Piloto Playboy – Penelope Ward e Vi Keeland | Editora Charme

Quando se trata de Penelope Ward e Vi Keeland não podemos esperar menos do que uma boa leitura, envolvente e sensual. E PILOTO PLAYBOY possui esses elementos. Com um romance leve e um enredo que te leva a viajar por vários lugares lindos, essa história é como um coberto quentinho em um dia frio, perfeito para uma tarde gostosa de leitura.

“Às vezes, um momento é uma vida inteira.”

Kendall precisa fazer uma escolha, tomar uma decisão que pode mudar completamente sua vida e de sua família, mas não sabe o que fazer, que direção seguir e quanto mais a pressão aumenta e o prazo chega perto de terminar, maior se torna seu desespero. É quando precisando de distanciamento dos problemas, buscando por um sinal de qual caminho seguir, decide fazer uma viajem, o problema é que a decisão foi de última hora e ela não faz a menor ideia de qual será o destino. Talvez tenha sido sua cara de perdida, ou, o ar pesado que emanava de seu corpo, mas algo atraiu a atenção de um estranho, que com pouco tempo conseguiu desarmar suas barreiras e plantar em sua mente uma possibilidade...

Carter carrega marcas de um passado que o feriu profundamente, porém, essas marcas não o definem, ele escolheu viver a vida a sua maneira. Se tornou piloto de avião, um espirito livre e sexy, sempre disposto a uma boa diversão. Se voar é sua grande paixão, os Beatles, com certeza são a segunda, pois ele usa até mesmo algumas de suas letras em seus diálogos. Divertido, inteligente e cheio de vida, não dá ponto sem nó e prefere arriscar, ser transparente em relação ao que deseja, mesmo que isso o coloque em situações inusitadas, como por exemplo, sentar na mesa de uma desconhecida e fazer uma proposta ousada, que mudará não somente a vida dela, como a dele também.

“(...) gosto mais de mim quando estou com você. Acho que você aflora o melhor de mim, Kendall... um lado que eu não via há muito tempo. Meio que esqueci que essa parte de mim existia até você entrar no meu avião.”

PILOTO PLAYBOY é um livro que fala sobre se descobrir, sobre saber o que realmente é importante, o que se quer para si, como você se vê no futuro e o que você deseja. Além dessa viajem pela autodescoberta, também temos um romance leve, que trata a cura, a perda, o peso da culpa e a vontade de ser feliz, colocando em xeque a importância dos diálogos abertos e o perigo das conclusões precipitadas. O tempo é precioso demais para se perder com bobagens e só nos damos conta, depois de já ter perdido.

“— Às vezes, as coisas às quais mais nos apegamos são aquelas de que mais precisamos nos livrar.”

Carter é o tipo de protagonista que surpreende, porque iniciamos a leitura esperando uma coisa sobre ele e acabamos sendo recebidos por uma versão melhor e contrária a que pintamos. Ele é inteligente, divertido, gentil, atencioso, respeita os limites, bom ouvinte, parceiro... Um homem que mergulhou fundo na sua vida, ou melhor, que voou alto em sua vida, ele aproveitou cada fase, não nega o que foi, e não se limita apenas a isso, Carter tem muito a entregar, a compartilhar e pra mim, foi o ponto alto de toda a história. Já Kendall... Posso até parecer um pouco injusta, mas não consegui me envolver com ela, tudo sobre ela me soou fútil, egoísta e até mesmo infantil... A típica garota mimada que tem seu primeiro confronto na vida e fica sem reação. Juro que tentei gostar dela e em alguns momentos, consegui, mas na maior parte do tempo a julguei – vergonha, confesso -, mas é inegável, que ela sim, é a personagem que mais amadurece e cresce no decorrer de toda a narração. Já o romance é fofo, leve e divertido, com aquele toque sensual perfeito, apenas para tornar o enredo mais interessante. Uma verdadeira viagem por vários lugares diferentes e os cenários são bem explorados, eu consegui de verdade me sentir explorando e vivendo aquelas experiencias junto a eles.

“— Obrigada. Mas não te contei minha história triste para te deixar chateada. Te contei para lembrar que sua vida é curta. Metade das pessoas do mundo vai te dizer para seguir sua mente, metade vai dizer para seguir seu coração. Meu conselho é seguir aquele que não está confuso. O mais forte vai, em certo momento, convencer o outro a entrar na linha.”

O que me incomodou no enredo é que pra mim, ficou tudo muito superficial. Eu tenho consciência que nem todo livro precisa ser meticuloso, intenso e profundo, e realmente a história cumpre seu papel de entreter, porém, a sensação que tive é que as autoras poderiam ter trabalhado alguns detalhes com mais carinho, até mesmo na construção dos personagens e do romance em si, mas optaram por apresentar um enredo mais rápido, o que não chega a ser um problema, mas que pra mim que amo a narrativa de ambas as autoras e já li vários outros livros das mesmas, sempre fico esperando mais e acabei sentindo a história morna e linear, quando na verdade ela poderia ter sido impecável. Entretanto, como mencionei anteriormente, é uma boa leitura, que abraça, levinha e fofa, perfeita para intercalar com outras leituras mais densas e intensas, pois ela tem esse poder de envolver e passar o tempo, com diálogos divertidos e um enredo mais despretensioso.

Quando a edição, não tem o que falar, EDITORA CHARME sempre arrasa. Diagramação simples, capa linda, tudo muito bem feito e entregue como um abraço ao leitor. Parabéns!


Então, fica aqui mais essa dica especial. Leia, tire suas próprias conclusões, se permita se apaixonar e envolver por esse piloto playboy e seu sorriso sexy.


PILOTO PLAYBOY - Penelope Ward e Vi Keeland

Sinopse: Dinheiro ou amor? Qual você escolheria? Você provavelmente acabou de responder a pergunta na sua mente pensando que é uma decisão fácil. Para mim, não é. Eu já disse que é bastante dinheiro? Muito mesmo. Eu precisava ir para longe para pensar nisso. Quando embarquei em uma viagem impulsiva, mudei o rumo ao conhecer o sexy Carter no lounge do aeroporto. Nos envolvemos em uma conversa acalorada. Depois, ele foi embora. Pensei que nunca mais fosse vê-lo. Mas o destino tinha outros planos. Surpresa! Ele era o piloto do meu voo. A surpresa maior foi a aventura que aconteceu depois que o avião pousou. Carter era perigoso e estava sempre viajando. Embora nossa conexão fosse magnética, eu sabia que era apenas temporária. Ele me dava passagens, e eu o seguia pelo mundo para lugares exóticos. Um bando de aeromoças ex dele e boatos sobre a reputação de Carter sempre estavam nos rodeando. Eu não sabia no que acreditar. Mas estava viciada. Nada mais importava. E eu ia me magoar. Porque parte de mim queria ser a garota que finalmente faria o piloto playboy se aquietar. Pelo menos, ele estava me levando para um passeio emocionante. Todas as coisas boas acabam, certo? Só que não previ como seria o nosso final.
Ficha técnica:

Romance | Editora Charme | 2019 | 1º Edição | 300 Páginas | Cortesia | Classificação: 3,5 /5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZONLOJA CHARME

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

0 comentários