Quando um amor floresce | Uiara Barzzotto

Eu já quero iniciar essa resenha declarando todo o meu carinho e admiração pela autora, Uiara Barzzotto. Ser autor no Brasil é um grande desafio, e por vezes a vontade de desistir acaba gritando aos nossos ouvidos, pois existe sim, uma barreira muito grande com os leitores, que ainda torcem o nariz para o nacional, e também existe toda uma competitividade com os demais autores que estão no mercado, e isso pode ser opressor para nossa criatividade. Eu acompanhei o nascimento desta história, e não poderia me sentir mais honrada e feliz, eu vi esse enredo tomar forma, amadurecer e florescer, e foi um processo de lágrimas, sorrisos e aprendizados. Foi cheio de momentos de romper barreiras, e ao ler a versão final, esta que está disponível para todos vocês na amazon, eu só posso dizer: Obrigada! Obrigada, Uiara por não desistir, por se reinventar, por acreditar no amor, por trazer à tona a força dos alicerces, como família e amizade, nós precisamos das suas histórias, precisamos que elas continuem falando com nossos corações.

Heloisa está colhendo os frutos de muito trabalho e determinação, ela conseguiu a tão almejada vaga de editora-chefe na Charme, uma revista feminina. Porém, enquanto sua vida profissional está um sucesso, a sua pessoal não tem se revelado muito promissora, ela saiu de um relacionamento tóxico e opressor, e voltar a se envolver não está em seus planos, até porque sua carreira se tornou seu foco e motivação. Só que ela não contava com o retorno de um velho, ou melhor, jovem conhecido, Alex o melhor amigo do seu irmão, está voltando ao Brasil, agora um homem feito, bem diferente do moleque que ela conheceu e disposto a dar voz a um sentimento que sempre queimou em seu peito, mas que nunca pareceu possível... até agora.

“Ela engole em seco, respira fundo, mas é como Heloísa é, uma força da natureza, quando começa algo, ninguém é capaz de segurá-la.”

Alex é um apaixonado por sua profissão, fotografia sempre o fascinou e poder trabalhar com isso, é uma grande realização. Após anos morando na França, enfim ele está pronto para voltar a seu país, reencontrar seu melhor amigo, a pessoa com quem ele jamais perdeu contato e recomeçar, suas metas são claras, e o sentimento em seu coração ainda é forte, ele só precisa encontrar uma forma de conquistar e provar para Helô, que a diferença de idade não é um empecilho, e que mesmo sendo amigo de seu irmão, ele está longe de ser como ele. E principalmente, provar para ela que o amor é uma força indestrutível, capaz de curar e de trazer felicidade.

QUANDO UM AMOR FLORESCE, é um romance para aquecer nosso coração. A obra debate temas importantes, tais como: Endometriose, relacionamento com diferença de idade, a sociedade machista, rixa feminina, pressão social, e relacionamento abusivo. Tudo isso apresentado de maneira muito sutil, leve e envolvente. É perceptível que a autora não quis apresentar um drama, com excessos que pudessem te convencer, ela procurou muito mais focar no romance, na jornada de dois corações que se descobrem, se envolvem e florescem aos pouquinhos, ao passo que se respeitam, se apoiam, se encorajam, e precisam enfrentar obstáculos dolorosos, que colocará em prova a força do que sentem um pelo outro.

“Foi naquele momento que o sorriso bobo brotou em meus lábios e não fui capaz de contê-lo o restante da noite.”

Heloisa é o tipo de protagonista que amamos conhecer, ela é forte, independente, inteligente, capaz de ressurgir das cinzas ainda mais bela. Alex é o... sonho, sabe quando idealizamos um parceiro que seja maduro, gentil, seguro, que não enxergue em você alguém com quem concorrer, e sim alguém com quem somar, que fica feliz com sua vitória, que se preocupa com seu bem estar? Exatamente... e apesar disto tudo, a autora conseguiu dar a ele um tom verossímil, de alguém que é família, que ama sem medo, mas que também não é só perfeito. Outro ponto que amei, é como a autora construiu o romance, com flerte, provocação, troca de olhares sutis, quase como uma dança. Deixando o leitor com um friozinho na barriga, primeiro com a expectativa do reencontro, e depois de como eles vão se envolver e contar para o Pedro, que é o irmão da Heloisa e melhor amigo do Alex que a relação entre ambos ganhou um novo significado.

O que já abre um espaço para que eu faça uma menção honrosa aos personagens secundários. Lari a melhor amiga de Helô, é um ser maravilhoso, divertida, com diálogos rápidos, interessantes, que irão dar uma luz para nossa protagonista. Já Pedro é o alívio cômico, não tem como não sorrir com sua presença marcante, disposição, amor pela irmã e a maneira como ele encara cada situação. E Rafael... que a autora conseguiu deixar repulsivo... não vou entrar em detalhes, ao ler vocês vão entender o que estou falando, digamos apenas que ele é tudo aquilo que devemos repudiar em um homem.

Como eu abri essa resenha já rasgando elogios e dizendo o quanto este livro é especial para mim, agora não irei fazer isso. Mas, preciso deixar aqui essa indicação de leitura. Deem uma chance, é uma leitura rápida, envolvente e que ao terminar te deixa com um sorriso nos lábios e um coração quentinho. Você vai sorrir, se emocionar, refletir e com certeza se identificar com alguma das situações enfrentadas pelos protagonistas.


Quando um amor floresce

Sinopse: Alex - Lembro perfeitamente da primeira vez que vi Heloísa, naquela época, ainda tão jovem, não soube identificar direito o motivo do meu coração e pulso acelerar diante da irmã do meu melhor amigo. Os anos passaram e finalmente pude entender o que estava acontecendo: eu estava apaixonado pela primeira vez na vida, por uma mulher que tinha doze anos a mais que eu. Agora, após um período fora do país, decidi que é o momento de voltar para o Brasil. O reencontro entre nós era inevitável, o que eu não sabia é que, reencontra-la depois desse tempo mexeria tanto comigo e que, trouxesse a tona sentimentos que descobri estarem apenas adormecidos. Heloísa - Achei que minha vida estava no caminho certo; finalmente a tão sonhada promoção no trabalho e um namoro estável. Mas a vida não segue roteiros e insiste em nos dar rasteiras. Só soube disso quando fiquei sabendo que Rafael, meu namorado tinha outros planos para sua vida, planos esses nos quais eu não estava inclusa. O baque foi grande, porém, não me deixei abater e me segurei nas realizações profissionais para seguir em frente. O que eu não imaginei é que a mesma vida que muda nossos destinos sem aviso prévio, havia me preparado um novo capítulo para minha história... “Uma irresistível história de amor e seu poder transformador, que cura, liberta e aquece o coração.” — F.P. Rozante — Autora de “Minhas para proteger”.

Ficha técnica:

Romance, Literatura Nacional | Uiara Barzzotto | 1º Edição | 2021 | 387 Páginas | #Publicidade | Classificação: 5/5 | Onde encontrar: SKOOBAMAZON

Até a próxima! Bye.


Você pode gostar também...

3 comentários

  1. Eu amei! E chorei c essa resenha! ❤️

    ResponderExcluir
  2. Oi Biia! Você disse tudo... percebo as pessoas muitas vezes desvalorizando livros nacionais só por ser nacionais. Faz tempo que comecei a me aventurar nos nacionais e nossa, são maravilhosos.
    Infelizmente muita gente não possui o hábito de ler, e acabam indo na modinha e tudo que é de fora é "modinha da boa".
    Anseio pelo dia que verei mais espaço conquistado pra esses autores que trazem histórias como essa.
    Ainda não li o livro e não o conhecia, mas assim que conseguir adquirir lerei.
    Beijos, adorei a resenha.

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir