim...

“Desde o começo, algo nela era diferente. Desde o começo, algo nela o atraía. Desde o começo, ela conseguiu, de algum modo, inserir-se na trama da existência dele.”


Que leitura deliciosa. Minerva e Ashe me conquistaram. São um casal no mínimo inusitado, mas para se completarem só poderiam ser assim – já que ambos possuem personalidades fortes e marcantes. O que mais amei no enredo é que mesmo tendo um romance, que já adianto é muito bem construído, desenvolvido de maneira gradual, baseado em olhares e conversas, a história tem um foco mais presente na protagonista, sua busca por amor-próprio, por desvendar seus desejos e não sucumbir as imposições da sociedade. Gostei também das mensagens, das reflexões e de conhecer um pouquinho mais daqueles que virão a ser os próximos protagonistas. Uma leitura leve, divertida e cheia de emoções, que sim, super recomendo e já me estapeio por ter demorado tanto para realizar.


CODINOME LADY V - Lorraine Heath


Sinopse: Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação. Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas. Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes. Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.
Ficha técnica:
Romance de época | Editora Gutenberg | 2017 | 1º Edição | 256 Páginas | Classificação: 4/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZON - SUBMARINO - AMERICANAS


Essa leitura cumpriu minha segunda leitura escolhida para o #DesafioHistóricoseEu4, que foi a meta – QUE SEMPRE TE INDICAM E VOCÊ IGNORA.

Para conhecer o Desafio e saber mais sobre cada meta – CLIQUE AQUI – lá você encontrará as regras e o passo a passo para participar. Você também encontra aqui no blog, um post com sugestões de leituras para que se cumpra cada meta – CLIQUE AQUI.

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

2 comentários

  1. Oi Bia, já li esse livro duas vezes. Na primeira leitura senti que tava perdendo história, alguns personagens são citados com certa afeição e isso tirou um pouco minha concentração rsrs, eu gostei demais e vi todas as qualidades que vc citou mas faltava algo. Então pesquisei e descobri outras séries ligadas a ela, dei um jeito de ler, e quando reli Lady V aproveitei a maravilha desse livro em toda sua glória. Eu amei a resenha e amei demais essa história. Minerva é uma personagem maravilhosa e a trama como um todo super encantadora <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooiii Lili. Minerva faz a diferença, pra mim ela é o grande destaque. Amei muito e já estou louca para dar continuidade na série. Beijooooos

      Excluir