Pulso Forte – Lauren Blakely | Faro Editorial


Se Max pudesse eleger um espinho em sua vida, esse espinho se chamaria Henley, a elegante, talentosa e irresistível mecânica que um dia foi sua aprendiz, e que agora é sua maior rival. Alguém que ele gostaria de deixar no passado, mas que infelizmente terá que reaprender a trabalhar junto e ocupar o mesmo espaço, uma vez que terá que dividir um projeto com ela. Projeto esse que ele ficaria feliz em abandonar se não fosse algo pelo que lutou bastante para conseguir e que trará uma visibilidade incrível para seus negócios. A verdade é que Max e Henley possuem assuntos inacabados, carregam mágoas de uma época que foi muito boa, mas que terminou de maneira desastrosa e orgulhosos como são, jamais darão o braço a torcer, talvez tocar no assunto não seja a melhor opção, mas como evitar aquilo que cria a maior tensão entre ambos?

Opa, está confuso? Calma que vou te explicar. Max é um nome de sucesso quando o assunto é restauração e personalização de carros de luxo, sua marca é famosa, está estabelecida e sua oficina é muito procurada, ele batalhou muito para conquistar seu espaço e não é à toa que se tornou o melhor do ramo. E foi justamente sua presença forte no mercado que despertou em Henley o desejo de trabalhar com ele, depois de concluir a faculdade, tudo o que ela mais queria era aprender com o melhor, só que as coisas acabaram saindo do controle e entre acertos e erros, eles se separaram. Cinco anos se passa desde o dia em que se viram pela última vez e agora Henley está de volta na cidade e trabalhando como mecânica-chefe do maior rival e concorrente de Max. Sentiu as faíscas? Henley foi a melhor aprendiz que Max já teve, ele conhece seu potencial, seu talento e sua capacidade de dominar em um ambiente que é praticamente todo masculino.

“Eu deveria chamá-la. Deveria me esforçar mais para tornar o passado menos doloroso. Mas é melhor deixa-la ir. Ela é muito perigosa, ainda que parte de mim goste de brincar com o fogo.”

PULSO FORTE é um romance leve, divertido, envolvente e sensual. O livro tem uma pegada gato e rato, quero, mas não devo, o que cria um clima de provocação e tensão que paira o tempo todo ao longo da narrativa, criando uma expectativa pelo que está por vir. O que mais gostei na leitura é que nos deparamos com duas pessoas determinadas a fazerem o que amam dar certo. Os anos que passaram longe serviram para que amadurecem e que fossem capazes de compreender o que de fato aconteceu naquele dia conturbado, revelando que haviam muito mais coisas no peso da decisão do que apenas a relação mestre e aprendiz. A verdade é que justamente o que os atrai, é aquilo que os repele, a inteligência, o talento, a sagacidade. Serem completamente apaixonados por carros, viverem para o trabalho. Max não quer perder sua posição e ele sabe que Henley jamais aceitaria voltar a trabalhar pra ele, sendo totalmente honesto consigo, ela já está no mesmo patamar, não cabendo um lugar de segunda posição. E Henley jamais aceitaria viver a sombra de alguém, principalmente se esse alguém for um namorado, ela lutou muito para ganhar seu espaço, conquistar o respeito e sua credibilidade e não está disposta a abrir mão de tudo isso. E é aí que está a maior dificuldade deste casal, encontrar um caminho que beneficie a ambos, sem que ninguém saia prejudicado ou ferido, o que sabemos... nem sempre dá certo.



O que posso falar; eu amei. Gostei dos protagonistas e a maneira como vão aprendendo um com o outro, não apenas profissionalmente, mas como pessoas. Buscando brechas, caminhos alternativos para lidarem com o sentimento feroz de concorrência, ao mesmo tempo em que se entregam para viver o amor que estão sentindo. Descobrindo camadas e interesses que até então estavam ocultos e não correspondia em nada com a fachada que exibem para o mundo. Max que a principio parece ser todo durão, na verdade é todo romântico e leve. Já Henley que tem uma presença muito forte, que é algo muito necessário pelo universo no qual escolheu trabalhar, tem seus momentos de delicadeza e eu amei a maneira como ela está aberta para viver intensamente.

“Sorrio como alguém que acabou de comprar um belo Triumph vintage, e não como alguém que está ao lado dos destroços de um. (...) Meu estimado carro está arruinado e tudo no que consigo pensar é no quão escandalosamente feliz eu estou. Acho que isso é o que significa se apaixonar.”

Enfim... Pulso Forte é o tipo de livro que mesmo sendo previsível cativa pela narrativa envolvente, divertida e leve da autora. É muito gostoso acompanhar todas as provocações, os diálogos ácidos e uma protagonista que sabe o que quer e corre atrás disto.

O que mais amo nessa série da autora, é que todos os livros são narrados pelos protagonistas masculinos e ver a cabeça deles toda confusa e duelando entre razão e emoção é muito gratificante. Outro ponto positivo, é que mesmo se tratando de leituras independentes, revisitamos os protagonistas anteriores pois todos estão de alguma forma interligados, o que nos dá um gostinho de continuidade e poder seguir com cada um, um pouco mais.

Fica aqui essa dica de leitura, para quem busca uma leitura rápida, para sair da ressaca ou apenas se entreter – Isso sem mencionar a edição lindíssima da Faro Editorial.

CONHEÇA OS OUTROS LIVROS DA SÉRIE:



- Big Rock – Resenha AQUI
- Mister O – Resenha AQUI
- Pacote Completo – Resenha AQUI
- Bem Safado – Resenha AQUI
- Pulso Forte



PULSO FORTE


Sinopse: Rivais no trabalho, Max e Henley precisam colocar as diferenças de lado para desenvolverem juntos o projeto especial de um reality show de reforma de carros. Max é dono da melhor oficina da cidade. Bemsucedido, nada tira seu foco, mas ter de lidar com sua antiga aprendiz novamente o deixa com os nervos à flor da pele. Henley, desde que saiu da oficina de Max, tornou-se uma profissional respeitada em um ramo dominado por homens. Há uma tensão evidente entre eles. Mágoa, irritação... e Henley ainda espera por um pedido de desculpas de seu ex-chefe por tê-la demitido anos atrás. Em meio à disputa por clientes e muita troca de farpas, ambos estão sob estresse máximo... até que começam a descobrir que o que parece ódio talvez tenha outro nome.
Ficha técnica:
Romance | Lauren Blakely | Série Big Rock, Vol. 5 | Faro Editorial | 1º Edição | 2019 | 240 Páginas | Tradução: Carlos Szlak | Cortesia | Classificação: 4/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZON - SUBMARINO - AMERICANAS

Até a próxima! Bye.



Você pode gostar também...

0 comentários