Amante Britânico – Penelope Ward e Vi Keeland | Editora Charme

 

Simon é inglês, um médio residente, apaixonante. Não apenas por sua beleza radiante, mas também por seu humor ácido. A verdade é que ele esbanja simpatia. Se mudou para Rhode Island por tempo determinado a fim de concluir sua residência, agora já perto de terminar, ele precisa de um lugar para morar sem que isso envolva um contrato de aluguel com duração de um ano. E a resposta para seus problemas vem de sua melhor amiga, Calliope, que por acaso conhece alguém com um lugar perfeito, que se adapta exatamente as suas necessidades. Simon, só não esperava se deparar com a inquietante Bridget.

Bridget não consegue acreditar em sua sorte. Na verdade, ela está chocada, petrificada olhando para o homem para quem irá alugar uma parte de sua casa. Se trata apenas do médico que a socorreu em seu momento mais constrangedor. Se isso não for o destino zombando de sua cara, ela não sabe o que é então. Viúva, com um filho para criar e com o salário de enfermeira ela precisa do aluguel para conseguir suprir todas as despesas, ela só imaginou algum dia voltar a ver Simon, e muito menos dividir o mesmo espaço que ele. E isso ainda não é tudo, para seu azar ou sorte – depende de como se encara isso -, ele também acaba de se transferir para o hospital no qual ela trabalha. Ou seja, Simon em dobro em sua vida.

“— É verdade que o maior risco talvez seja não correr risco. Mas um risco é dar a chance quando você tem o potencial de ganhar ou perder algo no futuro. Quando esse futuro é certo de que vai perder algo... então não é arriscar, Simon. É saltar de um avião sem paraquedas e esperar cair de pé de qualquer forma.”

Eu gostei bastante de AMANTE BRITÂNICO, é uma leitura leve, divertida, que aconchega, com uma boa pitada de sensualidade e um toque de drama, que juntos entregam um enredo fluido, capaz de nos deixar com um quentinho no coração. Simon é o tipo de protagonista que cativa no primeiro sorriso, é nítido seu carisma, as artimanhas que as autoras usam para deixa-lo irresistível, não somente por sua beleza, mas também pela maneira como ele conduz tudo a sua volta. Ele é atencioso, carinhoso, prestativo, gentil, e mesmo quando ele pensa não ser, ele é. E o outro ponto que me fez gostar muito dele, são suas camadas, Simon não é nada superficial. E vê-lo amadurecer ao longo da trama, foi muito bacana. Assim como, Bridget, essa mocinha é muito forte, uma mulher que batalha muito para criar seu filho e dona de um coração maior que ela. Eles são opostos, buscam por coisas diferentes, mas não conseguem resistir a atração que sentem um pelo outro, mas ficar juntos, traz à tona situações do passado e riscos que talvez custe um preço alto.

Penelope Ward e Vi Keeland já mostraram que quando se unem é sempre irresistível. Eu gosto de seus romances, da maneira como pensam na história e criam seus personagens com toques verossímeis, ou seja, eles não são perfeitos. Erram, são impulsivos, tomam decisões precipitadas... A única coisa que me incomoda, é que em alguns livros, elas tocam em muitos assuntos e não os trabalham direito, acaba sendo muito para a proposta do enredo. E tudo bem, hoje após ler muitos livros delas, eu entendo que elas querem entreter, divertir e não se aprofundar em temas complexos. Mas precisava ressaltar isso, porque aqui mais uma vez isso aconteceu. Ocorreu a necessidade de deixar a história redonda, tipo um circulo mesmo, onde tudo estivesse interligado – quando vocês lerem, provavelmente vão entender o que estou querendo dizer -, e isso pra mim, soou desnecessário, porque a história já tinha uma problemática, já tinha algo em que focar, não precisava levar a trama a fazer a volta que deu. Enfim, isso é muito mais um gosto particular do que algo que interfira na experiencia de leitura.

"Escolhas da vida não deveriam sempre ser pensando no resultado. As pessoas não percebem que as pequenas aventuras no meio, às vezes, são mais importantes."

Então fica aqui mais essa indicação de leitura. Está buscando por uma leitura rápida, que entretém, descomplicada, ótima para passar o tempo? Amante Britânico é a opção certa para você.

OUTROS LIVROS DA SÉRIE:

Piloto PlayBoy – Resenha AQUI

Amante Britânico – Resenha AQUI


AMANTE BRITÂNICO

Sinopse: Das autoras bestseller do New York Times de Milionário Arrogante e Piloto Playboy, chega um novo e sexy romance. Querida Bridget, É altamente questionável o fato de um dia eu ter a coragem para falar isso pessoalmente. Então aqui vai. Somos completamente errados um para o outro. Nós dois sabemos disso. Provavelmente, você é a última mulher na face da Terra que eu deveria querer e vice-versa. É a mãe solteira com uma boa cabeça. Eu sou apenas o residente despreocupado e atrevido passando pela cidade e morando temporariamente na sua garagem convertida em apartamento até voltar para a Inglaterra. Mas o que acontece é o seguinte… Por algum maldito motivo, não consigo parar de pensar em você de todas as formas bem inapropriadas. Quero você. O único motivo de eu estar admitindo tudo isso agora é porque não acredito que só eu esteja sentindo isso. Também percebo em seus olhos quando olha para mim. E, por mais grosseiro que eu pareça quando estamos brincando sobre sexo, minha atração por você não é brincadeira. Então, qual é o objetivo deste bilhete? Acho que é um lembrete de que somos adultos, de que sexo é saudável e natural e que pode me encontrar logo depois da porta da cozinha. Mais especificamente, para te avisar que vou deixar a porta entreaberta a partir de hoje no caso de querer me visitar no meio da noite. Sem perguntas envolvidas. Pense nisso. Ou não. O que quer que escolha. Duvido que vou acabar jogando isso por debaixo da sua porta, de qualquer forma. Simon.

Ficha técnica:

Romance | Penelope Ward e Vi Keeland | Cocky Bastard, Vol. 5 | Editora Charme | 1º Edição | 2020 | 292 Páginas | Tradução: Alline Salles | Cortesia | Classificação: 3,5/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZON – LOJA CHARME

Até a próxima! Bye. 

Você pode gostar também...

0 comentários