Apenas Amigos – Elizabeth Grey | Editora Bookmarks


Violet e Ethan são uma dupla imbatível, inteligentes e muito talentosos, esses melhores amigos conseguem criar as melhores campanhas de publicidade e marketing. Enquanto que um pensa e visualiza, o outro transforma toda a imagem em palavras e assim, despertam a atenção não somente de seus clientes, mas também dos demais funcionários que de certa forma se sentem enciumados. Entretanto, apesar de terem uma sintonia maravilhosa no escritório, fora dele, ainda que sejam melhores amigos e se amem, se espinham em algumas diferenças, Ethan é o solteiro convicto, pegador, que ama uma farra, já Violet, prefere a segurança de seu apartamento. Com certeza opostos que se completam e equilibram um ao outro.

Concorrendo em uma das categorias de uma prestigiada premiação, Ethan consegue convencer Violet a ir, o que ele não imaginava é que tudo a partir dali mudaria. Em meio a segredos, egos inflamados, uso de drogas ilícitas e muita confusão, suas vidas serão viradas do avesso, expondo sentimentos que ambos tentavam esconder ao mesmo tempo em que precisam lidar com um furacão de problemas que nem de fato pertenciam a eles, mas que agora ameaça suas vidas profissionais e até mesmo a amizade que julgavam ser inabalável.

“— Se eu soubesse como parar de pensar em coisas que não quero, seria a dona do mundo.”

Vou confessar para vocês, que julguei este livro erroneamente. Quando li a sinopse, imediatamente me apeguei a ideia de que leria um chick-lit leve, despretensioso e clichê, o tipo de leitura que julgo perfeita para entreter, tirar de ressaca literária e intercalar com leituras mais pesadas. E foi aí que errei. APENAS AMIGOS é muito mais que uma capa fofa e uma sinopse até “comum”, o livro aborda questões sérias e isso de fato foi o que me chamou atenção na história, não foi o romance, mas todas discussões que a autora promove ao longo da narrativa, questões como assédio no ambiente de trabalho, machismo, chantagem, abuso de autoridade, uso de drogas, luto e amizade.

Violet é uma mulher determinada, brigando por seu espaço em um ambiente competitivo e machista, onde se você não se impor ou ter determinada postura, te engolem. Ela trabalha com o melhor amigo Ethan, que é muito talentoso e isso por vezes “ofusca” a sua presença. É importante ressaltar que as diferenças não são provocadas pelo melhor amigo, que sempre tenta a colocar em posição de igualdade, mas pelos próprios clientes. E também temos uma situação reversa, onde um chefe tenta diminuir o trabalho de Ethan, mas exalta Violet, quem dera isso fosse apenas por reconhecimento profissional, e não por segundas intenções. É uma briga desenfreada de egos, chantagens e decisões erradas, que escondem problemas muito maiores.

“— Eu sei que independente de qual seja a situação caótica que a vida coloque no meu caminho, posso contar com você para me ajudar a superá-la.”

Em paralelo temos a vida pessoal destes personagens acontecendo também. Violet é do tipo protetora, que quer ajudar todo mundo, sempre buscando o melhor caminho para não magoar ninguém, e buscar as melhores soluções, mas sabemos que isso é impossível, não temos controle de absolutamente nada e não podemos evitar que nossos amigos se metam em problemas. E além disso, a própria Violet amarga uma situação do passado que a consome diariamente, algo intocável, que ela insiste em carregar sozinha. Mais um segredo que pode não acabar muito bem... O fato de em meio a todo o caos, sua cabeça a estar deixando louca, também não ajuda, Ethan está se tornando cada vez mais presente, mais atraente e irresistível, mas cruzar essa linha pode não ter volta e o medo dele não corresponder ao que está sentindo é grande. Como conciliar tudo isso? Que caminho eles devem percorrer? Existirá alguma chance para um romance depois que todos os problemas se acalmarem?

Eu gostei bastante da leitura, mas como falei para vocês senti que o romance acabou ficando de lado, enquanto a autora trabalhava todos os demais acontecimentos. Acontecimentos esses que julgo de muita importância, é preciso falar sobre, ainda hoje vivemos situações que nos oprimem e humilham em ambientes de trabalho, e fechar os olhos para isso é ser conivente com o que está acontecendo. Por outro lado, achei que a autora deu uma pecada pelo excesso, eram tantas situações ao mesmo tempo, que algumas ficaram rasas, a autora poderia ter explorado mais, mas não o fez. É importante frisar que isso pode ter sido intencional, que ela não pensou em se aprofundar, mas como estou compartilhando a minha experiencia de leitura, pelo menos pra mim, faltou um pouquinho. Talvez se você estiver apenas buscando uma leitura rápida e focar mais no romance, isso que mencionei não faça diferença.

Enfim, é uma leitura que recomendo sim, a narrativa da autora é rápida, fluida, dinâmica, ela envolve os leitores e cria personagens carismáticos, que erram, que tentam outra vez, e erram novamente, mas que estão buscando evoluir e aprender. É uma leitura que fala principalmente sobre confiança, em que sempre esteve ao seu lado, que te ama e aceita pelo que você é, com qualidades e muitos defeitos. Estou ansiosa pelos próximos livros da série, porque acredito que a autora ainda pode me surpreender.



APENAS AMIGOS


Sinopse: Violet Archer tem o emprego dos sonhos em uma das principais agências de publicidade de Londres. O fato de trabalhar com Ethan Fraser todos os dias o torna ainda mais especial. Ele é o melhor amigo que uma garota poderia ter. E ela nem percebeu como ele é gostoso. Não. Com certeza, não. Quando uma noite incrível se transforma em uma grande confusão, o mundo de Violet começa a oscilar como uma girafa bêbada andando com pernas de pau. Ela se vê presa em uma teia de segredos, mas nenhum deles é seu. E talvez ela esteja começando a perceber o quanto Ethan é gostoso. E fofo, e gentil e... ah, caramba. Será que Violet se apaixonou pelo melhor amigo? Essa amizade pode sobreviver a outro segredo? E a pergunta que Violet tem mais medo de fazer: será que Ethan também sente algo por ela?
Ficha técnica:
Chick-lit | Elizabeth Grey |A Agência, Vol. 1 | Editora Bookmarks | 2020 | 1º Edição | 344 Páginas | Tradução: | Classificação: 4/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZONLOJA BOOKMARKS

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

0 comentários