Algo Maravilhoso - Judith McNaught | Bertrand Brasil

* Resenha postada originalmente no blog Estante Diagonal, no qual sou colunista.

O casamento nunca foi uma opção na vida de Alexandra e Jordan, duas pessoas que vivem em mundos opostos, com realidades completamente diferentes, mas destinados a viver um tempestuoso casamento que irá testar todos os seus limites e as mais profundas emoções. A garota do campo, um homem da nobreza, um relacionamento fadado ao fracasso, mas, quem sabe em meio a tanto caos, algo maravilhoso possa surgir.

Alexandra não é como as demais jovens de sua idade, tão pouco faz questão de ser, fugindo assim a qualquer regra que a sociedade poderia impor. Uma moça do campo, inteligente, vivaz, adoravelmente inocente, culta e dona de habilidades tidas como masculinas e nada apropriadas a uma dama. Mas isso, tem uma explicação, Alex idolatra o pai, e como ele sempre desejou ter um filho homem, ela se viu tentada a parecer como um, se vestindo como tal e praticando atividades que um jovem menino praticaria – esgrima, caça e pesca. E justamente por se impor contra os padrões, conseguiu salvar sua família de passar fome e ruir, após a morte de seu avô e pai. Vale ressaltar que tudo isso, ainda quando era apenas uma adolescente. E mesmo diante de toda sua complicada vida, ela tem certeza de que algo maravilhoso ainda irá acontecer, ela tem fé, esperança, sonhos, uma inabalável certeza, de que ainda chegará a sua hora de ser feliz.

Porém, não pega bem uma jovem levar essa vida, e após alguns anos sua mãe decide que é chegada a hora de Alex se casar, que essa é a única solução. O problema é que a jovem não concorda muito com essa vontade da mãe e não vê outra opção a não ser fugir. E é em meio a essa fuga, que algo atrai a atenção de Alex, e antes que ela se dê conta, está presenciando um assalto, salvando a vida de um homem, mas não um homem qualquer... Jordan Townsende, o rico, poderoso e libertino dono de um coração frio, Duque de Hawthorne.

“– Nunca daríamos certo. O senhor é desiludido com a vida, mas eu, não. Eu amo a vida, mesmo quando coisas ruins acontecem comigo. Não consigo deixar de amá-la.”

Jordan mal consegue acreditar no tamanho de sua sorte, ou ao menos assim pensou por alguns instantes, até se dar conta de que foi salvo por uma garota, uma jovem maluca e encantadora, porém uma garota e não um garoto como assim pensava. Uma jovem que ele inocentemente arruinou.

Nascido em uma família complicada, Jordan não é dado a sentimentalismo, pois descobriu desde criança que o casamento de seus pais não passava de uma farsa, e cresceu com a certeza de que o amor é superestimado, e que ele pode encontrar tudo o que precisa nos prazeres de uma cama.  No entanto, sua posição e título, exigem que ele tenha um herdeiro, que em algum momento de sua vida se case e já que não existe outra solução, decidiu que encontraria uma mulher que servisse a esses propósitos e somente isso. Um casamento com tudo estabelecido e sem envolvimento, ele poderia deixá-la em alguma de suas propriedades e voltar para os braços de sua amante.

Entretanto, dado aos últimos acontecimentos seus planos precisaram mudar, começando pela escolha da noiva e a rapidez com que tudo terá que acontecer, afinal de contas, ele deve a Alex sua vida, e ela também precisa de ajuda.

“Sua esposa acreditava em honestidade, confiança e amor – e pretendia que ele seguisse esses preceitos. Jordan poderia ficar bem longe de tudo isso. Ela era uma sonhadora delicada; ele era um realista inveterado.”

Uau... É assim que sempre concluo uma leitura quando se trata de Judith McNaught. É impressionante a maneira como ela constrói uma narrativa sólida, sensível e reflexiva, capaz de tocar profundamente em nossos corações. ALGO MARAVILHOSO nos leva do amor ao ódio em um virar de página, ele brinca com nossas emoções, opiniões e nos faz questionar se o “final feliz” irá chegar em algum momento. E eu amo isso no enredo, essa dualidade de sensações, essa força que a trama vai ganhando aos pouquinhos, nos tornando consciente de um romance poderoso que vai surgindo nos detalhes.

Alex e Jordan me conquistaram, tudo entre eles é improvável, eles são completamente diferentes, mas é aí que está a delicia desse romance, a forma como um completa o outro, como um ensina ao outro e a maneira como eles se amam, mas que lutam bravamente contra isso. É completamente arrebatador e angustiante. Alexandra é uma jovem forte, destemida, guerreira, docemente pura, generosa e graciosa, ao mesmo tempo que é orgulhosa, você com toda certeza vai sorrir muito com ela. Assim como chorar e se emocionar. Essa mocinha é a grande heroína da história. O destaque que te faz desejar ler mais e mais. Devido a tudo que já passou em sua vida, ela tem a habilidade de se reinventar, se moldar conforme a necessidade, se adaptando a cada situação com maestria. O único problema, é que devido a tantas transformações, ela se esquecendo de quem realmente é de verdade. É impossível não perceber sua alma clamando por socorro, seu EU gritando por ajuda, e é justamente Jordan que escuta, quem percebe essa necessidade e parte em seu auxílio. E o resultado não poderia ser diferente, ele se apaixona e não faz a menor ideia de como lidar com isso. Jordan é arrogante, com uma conduta questionável e uma fama que lhe faz jus, mas também pode ser doce, gentil e caloroso. Gente eu realmente fui do amor ao ódio com ele. Mas no final só conseguia descreve-lo como incrível. Este é o tipo de personagem que se apresenta inicialmente de uma maneira, mas que só vamos conhecer e compreender de verdade à medida que desvendamos suas muitas camadas. Intenso, complexo e encantador.

“(...) Em silêncio, ele a observou, sabendo que ela representava todas as esperanças e todos os sonhos que abrigava em seu coração...”

ALGO MARAVILHOSO é um misto de maravilhas, fala de transformação, ele te ensina a amar, a acreditar que sim, que o amor pode fazer diferença na vida de uma pessoa. É um romance convincente, construído aos poucos, sólido, com obstáculos reais, convincentes, é apenas um dos melhores livros que já. E não posso concluir, sem antes mencionar os personagens secundários... genial. Apenas deem uma chance a obra.


ALGO MARAVILHOSO

Sinopse: Alex sabe que é diferente das outras garotas. Após a morte do pai, viu a situação financeira da família caminhar perigosamente rumo ao abismo, e coube a ela se tornar “o homem da casa”. Em vez de se dedicar ao piano e aos bordados, Alexandra aprendeu a pescar e a atirar. Apaixonada pelos livros, pela vida, a jovem sabe que carrega sobre os ombros o futuro dos Lawrence. Se ao menos pudesse encontrar uma escola e realizar seu grande sonho de lecionar... Mas nem as dificuldades ofuscam seu espírito vivaz, e Alex ainda crê que alguma coisa extraordinária possa acontecer. Naturalmente, salvar a vida de um famoso libertino, e, com isso, atirar na lama sua reputação não era bem o que ela ansiara por tanto tempo. A ruína de Alexandra atende pelo nome de Jordan Townsende, o rico, poderoso e cínico ― e, ah, tão belo ― duque de Hawthorne. Casar não estava nos planos de Jordan, mas ele inadvertidamente colocou em risco o futuro da jovem que o livrou de uma bala no peito. O duque tem uma dívida com a srta. Lawrence...  e ele nunca deixa de quitar seus débitos. Estabelecê-la em uma de suas propriedades, no interior, e, então, retornar a Londres e à cama de suas amantes parece ser o arranjo perfeito. Sua rotina não precisa ser abalada. Exceto que o espírito livre de Alex cativa Jordan, profunda e rapidamente. Um pouco tarde demais, o duque percebe que seu coração de pedra não é tão duro quanto imaginou, e sua esposa pode ser um perigo muito maior que aquela bala.

Ficha técnica:

Romance de Época | Judith McNaught | Série Sequels, Vol. 2 | Bertrand Brasil | 2019 | 1º Edição | 405 Páginas | Tradução: Carolina Simmer | Cortesia do blog parceiro | Classificação: 5/5 ❤ | Onde encontrar: SKOOB - AMAZON

Até a próxima! Beijos.

Você pode gostar também...

0 comentários