O Lado Obscuro - Tarryn Fisher | Faro Editorial


Como posso começar uma resenha de maneira coerente quando preciso falar de um livro da Tarryn Fisher? IMPOSSÍVEL. E é justamente este um dos motivos pelo qual tenho me apaixonado a cada dia mais por sua escrita. Imprevisível, surreal, quase que insano, seus enredos sempre me deixam com a sensação de que estou deixando passar algo, que pisquei e a narrativa aconteceu bem debaixo do meu nariz sem que me desse conta. Juro, tem momentos que mal posso acreditar que aquilo de fato saiu da cabeça de alguém... e isso é EXTRAORDINÁRIO, só comprova a criatividade e talento da autora, o quanto ela é capaz de nos deixar extasiados, presos em sua narrativa, embasbacados com sua ousadia, sem conseguir parar de ler, até que se chegue ao fim.

“Não sou uma grande fã da verdade; é por isso que minto para ganhar a vida. Mas estou procurando alguém que eu possa culpar por tudo isso.”

Senna Richards desperta na manhã de seus trinta e três anos com a mente um pouco letárgica, oscilando entre frio e calor, e outras sensações que a deixam um pouco confusa, mas que se aliam assim que se dá conta, que não está no seu quarto. Confusa e desnorteada tenta a todo custo se recordar da noite anterior e de algo que poderia tê-la levado para outro lugar, mas nenhuma de suas lembranças a levam até aquele momento, até aquele lugar. Assustada e desnorteada, busca por uma saída. Será que foi sequestrada?  Não, faz sentido, ela estava apenas dormindo sobre uma cama, em um quarto organizado, relativamente bonito, existem roupas no closet que são exatamente do seu tamanho, em cores, muitas cores... Incapaz de encarar de fato o quarto e tudo que ele a faz sentir, sai em busca uma saída, de seus algozes, mas se depara apenas com um homem amarrado, que logo ela reconhece... Isaac, alguém de seu passado, que não deveria estar ali.

Isaac fez parte da vida de Senna, em um momento muito delicado e angustiante. Foi o único que ousou olhar para além de suas barreiras, que a enxergou, conquistou sua confiança..., mas, que também precisou se afastar. Anos se passaram desde a última vez que se viram e agora estar presa junto a ele em uma cabana no meio do nada, somente com neve por todos os lados, está a atormentado mais do que a situação em si. Ela deve confiar nele outra vez? Por que somente ele estava amarrado? Qual a brincadeira de mal gosto por trás de todos os cenários montados em cada cômodo da casa?


Ainda que estar lado a lado novamente os deixem angustiados os obrigando a lidar com sentimentos pelos quais não gostariam de revisitar, não resta outra alternativa a não ser se unirem. Os alimentos, a lenha, tudo dentro daquela cabana é escasso, e o tempo corre contra eles. É chegada a hora de encarar tudo aquilo que tentaram esquecer, que lutaram para ignorar, visitar o passado não tão distante a fim de associar as pitas deixadas para quem sabe serem capazes de sair daquele lugar, os mais ilesos possíveis.

“(...) Eu prefiro não ter ninguém por perto se tudo o que as pessoas veem são as coisas que eu faço ou as coisas que acontecem comigo, e não quem realmente sou.”

Uau! Como é complicado falar de uma trama tão complexa quanto O LADO OBSCURO. Senna é uma autora brilhante, mas a verdade é que a mulher por trás de todo este talento e sucesso oculta um lado obscuro, autodestrutivo, solitário, moldado por abandono e dor. Ela já enfrentou tantos problemas ao longo da sua vida, que toda sua angustia, descrença, DEPRESSÃO é palpável, sentimos isso na narrativa da autora e essa aflição é passada para o leitor ao longo de toda a leitura. Isaac não é apenas um personagem aleatório na trama, esse homem conheceu Senna em seu pior momento e estava disposto a lutar contra ela mesma, para conseguir alcança-la, mas como mencionei anteriormente, ela não está disposta a deixar que as pessoas permaneçam por muito tempo e essa auto sabotagem custa um preço alto. Eles se conheceram em um passado não muito distante e nós só ficamos sabendo das circunstâncias ao longo dos capítulos, tudo sobre eles é mistério, por isso temos dificuldade de compreender o porquê de estarem ali, presos juntos.

“(...) — Uma pessoa jamais consegue deixar de considerar importante o que reconhece como parte de si mesma.”

O que me leva a falar com vocês sobre a maneira como toda a história vai sendo construída aos poucos, página por página. Pois iniciamos a leitura sem de fato ter um norte, a protagonista esta confusa, sem saber onde está ou porque de estar ali, não se recorda das últimas horas e essa imprecisão e tempo vago passa para o leitor. E mesmo após alguns capítulos, seguimos meio que no escuro, sem ter de fato uma “história”, é um quebra-cabeça, que vamos montando vagorosamente a medida que coletamos pequenas pistas e ainda assim, confesso que não fui capaz de montá-lo com precisão, quando toda a verdade e todos os nós, se desataram eu fiquei de queixo caído. Gosto muito da maneira como ela ambienta o livro, me senti presa, sufocada, enganada, com as emoções a flor da pele, quase que sufocando, desesperada para concluir e me livrar de todo esse misto de sensações conflitantes.

Outro ponto que ainda quero comentar é que me sinto profundamente intrigada com a maneira como a Tarryn cria suas protagonistas. É como se ela se negasse em criar uma mulher “comum”, ou até mesmo dentro do que consideramos “padrão” em protagonistas de modo geral. Eu quase as enxergo como antagonistas, talvez vilãs de si mesmas, existe essa corrosão de “lucides”, a forma como ela molda a personalidade delas, sempre é algo que me faz questionar no que ela se inspira, no que ela quer nos passar e fazer pensar. É uma sacada genial, ousada e diria até que original.

“(...) É doloroso olhar para dentro de você mesmo e ver como e por que você faz o que faz. Você constata que é muito mais feio do que pensava, e bem mais egoísta do que seria capaz de admitir. Por isso, você ignora o que existe dentro de si, na esperança, de que, se você não tomar conhecimento dessas coisas, elas passarão despercebidas...”

O LADO OBSCURO é um thriller psicológico angustiante, intrigante e hipnotizante, que irá te deixar aflita do começo ao final da trama. A história chama muita atenção para a necessidade de brincar de Deus, de ter todo esse poder, controle, de querer reiniciar as pessoas, que elas enxerguem com os mesmos olhos que você, que queiram as mesmas coisas. Se brinca com a ideia de manipulação. Também retrata a diferença do AMOR e da ALMA GÊMEA, mas num tom um pouco “distorcido”, nos levando a refletir e questionar algumas coisas ao longo da leitura. Até onde somos capazes de ocultar o que sentimos, esconder emoções, estamos nos impedindo de enxergar a verdade por trás de cada escolha? Depois de alcançar o fundo do abismo, é possível ainda enxergar alguma luz e ser resgatados?

Fica aqui mais essa super INDICAÇÃO. Que leitura mais densa, e ainda assim fluida e viciante, que enredo complexo, cheio de reviravoltas. Para quem ama um bom thriller, é uma ótima opção. Mas... preciso deixar algumas ressalvas. OS TEMAS ABORDADOS SÃO PESADOS e DELICADOS, portanto, para quem se sente fragilizado por temas como abandono parental, estupro e solidão, cuidado com os gatilhos, talvez essa leitura em especifico não seja para você.

A Faro Editorial preciso deixar aquele parabéns cheio de carinho, que edição linda. Diagramação impecável, capa linda, tudo muito feito.


O LADO OBSCURO - Tarryn Fisher


Sinopse: Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.
Ficha técnica:
Thriller psicológico | Faro Editorial | 1º Edição | 2019 | 288 Páginas | Cortesia | Classificação: 4/5 | Onde encontrar: SKOOB - AMAZON
Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

0 comentários