Sem saída – Taylor Adams | Faro Editorial


Estou tão empolgada e animada em falar de SEM SAÍDA. Primeiro porque o enredo é tão eletrizante que não temos nenhum segundo de tédio, de descanso, de vontade de largar a leitura, muito pelo contrário, a partir do momento que você inicia, você só para quando realmente conclui a leitura. É altamente viciante. Eletrizante e angustiante, o tipo de leitura que te pega de jeito e entrega uma história para não ser esquecida facilmente.

Darby Thorne está a caminho do hospital no qual sua mãe foi internada as pressas, com grandes riscos de vir a óbito, sua única opção para tentar vê-la ainda em vida é sair imediatamente do campus da faculdade e dirigir loucamente e é o que ela faz, o problema é que seu carro não está preparado para as estradas escorregadias e cheias de neve, assim como a tempestade que parece não sessar, interceptando as estradas e a obrigando a fazer uma parada obrigatória. O local é um centro de descanso, um lugar isolado com um estacionamento e uma espécie de cabana, com uma sala social e banheiros. Apesar da precariedade, o local oferece calor, café e um descanso que Darby preferia ignorar, principalmente porque o passar das horas não perdoa.

O local já está ocupado por quatro pessoas quando Darby chega, um casal mais de idade, um homem alto e tagarela, e um jovem um tanto quanto estranho, pessoas desconhecidas, porém confinadas pelo mesmo motivo. Desesperada por um sinal de rede em seu celular, Darby resolve perambular pelo lado de fora, a procura de um local, mas o que ela encontra a partir daí a tira completamente do rumo e a apavora. Será sua mente lhe pregando uma peça? Assustada e sem saber o que fazer e como fazer, ela volta para dentro do centro e fica de lá tentando compreender o que viu – Uma garotinha, amordaçada, mantida dentro de um canil, presa dentro de um furgão que está estacionado próximo ao seu carro. Obviamente uma vítima de sequestro.

"Ela queria que pudesse ser outra pessoa naquela situação. Alguém mais esperta, mais corajosa, mais firme, mais capaz."

Apesar de todos os sinais de alertam que gritam em sua cabeça, Darby só tem uma certeza, ela não pode deixar aquela criança onde está, ela precisa ajudar, precisa pelo menos tentar, e é então que seu impasse começa. De quem será aquele furgão? Em quem ela pode confiar?  Quem se arriscaria para ajudar? Quem será o verdadeiro bandido? Ela tem no máximo, oito ou dez horas para elaborar um plano e tentar o resgate, já que ficou bem claro que não existe rotas de fuga, e os limpadores de neve não irão chegar antes deste horário. E caros leitores, é de tirar o fôlego.


UAU! Que leitura foi essa? Estou até agora absorvendo este enredo maravilhoso e as muitas façanhas do autor. SEM SAÍDA é uma corrida alucinante na busca de libertar uma criança e salvar a própria vida em questão de horas e sem nenhuma condição ou amparo pra isso. A leitura é eufórica, frenética, alucinante e eletrizante do começo ao fim. Um Thriller psicológico muito bem arquitetado, pensado e construído, com todos os elementos necessários para seduzir o leitor aqui do outro lado. Preciso mencionar também os personagens que compõe essa trama, estou impressionada com a capacidade do autor de formar suas personalidades, em como ele vai nos apresentando cada um e revelando a verdadeira face do criminoso. A única palavra que consigo pensar pro momento foi de incredulidade, eu não conseguia absorver tudo que estava sendo jogado no meu colo, é apavorante, não só todo o sadismo e loucura, mas também a frieza, a crueldade, as motivações... é doentio, insano e você acompanha o próprio psicopata narrando, o que deu uma veracidade pros fatos absurda. A escolha do cenário onde toda a trama se desenrola também foi muito inteligente, um local livre de qualquer suspeita, cotidiano, até normal, com pessoas transitando, e todo o desenrolar acontece em questão de horas, na véspera do natal, com muita neve, e os capítulos são marcados pelas passagens das horas e isso contribui para que nosso desespero e agonia aumente. INCRÍVEL.

“As mentiras mais fáceis de contar são as verdadeiras.”

E ainda precisa falar com vocês sobre a Darby, que na verdade é o tipo de personagem que se revela muito mais do que estamos esperando. Suas atitudes não são de um todo altruístas, acredito que sim, ver uma criança presa no meio do nada, obviamente vivendo em maus tratos mexa com a cabeça de qualquer um, mas pra nossa protagonista existia algo a mais, uma espécie de redenção, de tentar de alguma forma aplacar a culpa ou afugentar o medo da perda eminente. Ela tinha seus próprios demônios a enfrentar e essa aventura insana também a ajudou de alguma forma.

Taylor Adams foi uma grata surpresa, a narrativa do autor é alucinante, rápida, fluida, cheia de ação, reviravoltas e não deixa pontas soltas. O autor sabe construir um enredo, como fisgar o leitor e entregar uma história que começa quente e termina fervendo. Quero gritar, que vocês consigam sentir o que estou tentando falar, porque é absurdo o que ele fez com este livro, é altamente viciante, eu o li em três horas, não conseguia parar e as emoções ficaram a flor da pele, coração acelerou, perdi o folego, fiquei inquieta, andando de um lado para o outro enquanto lia. E foi surpreendente, por mais que seja uma obra ficcional, foi impossível não a ver em paralelo com a realidade.

“Naquela noite, todas as decisões deixariam pegadas.”

Queria poder falar mais, gostaria muito de discutir a obra com vocês sem me preocupar com os spoilers, mas não posso... porque toda fascinação deste enredo está justamente no fator surpresa, nas descobertas que você vai fazendo ao longo da leitura e em como a protagonista precisa ir lidando com tudo isso. E tem mais, o livro será adaptado para o cinema e tem como roteirista o próprio autor, ou seja, provavelmente teremos quase o texto original do livro – surtem.

E não posso me despedir antes da falar da edição da Faro, MARAVILHOSA. Capa atrativa, que conversa com o enredo, diagramação simples, porém minuciosa e linda, todo o trabalho editorial muito bem feito. Parabéns!

Enfim... Baita livro, leitura maravilhosa e uma dica de ouro para vocês leitores. Se tiverem a oportunidade, leiam este livro, ele com certeza irá te surpreender.



SEM SAÍDA - Taylor Adams
Sinopse: A universitária Darby Thorne já tinha problemas demais. Sem sinal de celular e com pouca bateria, ela precisava dirigir em meio a uma nevasca para visitar sua mãe que fora internada às pressas e poderia morrer, mas o mau tempo a obriga a fazer uma parada. Num estacionamento no meio do nada, Derby se depara com uma criança presa e amordaçada dentro de uma van. Aterrorizada, ela precisa manter a calma. Mais que descobrir quem é o proprietário do veículo, é fundamental escolher quem, dos quatro desconhecidos no local, pode ser um aliado para ajudar no resgate. O desafio são as consequências: isolados pela neve, qualquer deslize pode ser fatal. É preciso resistir até o amanhecer, mas o perigo aumenta e cada minuto pode ser o último.
Ficha técnica:
Thriller psicológico | Taylor Adams | Faro Editorial | 2019 | 1º Edição | 272 páginas | Tradução: Carlos Szlak | Cortesia | Classificação: 5/5 ❤| Onde encontrar: SKOOBAMAZON

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

0 comentários