QUASE RIVAIS – J. Sterling | Faro Editorial

 

James e Julia cresceram lado a lado, vizinhos, cada qual em sua vinícola, sempre distantes um do outro, mas com algo em comum, o ódio e a rivalidade entre suas famílias. Rivalidade essa que começou há gerações, mas que parece longe de chegar ao fim. Para se ter uma ideia da proporção da raiva, ninguém na pequena cidade onde cresceram ousa se quer perguntar os motivos por trás de tal briga. Se é que os próprios envolvidos ainda se lembram.

Mas por trás de toda disputa e guerra silenciosa, James e Julia na verdade se sentem obrigados a fingir essa rixa, quando na verdade discretamente alimentam um outro sentimento tão poderoso quanto. E os olhares que trocam tem deixado isso bem claro, só falta a coragem para reconhecer isso, o problema é que admitir tal loucura, coloca em risco muito mais do que apenas seus corações.

“Eu devo odiar a sua existência. Desprezar James é tão parte do meu DNA quanto meu cabelo escuro e minha herança italiana.”

QUASE RIVAIS é uma releitura moderna do grande clássico Romeu & Julieta, de William Shakespeare – só que, com um final menos trágico. Aqui conhecemos James e Julia que apesar de se conhecerem desde sempre, pois nasceram e cresceram morando lado a lado, jamais tiveram a oportunidade de fato, de se tornarem conhecidos, pois suas famílias são rivais por gerações. Entretanto isso não os impediu de terem certo convívio a distância, pois estudaram na mesma escola e quando adultos adotaram a mesma profissão, administrando, criando novos sabores e rótulos para suas vinícolas. E entre encontros de trabalho e olhares roubados, a admiração que sentem um pelo outro começa a se tornar maior do que a raiva que deveriam sentir, já que nem eles mesmos entende porque até hoje ainda existe uma briga entre suas famílias. Só que arriscar uma aproximação não coloca apenas em risco seus corações, ameaça também toda a carreira de Julia, já que seu pai sempre deixou claro, que se Julia ousasse se quer dirigir uma palavra a um Russo, ele a deserdaria sem nenhuma misericórdia.

Eu gostei bastante da leitura. Quase Rivais é aquele clichê que amamos ter na estante e intercalar com leituras mais pesadas, ler para sair de uma ressaca literária ou apenas passar uma tarde com uma boa leitura. O enredo é despretensioso, leve, fluido, com capítulos curtinhos que tornam a leitura mais rápida e envolvente. O romance é gostoso tem aquele que de amor proibido que tanto amamos, mas entregue de maneira divertida e descontraída, apesar de toda a rivalidade. Eu também gostei muito do pano de fundo ser uma vinícola e ser regada a bons vinhos. Outro ponto que ainda quero mencionar é que aqui nos deparamos com um protagonista masculino mais disposto a arriscar e até mais maduro, certo do que sente e querendo viver isso independente dos obstáculos, o que é meio raro nos romances, já que os cabeças duras tendem a ser os homens.

“— É porque somos nós, Julia. Não, seria assim com ninguém mais. Não poderia ser. (...)”

Enfim, se você está procurando por uma leitura rápida, envolvente e divertida, fica aqui essa ótima dica. Você irá se encantar pelo casal protagonistas e se deparar com personagens coadjuvantes carismáticos e necessários para o desfecho dessa doce história de amor.


QUASE RIVAIS - J. Sterling

Sinopse: James é louco por sua vizinha Julia... Julia brilha e se arrepia cada vez que esbarra com James... a combinação seria perfeita se suas famílias não fossem rivais há gerações. E, como se não bastasse, os dois são concorrentes no trabalho. Mas, mesmo com tudo jogando contra, quanto mais tentam resistir, mais forte fica o desejo. James e Julia entendem que precisam se manter afastados. O problema é: como? J. Sterling, autora conhecida por seus romances incríveis, recria em Quase Rivais a maior história de amor de todos os tempos. Neste Romeu e Julieta dos tempos modernos, há alguns detalhes que se repetem, mas o que poderia ser diferente?

 

Ficha técnica:

Romance | J. Sterling | Faro Editorial | 1º Edição | 2020 | 160 Páginas | Tradutor: Ricardo Lelis | Cortesia | Classificação: 3,5/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZONSUBMARINO

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

2 comentários

  1. Oi, Bia
    Eu comprei esse livro ontem e estou animada para ler porque amo clichês e preciso de leituras assim ultimamente. Espero me divertir com os personagens tanto quanto você.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiii, eu também amo clichês, sempre nos deixam com o coração quentinho. Vou ficar torcendo para que goste da leitura. Beijos

      Excluir