A Garota Anônima – Greer Hendricks e Sarah Pekkanen | Faro Editorial

Jessica Farris é maquiadora, trabalha para uma empresa do ramo de cosméticos e realiza atendimento domiciliar. Esforçada está sempre buscando maneiras de economizar e conseguir mais dinheiro, já que sua vida financeira está complicada, ela precisa ajudar seus pais que moram em outra cidade e cuidam de sua irmã mais nova que requer alguns cuidados especiais. Por esse motivo, quando uma oportunidade surge ela não a desperdiça, ainda que não saiba exatamente onde está se metendo. Um estudo cientifico de ética e moralidade, que ao que tudo indica implica em ser remunerada para responder apenas alguns questionários e pronto. Só que algumas perguntas, levam a outras e a seção inicial que seria apenas uma, se tornam duas, três... se revelando cada vez mais invasivo e pessoal, com questionamentos que passam a reabrir velhas feridas, medos e segredos que Jess, não estava preparada para enfrentar. Mergulhar em suas dores, revisitar o passado, enfrentar culpas estão a deixando paranoica, sem saber o que de fato é real, ou manipulação, e cada vez mais próxima do especialista que a tem usado, tudo a sua frente se torna uma teia sem fim e a verdade por trás de tudo, pode ser mortal.

“Existem razões por trás das ações de todos nós. Mesmo quando escondemos essas razões das pessoas que pensam que nos conhecem bem. Mesmo quando essas razões estão enterradas tão profundamente que nós não conseguimos reconhecê-las.”

A GAROTA ANÔNIMA é um thriller psicológico, dividido em três partes, e narrado pelos pontos de vista da Jessica – em primeira pessoa -, e da pessoa responsável pelo estudo – em segunda pessoa. A leitura é rápida, fluida e prende o leitor desde o início, atiçando sua curiosidade sobre o que é o tal estudo, quem o está promovendo e o porquê. Jessica é uma jovem solitária, que trabalha bastante, e que sempre está em busca de ganhar mais dinheiro, pois precisa ajudar sua família. Quando ela toma conhecimento de que estão buscando uma jovem para participar de um estudo, ela não perde a oportunidade, o fato é que ela não faz ideia de onde está se metendo. Ela acreditava que seria algo rápido e simples, e mesmo com as perguntas se tornando cada vez mais intimidadoras e passando a sensação de serem feitas por alguém que a conhece, ela aceita permanecer e passar o estudo para o próximo passo, ao ponto de conhecer a pessoa responsável pelo projeto e realizar novos tipos de testes duvidosos, que fazem com que Jess comece a perceber que algo está errado. O problema é que Jess já está envolvida demais, sem saber como sair, como abandonar o estudo e seguir sua vida, e isso é angustiante.

Do outro lado temos a pessoa responsável pelo estudo, e essa pessoa é extremamente manipuladora, fria, capaz de entrar realmente na mente e controlar as emoções do próximo. Movida por uma obsessão, e uma toxidade fora de controle. Causando admiração e medo, em todos a sua volta.

Uau... A Garota Anônima, é o tipo de livro que não oferece muitas brechas para esmiuçarmos o enredo, pois qualquer informação pode ser uma peça para o imenso quebra-cabeça que a obra é. Porém, posso compartilhar com vocês, o quanto a obra é alucinante. Aqui não temos exatamente uma vítima, mocinhos, temos pessoas falhas, expostas a situações complicadas, com segredos, obsessões, expondo o pior da natureza humana, sua falta de limite, e a necessidade de poder, controle... Existe também o crescimento de uma personagem que inicialmente se revela desesperada, vulnerável, até passiva de manipulação, mas que aos pouquinhos vai se descobrindo mais forte, inteligente, capaz de jogar um jogo perigoso em busca da verdade.

“Sua mente é curiosa por natureza, e você foge dos riscos na mesma medida em que os abraça. Qual lado seu vai prevalecer hoje?

Eu gostei muito da leitura, é tensa, angustiante, inquietante, os capítulos são curtos e nos deixam com um gostinho de quero mais, o que torna a leitura muito rápida. Eu sou suspeita para falar porque temos aqui um dos gêneros que se tornou meu preferido, portanto eu amo esse frio na barriga, a sensação de medo, a tensão crescente a cada página enquanto se espera a verdade. E o livro entrega muito bem isso. Eu só não dei cinco estrelas, porque o final me incomodou levemente, mas isso preciso deixar bem claro, está relacionado a uma expectativa que criei e não propriamente a história em si. Pra mim, as autoras deram uma leve pesada na mão em relação a uma situação, o que me deixou com a sensação de surrealismo, como se desprendesse de algo verossímil que era o tom que o enredo vinha tendo. E outro ponto foi que o desfecho de um dos protagonistas, me deixou com a sensação de ter sido TALVEZ, um caminho mais fácil para lidar com tudo. O que em nada minimiza o quanto o livro é bem construído, com personagens bem explorados e um enredo viciante. Portanto fica aqui, essa DICA de leitura, te garanto que você não irá se arrepender.

Ainda preciso mencionar o quanto a edição da Faro Editorial, está incrível. É carinho em forma de livro.


A Garota Anônima

Sinopse: Ela está mentindo para descobrir a verdade. Quando Jessica Farris se inscreve para um estudo conduzido por um grupo de psicologia, ela pensa que tudo o que precisa fazer é responder a algumas perguntas, receber seu dinheiro e ir embora. Mas à medida que as perguntas ficam mais invasivas, Jess começa a sentir como se soubessem o que ela está pensando... e, pior, o que está escondendo. Conforme a paranoia de Jess aumenta, fica claro que ela não pode mais confiar no que é real em sua vida e o que são experimentos manipulados pelo grupo de pesquisa. Agora, presa em uma teia de incertezas, Jess rapidamente aprende que algumas obsessões podem ser mortais.


Ficha técnica:

Thriller Psicológico | Greer Hendricks e Sarah Pekkanen | Faro Editorial | 2021 | 1º Edição | 368 Páginas | Tradução: Fábio Alberti | Cortesia | Classificação: 4/5 | Onde encontrar: SKOOB - AMAZON

Até a próxima! Bye.

Você pode gostar também...

0 comentários